Chichico Alkmim, fotógrafo (IMS Rio)

Exposição no IMS-RJ mostra Minas Gerais do começo do século XX nas fotografias de Chichico Alkmim


A exposição Chichico Alkmim, fotógrafo, com curadoria de Eucanaã Ferraz, poeta e consultor de literatura do IMS, fica em cartaz no Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro de 13 de maio até 1º de outubro de 2017. A mostra apresenta mais de 300 imagens de Diamantina e arredores, produzidas pelo fotógrafo mineiro na primeira metade do século XX. 

- Seleção de fotografias
- Cronologia
- Eventos
- Publicações relacionadas
- Contatos da assessoria de imprensa

Instagram #ChichicoFotografo

 

Ver todas as fotos compartilhadas com #ChichicoFotografo no Instagram

 

Chichico Alkmim, fotógrafo


Francisco Augusto Alkmim
 (1886-1978) estabeleceu-se em Diamantina depois de viajar por Minas Gerais vendendo joias com seu pai. Ao chegar, encontrou uma cidade que já se distanciava dos dias de glória do período da farta exploração de diamantes. Chichico registrou as mudanças nesse universo, que flutuava entre a modernização e a tradição, fotografando a paisagem e seus habitantes. Sua atividade chegou até meados dos anos 1950.

Chichico Alkmim fotografado por sua esposa, Miquita
Diamantina, MG, década de 1920
Acervo Instituto Moreira Salles


Ao contrário de muitos fotógrafos com estúdios pelo interior do Brasil nesse período, Chichico nunca se limitou a retratar apenas a burguesia diamantinense. Teve como frequentadores de seu estúdio os trabalhadores ligados ao pequeno garimpo, ao comércio e à indústria e também fotografou casamentos, batizados, funerais, festas populares e religiosas, paisagens e cenas de rua.

Segundo Eucanaã Ferraz, no texto que abre o catálogo da exposição, “Chichico é daqueles fotógrafos que parecem ter o poder de fazer vir ao primeiro plano a vida de seus modelos. E é patente a densidade existencial que se expressa no conjunto de características físicas que chamamos fisionomia, compreendida como a realização momentânea de um destino”.

A exposição cobre cronologicamente e sintetiza as fases do trabalho do fotógrafo, que são apresentadas em salas ambientadas. Para reunir obras de valor museológico, a antiga biblioteca da casa da família Moreira Salles voltará ao seu estado original, com estantes de madeira e sem paredes falsas. Lá, será possível consultar mais de uma centena de negativos de vidro iluminados, que formam uma espécie de vitral, como também objetos originais do laboratório de Chichico e uma máquina de fole semelhante à utilizada pelo fotógrafo.

Um dos traços mais marcantes de Diamantina, e também registrado pelo fotógrafo, será homenageado pela mostra. Como escreveu Carlos Drummond de Andrade, “entre outras excelências, povo de Diamantina é povo que canta, e isto significa riqueza de coração”. Em Chichico Alkmim, fotógrafo, serão expostos cinco discos 78 rpm, com as obras de Ernesto Nazareth e de Catulo da Paixão Cearense, além dos registros de seresteiros, grupos de jazz, estudantes de música, bandas escolares e militares fotografados por Chichico.

Membros da jazz band da Polícia Militar
Diamantina, MG
Foto de Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles



A abertura da exposição também marca os 129 anos da assinatura da Lei Áurea. Para homenagear a data, o cinema do IMS fará uma exibição especial de Terra deu, terra come (Brasil, 2010. 88’), de Rodrigo Siqueira, que se passa no quilombo Quartel do Indaiá, em Diamantina, na região onde Chichico Alkmim passou sua infância e juventude. No filme, Pedro de Almeida, garimpeiro de 81 anos, comanda como mestre de cerimônias o velório, o cortejo fúnebre e o enterro de João Batista, que morreu com 120 anos, num ritual em que vêm à tona as raízes africanas de Minas Gerais.

A obra de Chichico Alkmim é composta por mais de cinco mil negativos em vidro e algumas dezenas de fotografias originais de época. Desde 2015, seu acervo está depositado em comodato no Instituto Moreira Salles.

Na abertura da exposição, será lançado também um catálogo organizado pelo curador.




 

Mais informações 


Seleção de fotografias

Cronologia

Eventos

Publicações relacionadas

Contatos da assessoria de imprensa


Acervo Chichico Alkmim no IMS

 

 

Exposições

Chichico Alkmim, fotógrafo

Curadoria: Eucanaã Ferraz

Visitação: 13 de maio até 1º de outubro de 2017

Entrada franca

Site: www.chichico.ims.com.br
Use #ChichicoFotografo para compartilhar fotos nas redes sociais.


Imagem no alto: detalhes de fotografias de Chichico Alkmim / Acervo IMS

Local

Instituto Moreira Salles - Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
CEP 22451-040 - Rio de Janeiro/RJ
Tel.: (21) 3284-7400

Horário de visitação: de terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 11h às 20h.

Fotos da exposição Chichico Alkmim, fotógrafo

 

Apresentamos uma seleção de fotografias que integram a exposição Chichico Alkmim, fotógrafo.

 

Sapataria de José Soares, rua Direita

Diamantina, MG, s.d.

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Alfaiataria Americana, de João Antônio Ribeiro

Diamantina, MG, c. década de 1920

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Maria Bernadette Alkmim, filha de Chichico Alkmim

Diamantina, MG, c. década de 1920

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Alunas em frente ao Colégio Nossa Senhora das Dores, atual casa da Glória

Diamantina, MG, s.d.

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Parque Municipal da Cavalhada Velha, atual praça Doutor Prado

Diamantina, MG, 1945

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Membros da jazz band da Polícia Militar: da esquerda para direita, em pé, Washignton Parães dos Santos (saxofone), Sigismundo Lopes de Figueiredo (clarineta), Sebastião José de Paula (contra-baixo), Agenor Alves de Deus (bandolim); sentados: Arnulfo Lisboa (trompete), Boanerges Apolônio de Meira (banjo), Jair Emídio Ferreira (trompete)

Diamantina, MG, s.d.

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Diamantina, MG, s.d.

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Chichico Alkmim fotografado por sua esposa, Miquita

Diamantina, MG, década de 1920

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Diamantina, MG, c. década de 1920

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Dulce Baracho Ramos

Diamantina, MG, c. década de 1920

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Freira Vicentina

Diamantina, MG, s.d.

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Julia Lopes dos Reis

Diamantina, MG, 1929

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Madame Pavie

Diamantina, MG, s.d.

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Imagem que revela múltiplas exposições numa mesma chapa de vidro, resultando em vários registros, técnica que Chichico Alkmim desenvolveu e aperfeiçoou, a partir da necessidade do uso de retratos em documentos oficiais

Diamantina, MG, s.d.

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Maria Bernadette Alkmim, filha de Chichico Alkmim

Diamantina, MG, 1926

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

“Anjinho”

Diamantina, MG, s.d.

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Diamantina, MG, c. década de 1920

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

“Anjinho”

Diamantina, MG, s.d.

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Autobonde; o fotógrafo Assis Horta e dois de seus irmãos aparecem na parte traseira do veículo

Diamantina, MG, 1924

Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

Chichico Alkmim, fotógrafo

Curadoria: Eucanaã Ferraz

Visitação: 13 de maio até 1º de outubro de 2017

Entrada franca

Site: www.chichico.ims.com.br
Use #ChichicoFotografo para compartilhar fotos nas redes sociais.


Imagem no alto: detalhes de fotografias de Chichico Alkmim / Acervo IMS

Local

Instituto Moreira Salles - Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
CEP 22451-040 - Rio de Janeiro/RJ
Tel.: (21) 3284-7400

Horário de visitação: de terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 11h às 20h.

Vídeo

 

Teaser da exposição Chichico Alkmim, fotógrafo, em cartaz até 1º de outubro no IMS do Rio de Janeiro.

 


 

Mais informações 


Sobre a exposição

Seleção de fotografias

Cronologia

Eventos

Publicações relacionadas

Contatos da assessoria de imprensa


Acervo Chichico Alkmim no IMS

 

 

Chichico Alkmim, fotógrafo

Curadoria: Eucanaã Ferraz

Visitação: 13 de maio até 1º de outubro de 2017

Entrada franca

Site: www.chichico.ims.com.br
Use #ChichicoFotografo para compartilhar fotos nas redes sociais.


Imagem no alto: detalhes de fotografias de Chichico Alkmim / Acervo IMS

Local

Instituto Moreira Salles - Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
CEP 22451-040 - Rio de Janeiro/RJ
Tel.: (21) 3284-7400

Horário de visitação: de terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 11h às 20h.

Cronologia

 

1886

Filho de Herculano Augusto d’Alkmim e Luiza Gomes d’Alkmim, Francisco Augusto de Alkmim nasce a 28 de março na fazenda do Sítio, município de Bocaiuva.

 

1890

Em 7 de abril, falece a sua mãe Luiza Gomes d’Alkmim, em Bocaiuva. Chichico e sua irmã Carmina são levados para a fazenda do Caeté Mirim, em Diamantina, das suas tias Tereza de Jesus Gomes Ribeiro e Maria Amélia de Jesus Ribeiro. A irmã mais velha, Amanda, permanece em Bocaiuva.

 

1890-1900

Na fazenda do Caeté Mirim, localizada próximo ao distrito de São João da Chapada, é educado pelas tias, com quem aprende a ler e escrever.

 

1900-1910

Ajuda nos negócios da fazenda e nos trabalhos de mineração de diamantes empreendidos por suas tias. Realiza várias viagens, a maioria delas em companhia de seu pai, que praticava o comércio de gado. Os deslocamentos em tropa davam se entre Caeté Mirim, São João da Chapada, Diamantina, Bocaiuva, Montes Claros, Buenópolis, Coração de Jesus, Januária, Carinhanha (Bahia) e várias outras localidades do vale do São Francisco, chegando algumas vezes até a Vila de Posse, atual cidade de Posse, em Goiás. Nessas viagens, Chichico vendia joias e, possivelmente, foi em uma delas que, entre 1900 e 1902, conheceu a fotografia, que adotaria como profissão em 1907.

 

1912

No fim do ano, passa a residir em Diamantina. Sua casa e seu primeiro ateliê ocupam parte do sobrado situado à praça Francisco Sá, 53, largo do Bonfim (atual sede da Casa da Cultura). Nos anos seguintes, muda de endereço várias vezes, tendo permanecido por mais tempo em um sobrado localizado no alto da rua da Romana, 37.

 

1913

Em 14 de junho, casa-se com Maria Josephina Netto, a Miquita.

 

1914

No fim do ano, seu irmão por parte de pai, José Maria Alkmim, então com 13 anos, passa a residir em sua casa, até completar os estudos em 1921.

 

1916

Em 30 de junho, nasce sua primeira filha, Maria de Jesus Alkmim, que falece poucos meses depois.

 

1917

Em 20 de agosto, nasce a segunda filha, Maria Bernadette.


Maria Bernadette Alkmim, filha de Chichico Alkmim
Diamantina, MG, c. década de 1920
Fotografia de Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles

 

 

1919

Em 17 de abril, nasce a filha Déa Maria. Em 9 de outubro, muda-se para o beco João Pinto, 86, na parte alta da cidade, onde monta seu ateliê definitivo.

 

1920

Em 20 de outubro, nasce a filha Luíza Marilac.

 

1923

Em 13 de outubro, nasce a filha Maria Ruth.

 

1924

Em 12 de novembro, nasce o filho José Antônio.

 

1955

Encerra a carreira de fotógrafo.

 

1978

Falece em consequência de um colapso cardíaco.

 

1980

Na inauguração do Centro de Documentação e Pesquisa da Casa da Cultura de Diamantina, durante o 16º Festival de Inverno da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), realiza-se a primeira exposição de fotografias de Chichico, no Museu do Diamante/Ibram/MinC.

 

1998

O acervo fotográfico de Chichico, constituído por aproximadamente 5.500 negativos, começa a ser higienizado, indexado e catalogado na Faculdade de Filosofia e Letras da Fundação Educacional do Vale do Jequitinhonha (Fevale), em projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de Minas Gerais (Fapemig) e apoio da UFMG.

 

1999

Chichico Alkmim é apresentado como um artista do circuito fotográfico brasileiro na mostra Minas: minas memorial e contemporânea, realizada no MIS-SP, com curadoria do fotógrafo Bernardo Magalhães.

 

2002

O acervo fotográfico de Chichico é doado pelos seus herdeiros à Fevale.

 

2005

É lançado o livro O olhar eterno de Chichico Alkmim, pela Editora B, organizado por Flander de Sousa e Verônica Alkmim França.

 

2008

Realizada a exposição Chichico Alkmim, na galeria da Escola Guignard, Universidade Estadual de Minas Gerais (Uemg), em Belo Horizonte.

 

2010

Com a extinção da Fevale, o acervo fotográfico retorna aos herdeiros.

 

2013

É realizada a exposição Paisagens humanas — Paisagens urbanas, no Memorial Minas Gerais Vale, em Belo Horizonte.

 

2015

O acervo de Chichico Alkmim passa a integrar em regime de comodato o acervo de fotografias do Instituto Moreira Salles.




 

Mais informações 


Sobre a exposição

Seleção de fotografias

Eventos

Publicações relacionadas

Contatos da assessoria de imprensa


Acervo Chichico Alkmim no IMS

 

 

Chichico Alkmim, fotógrafo

Curadoria: Eucanaã Ferraz

Visitação: 13 de maio até 1º de outubro de 2017

Entrada franca

Site: www.chichico.ims.com.br
Use #ChichicoFotografo para compartilhar fotos nas redes sociais.


Imagem no alto: detalhes de fotografias de Chichico Alkmim / Acervo IMS

Local

Instituto Moreira Salles - Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
CEP 22451-040 - Rio de Janeiro/RJ
Tel.: (21) 3284-7400

Horário de visitação: de terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 11h às 20h.

Eventos

 

Família em foco


Fotografia de nós mesmos

12 de agosto, sábado, das 16h às 18h  |  Local: IMS Rio
Necessário retirar senha na recepção a partir das 15h30.


Inspirados pelos retratos de Chichico Alkmim, os participantes serão convidados a criar composições fotográficas a partir da reflexão sobre autorrepresentação e identidades tanto individuais como familiares.

Mais informações sobre o Família em Foco

 

Encontro com professores

 

Chichico Alkmin: trama de memórias

26 de agosto, sábado, das 13h30 às 18h  |  Local: IMS Rio
Partipação mediante inscrição prévia até 24 de agosto através do e-mail educativo.rj@ims.com.br


Atividade gratuita destinada a professores das redes pública e privada de ensino, de nível básico e superior, a fim de contribuir na preparação das visitas com seus alunos e desdobramentos em sala de aula. 

Mais informações sobre o Encontro com professores

 

Vamos ver juntos? - Visitas mediadas


As visitas agendadas e espontâneas são mediadas por educadores e oferecidas gratuitamente e regularmente no IMS Rio de Janeiro.

 

Visitas agendadas

De terça a sexta, em horário a ser agendado.
Agendar pelo telefone (21) 3284 7485 ou pelo email educativo.rj@ims.com.br

Voltadas para escolas, universidades públicas e privadas e para grupos em geral (a partir de 6 anos de idade) com agendamento prévio.

 

Visitas espontâneas

Quintas, às 17h.

Voltadas para grupos em geral (a partir de 6 anos de idade) ou pessoas desacompanhadas, sem necessidade de agendamento prévio. O ponto de encontro é a recepção da casa.

Mais informações sobre as visitas




 

Eventos anteriores

 

Encontro com professores


24 de junho, sábado, das 13h30 às 18h  |  Local: IMS Rio
Partipação mediante inscrição prévia até 22 de junho através do e-mail educativo.rj@ims.com.br


Atividade gratuita destinada a professores das redes pública e privada de ensino, de nível básico e superior, a fim de contribuir na preparação das visitas com seus alunos e desdobramentos em sala de aula. 

Mais informações sobre o Encontro com professores

 

Abertura da exposição e exibição de filme


13 de maio, sábado  |  Local: IMS-RJ

Abertura da exposição Chichico Alkmim, fotógrafo às 18h, precedida da exibição do filme Terra deu, terra come (2010, 88'), de Rodrigo Siqueira, às 16h.

Entrada franca, por ordem de chegada, sujeita à lotação.

 


 

Mais informações 


Sobre a exposição

Seleção de fotografias

Cronologia

Publicações relacionadas

Contatos da assessoria de imprensa


Acervo Chichico Alkmim no IMS

 

 

Chichico Alkmim, fotógrafo

Curadoria: Eucanaã Ferraz

Visitação: 13 de maio até 1º de outubro de 2017

Entrada franca

Site: www.chichico.ims.com.br
Use #ChichicoFotografo para compartilhar fotos nas redes sociais.


Imagem no alto: detalhes de fotografias de Chichico Alkmim / Acervo IMS

Local

Instituto Moreira Salles - Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
CEP 22451-040 - Rio de Janeiro/RJ
Tel.: (21) 3284-7400

Horário de visitação: de terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 11h às 20h.

Imprensa

 

Assessoria de imprensa IMS


Bárbara Giacomet de Aguiar
+55 11 3371-4490
barbara.aguiar@ims.com.br

 

Bianca Kirklewski
+55 11 3371-4424
comunicacao@ims.com.br




 

Mais informações 


Sobre a exposição

Seleção de fotografias

Cronologia

Eventos

Publicações relacionadas


Acervo Chichico Alkmim no IMS

 

 

Chichico Alkmim, fotógrafo

Curadoria: Eucanaã Ferraz

Visitação: 13 de maio até 1º de outubro de 2017

Entrada franca

Site: www.chichico.ims.com.br
Use #ChichicoFotografo para compartilhar fotos nas redes sociais.


Imagem no alto: detalhes de fotografias de Chichico Alkmim / Acervo IMS

Local

Instituto Moreira Salles - Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
CEP 22451-040 - Rio de Janeiro/RJ
Tel.: (21) 3284-7400

Horário de visitação: de terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 11h às 20h.

Publicações relacionadas a Chichico Alkmim

 

 


ACERVOS IMS

Acervo Chichico Alkmim no IMS

Chichico Alkmim (1886-1978) estabeleceu-se em Diamantina, Minas Gerais, em 1912 e montou seu estúdio definitivo em 1919. Autodidata, fotografou casamentos, batizados, funerais, festas populares e religiosas, paisagens, cenas de rua e os habitantes da região. O acervo do fotógrafo está sob a guarda do IMS desde 2015 e inclui registros de Diamantina e arredores na primeira metade do século XX.

 

 


POR DENTRO DO ACERVO DO IMS

Elegância brasileira

Por Carolina Casarin
A obra de Chichico Alkmim é de grande importância para a pesquisa sobre a indumentária e a moda no Brasil. Dentre todas as possibilidades de entrada que oferece, fica patente aquela que diz respeito à materialização visual de um modo de vestir propriamente brasileiro.

 

 


BLOG DO IMS

Família

Por Silviano Santiago
Todo mês, o Blog do IMS apresenta a seção Primeira vista, com textos de ficção inéditos escritos a partir de fotografias selecionadas no acervo do IMS. O autor escreve sem ter informação nenhuma sobre a imagem, contando apenas com o estímulo visual. Silviano Santiago foi convidado a escrever sobre uma foto de Chichico Alkmim.

 

 


POR DENTRO DO ACERVO DO IMS

O retratista de Diamantina

Por Mànya Millen
Chichico Alkmim dedicava a todos o mesmo olhar cuidadoso, perfeccionista, que criava e recriava ângulos, enquadramentos, figurinos, luz e cenários em busca da melhor composição.

 

 


BRASILIANA FOTOGRÁFICA

Diamantina, Chichico Alkmim e Carlos Drummond de Andrade

A Brasiliana Fotográfica homenageia Diamantina, cidade mineira fundada em 6 de março de 1831, com uma crônica de Carlos Drummond de Andrade e uma seleção de imagens produzidas por Augusto Riedel no século XIX e Chichico Alkmim nas primeiras décadas do século XX.

 

 


POR DENTRO DO ACERVO DO IMS

O resgate de Chichico Alkmim

A fascinante obra do mineiro Chichico Alkmim, pioneiro da fotografia em Diamantina (MG), chegou ao IMS em 2015: são mais de cinco mil negativos de vidro com imagens cristalinas da primeira metade do século XX.




 

Mais informações 


Sobre a exposição

Seleção de fotografias

Cronologia

Eventos

Contatos da assessoria de imprensa


Acervo Chichico Alkmim no IMS

 

 

Chichico Alkmim, fotógrafo

Curadoria: Eucanaã Ferraz

Visitação: 13 de maio até 1º de outubro de 2017

Entrada franca

Site: www.chichico.ims.com.br
Use #ChichicoFotografo para compartilhar fotos nas redes sociais.


Imagem no alto: detalhes de fotografias de Chichico Alkmim / Acervo IMS

Local

Instituto Moreira Salles - Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
CEP 22451-040 - Rio de Janeiro/RJ
Tel.: (21) 3284-7400

Horário de visitação: de terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 11h às 20h.

Exposições

Brasília: Fotografias de Jorge Bodanzky (Espaço Itaú de Cinema - SP)

Brasília: Fotografias de Jorge Bodanzky (Espaço Itaú de Cinema - SP)

A céu aberto (IMS-Poços de Caldas)

A céu aberto (IMS-Poços de Caldas)

Otto Stupakoff: beleza e inquietude (IMS-RJ)

Otto Stupakoff: beleza e inquietude (IMS-RJ)

Anri Sala: o momento presente (IMS-RJ)

Anri Sala: o momento presente (IMS-RJ)

Vitrines e fachadas - Dulce Soares (IMS-Poços de Caldas)

Vitrines e fachadas - Dulce Soares (IMS-Poços de Caldas)

Millôr: obra gráfica (IMS-RJ)

Millôr: obra gráfica (IMS-RJ)

Meus caros amigos - Augusto Boal - Cartas do exílio (IMS-RJ)

Meus caros amigos - Augusto Boal - Cartas do exílio (IMS-RJ)

Modernidades fotográficas, 1940-1964 (IMS-RJ)

Modernidades fotográficas, 1940-1964 (IMS-RJ)

Do arquivo de um correspondente estrangeiro: fotografias de Luciano Carneiro (IMS-Poços de Caldas)

Do arquivo de um correspondente estrangeiro: fotografias de Luciano Carneiro (IMS-Poços de Caldas)

O Paço, a praça e o morro (Paço imperial - RJ)

O Paço, a praça e o morro (Paço imperial - RJ)

Alice Brill: impressões ao rés do chão (IMS-Poços de Caldas)

Alice Brill: impressões ao rés do chão (IMS-Poços de Caldas)

A rua de minha infância (IMS-Poços de Caldas)

A rua de minha infância (IMS-Poços de Caldas)

O olhar que pensa o desenho (IMS-Poços de Caldas)

O olhar que pensa o desenho (IMS-Poços de Caldas)

No meio do Rio, entre as árvores: a Amazônia de Jorge Bodanzky (MIS-SP)

No meio do Rio, entre as árvores: a Amazônia de Jorge Bodanzky (MIS-SP)

Marcel Gautherot – Brésil: tradition, invention (Paris - MEP)

Marcel Gautherot – Brésil: tradition, invention (Paris - MEP)

Haruo Ohara: Fotografias (Japão)

Haruo Ohara: Fotografias (Japão)

Rio, papel e lápis (IMS-RJ)

Rio, papel e lápis (IMS-RJ)

David Drew Zingg: imagem sobre imagem (IMS - Poços de Caldas)

David Drew Zingg: imagem sobre imagem (IMS - Poços de Caldas)

Fotografia de domingo (IMS - Poços de Caldas)

Fotografia de domingo (IMS - Poços de Caldas)

A viagem das carrancas (IMS-RJ)

A viagem das carrancas (IMS-RJ)

Marcel Gautherot – o jubileu no santuário (Tiradentes - MG)

Marcel Gautherot – o jubileu no santuário (Tiradentes - MG)

Claudia Andujar: no lugar do outro (IMS-RJ)

Claudia Andujar: no lugar do outro (IMS-RJ)

Rio: primeiras poses (IMS-RJ)

Rio: primeiras poses (IMS-RJ)

Alice Brill: impressões ao rés do chão (IMS-SP)

Alice Brill: impressões ao rés do chão (IMS-SP)

Face andina - fotografias de Martín Chambi (IMS - Poços de Caldas)

Face andina - fotografias de Martín Chambi (IMS - Poços de Caldas)

Emancipação, inclusão e exclusão (IMS - Poços de Caldas)

Emancipação, inclusão e exclusão (IMS - Poços de Caldas)

Arvoressências (IMS-Poços de Caldas)

Arvoressências (IMS-Poços de Caldas)

William Eggleston, a cor americana (IMS-RJ)

William Eggleston, a cor americana (IMS-RJ)

Modernidades: fotografia brasileira 1940-1964 (Círculo de Belas-Artes de Madri - Espanha)

Modernidades: fotografia brasileira 1940-1964 (Círculo de Belas-Artes de Madri - Espanha)

David Drew Zingg: imagem sobre imagem (IMS-SP)

David Drew Zingg: imagem sobre imagem (IMS-SP)

Geraldo de Barros e a fotografia (Sesc Belenzinho - SP)

Geraldo de Barros e a fotografia (Sesc Belenzinho - SP)

Olhar e desenhar (IMS Poços de Caldas)

Olhar e desenhar (IMS Poços de Caldas)

Um passeio pelo Rio (IMS-RJ)

Um passeio pelo Rio (IMS-RJ)

Geraldo de Barros e a fotografia

Geraldo de Barros e a fotografia

Face andina - fotografias de Martín Chambi

Face andina - fotografias de Martín Chambi

Luz, cedro e pedra – Esculturas do Aleijadinho fotografadas por Horacio Coppola

Luz, cedro e pedra – Esculturas do Aleijadinho fotografadas por Horacio Coppola

A fotografia como investigação do ver

A fotografia como investigação do ver

Flieg fotógrafo (MAC - SP)

Flieg fotógrafo (MAC - SP)

O Estúdio Fotográfico Chico Albuquerque

O Estúdio Fotográfico Chico Albuquerque

Em 1964

Em 1964

Thomaz Farkas: Memórias e descobertas

Thomaz Farkas: Memórias e descobertas

Richard Serra: desenhos na casa da Gávea

Richard Serra: desenhos na casa da Gávea

São Paulo, fora de alcance
Fotografias de Mauro Restiffe

São Paulo, fora de alcance
Fotografias de Mauro Restiffe

Araújo Porto-Alegre: singular & plural

Araújo Porto-Alegre: singular & plural

Jacques Henri Lartigue - A vida em movimento

Jacques Henri Lartigue - A vida em movimento

Marc Ferrez: mestre da fotografia do século XIX

Marc Ferrez: mestre da fotografia do século XIX

São Paulo contemporânea por Cristiano Mascaro

São Paulo contemporânea por Cristiano Mascaro

Panoramas: a paisagem brasileira no acervo do IMS

Panoramas: a paisagem brasileira no acervo do IMS

Robert Polidori: Fotografias

Robert Polidori: Fotografias

Artur Pereira: Esculturas

Artur Pereira: Esculturas

Anna Mariani: pinturas e platibandas

Anna Mariani: pinturas e platibandas

Charles Landseer: Desenhos e aquarelas de Portugal e do Brasil

Charles Landseer: Desenhos e aquarelas de Portugal e do Brasil

As construções de Brasília

As construções de Brasília

Fred Sandback - O espaço nas entrelinhas

Fred Sandback - O espaço nas entrelinhas

Video portraits de Robert Wilson

Video portraits de Robert Wilson

Saul Steinberg: As aventuras da linha

Saul Steinberg: As aventuras da linha

Mira Schendel, pintora

Mira Schendel, pintora

Raphael e Emygdio: Dois modernos no Engenho de Dentro

Raphael e Emygdio: Dois modernos no Engenho de Dentro

William Kentridge: Fortuna

William Kentridge: Fortuna

Lugar nenhum

Lugar nenhum