Idioma EN
Contraste

A imagem digital no contexto pessoal

Sobre memória pessoal e coletiva na atualidade

Fórum
Série de nove encontros com convidados e profissionais do IMS
Quando
19 de maio a 14 de julho de 2020, terças,
às 17h30
Evento online gratuito
Transmissão no perfil de Facebook do IMS. Mais informações em Como participar
Ilustração: Mathieu Fontaine

Fotografar nunca foi tão fácil. Desde que os celulares se tornaram quase que uma extensão dos nossos braços, a produção de imagens só faz crescer. Paradoxalmente, contemplá-las, saber onde encontrá-las, vem sendo cada vez mais difícil. Depois do imediatismo do compartilhamento nas redes sociais, ou através de aplicativos de mensagens, as fotografias se amontoam em espaços virtuais ou, dependendo da memória dos aparelhos, são apagadas para que novas possam ser armazenadas, fazendo que parte importante da história de cada indivíduo também se esvaia.

Para ajudar as pessoas a refletirem sobre estas questões, preservarem seus acervos e guardá-los adequadamente, o IMS realizou o fórum "A imagem digital no contexto pessoal". Foram nove encontros abertos ao público, entre os dias 19/5 e 14/7, sempre às terças-feiras, com a participação de profissionais do instituto e de convidados.

"As caixas de sapato digitais não são mais as caixas de sapato analógicas", compara o coordenador de Fotografia do IMS e idealizador do fórum, Sergio Burgi, remetendo ao antigo hábito de acondicionamento de fotografias. Ele chama a atenção para o risco de se perder acesso aos conteúdos produzidos. "A importância desse material vai acontecendo ao longo do tempo, e hoje temos ferramentas, estratégias, que a própria indústria digital vai colocando à disposição", observa.

A discussão sobre o uso dessas ferramentas foi tema de um dos encontros virtuais. Outros abordaram questões como a seleção e edição de fotos; como indexá-las e descrevê-las de modo que no futuro possam ser facilmente encontradas; como, e com quem, compartilhar esses arquivos e de que forma os preservar. Um dos painéis debateu a produção de produtos analógicos, como fotografias impressas e livros, a partir de imagens originalmente digitais.

"Sem dúvida, o registro fotográfico e em vídeo tem uma dimensão que é a de afetar nosso círculo restrito. As memórias afetivas afirmam a nossa existência, a existência dos outros, e, com isso, atuam na construção da memória coletiva. Por isso é importante preservá-las” diz Burgi. Assista aqui em vídeo todas as sessões do fórum.

Comissão organizadora

Fórum A imagem digital no contexto pessoal

A iniciativa do fórum A imagem digital no contexto pessoal está voltada para a reflexão sobre o papel da memória pessoal na construção da memória coletiva, avaliando as potencialidades e dificuldades trazidas pelo meio digital para a produção e preservação de imagens e vídeos no contexto contemporâneo, onde o celular, em especial, funciona como aparato para produção de imagens e simultaneamente plataforma para imediata difusão e comunicação destes conteúdos.

Agregar a este processo contínuo de produção e circulação de imagens, noções, procedimentos, orientações e ferramental que permitam a organização, recuperação e preservação de longo prazo de conteúdos selecionados é a meta deste fórum.

Para isto constituiremos no próprio site do IMS, nestas páginas já estruturadas para anunciar e documentar a programação do evento, um conjunto de informações sobre o tema, através dos vídeos dos encontros sendo gravados e dos diversos links e conteúdos relacionados que serão gradualmente indicados e enviados pelos convidados e organizadores do evento.

Esta iniciativa, voltada para a preservação de arquivos pessoais nativo digitais, insere-se numa plataforma mais ampla e abrangente, a da Preservação Digital, tema hoje presente e relevante para todas as instituições culturais.

O Instituto Moreira Salles, através de sua Coordenadoria de Gestão de Acervos, coordenada por Gabriel Moore Forell Bevilacqua, vem desenvolvendo diversas ações nesta área.

Em paralelo às melhores práticas de captura e digitalização de seus acervos originais, ao tratamento integrado de dados nos processos de descrição dos múltiplos acervos e suportes documentais que compõem o conjunto do legado cultural de valor permanente preservado no instituto, e ao desenvolvimento de plataformas de difusão e pesquisa que potencializam e ampliam o acesso público e aberto aos conteúdos do acervo, o IMS entende que os atuais desafios da preservação digital pedem necessariamente o estabelecimento de um programa abrangente na instituição que seja capaz de lidar consistentemente com a preservação de dados, a manutenção de seus significados e contexto de criação, bem como de sua confiabilidade e integridade, utilizando ferramentas certificadas para estas ações, que levem inclusive em consideração o crescimento exponencial do conteúdo digital a ser preservado pelas instituições de memória. É nesta direção que o instituto vem caminhando.

Neste contexto institucional mais amplo, dos desafios da preservação digital colocados para todos nós, insere-se a presente plataforma de conteúdo e informação do Fórum, plataforma estruturada especificamente para as questões de preservação digital no âmbito pessoal, mas dentro de uma concepção clara de que esta memória pessoal é e será sempre também integrante e constitutiva de nossa memória social e coletiva.

Comissão organizadora do fórum A imagem digital no contexto pessoal
Celina Yamauchi (IMS)
Joanna Americano Castilho (IMS)
Gabriel Moore Forell Bevilacqua (IMS)
Millard Schisler (consultor e responsável pelo programa do Fórum)
Sergio Burgi (IMS)

19/5 - Introdução

Uma ampla discussão conceitual sobre as questões de preservação da produção fotográfica e videográfica individual/pessoal no contexto digital contemporâneo.

Abertura: Sergio Burgi (IMS)

Convidadas/os | Giselle Beiguelman, Michel Laub e André Porto Ancona Lopez

Produção pessoal | Uma visão histórica e contemporânea | Millard Schisler e Joanna Americano Castilho (IMS)

00:21 – Introdução de Sergio Burgi
08:52 – Apresentação de Michel Laub por Sergio Burgi
09:46 – Fala de Michel Laub
25:50 – Apresentação de Giselle Beiguelman por Sergio Burgi
26:20 – Fala de Giselle Beiguelman
48:16 – Comentários de Sergio Burgi
48:55 – Apresentação de André Ancona Lopez por Sergio Burgi
49:40 – Fala de André Ancona Lopez
1:12:38 – Comentários de Sergio Burgi
1:13:44 – Apresentação de Millard Schisler e Joanna Americano Castilho por Sergio Burgi
1:36:43 – Comentários de Sergio Burgi
1:38:00 – Leituras das perguntas feitas no Facebook
1:32:22 – Respostas às perguntas feitas pelos participantes na ordem em que falaram
2:00:09 – Encerramento


Slides das apresentações
:

Millard Schisler e Joanna Americano Castilho
Giselle Beiguelman
André Ancona Lopez


Conteúdo relacionado
:

Barateamento de celulares e câmeras revoluciona forma como classes C, D e E registram dia a dia, por Maiá Menezes e Tatiana Farah

Profiferação de imagens esbarra no caos e em problemas de HD, por Maiá Menezes e Tatiana Farah

Com celulares à mão, índios, agricultores e cabelereiras retratam pela 1ª vez suas famílias, por Maiá Menezes e Tatiana Farah

The Influence of Taking Photos on Memory for a Museum Tour, por Linda A. Henkel

Silenciando o passado: poder e a produção da história, de Michel-Rolph Trouillot

Camera: A History of Photography from Daguerreotype to Digital, por Todd Gustavson

The History of the Kodak Brownie

The Brownie Camera Page, por Chuck Baker

Kodak Brownie Cameras

Blast from the Past: Photos Captured 125 Years Ago with the Kodak No. 1, por Kelsey Campbell-Dollaghan

You Press the Button, We Do the Rest, por Donna Romer

The world's first digital camera, introduced by the man who invented it, por David Friedman

Family Photo Talks

Fotografar prejudica a memória?, de Nina Velasco e Cruz e Manuela Salazar

 

Evento realizado em 19/5/20.

26/5 - Onde estão todas as fotografias

Uma conversa sobre todas as formas de produção de imagens e onde elas estão sendo atualmente armazenadas.

Convidadas/os | Patricia de Filippi e Renato Gaiofato 

Para onde vão as nossas imagens | Millard Schisler e Joanna Americano Castilho (IMS)

00:21 – Apresentação de Patricia de Filippi
01:53 – Fala de Patricia de Filippi
06:21 – Vídeo produzido pela Patricia Filippi
17:08 – Fala da Patricia Filippi sobre o conteúdo do vídeo
19:37 – Patricia Filippi falando do projeto Memórias Compartilhadas do MIS-Ceará
22:05 – Perguntas para Patricia Filippi
27:15 – Apresentação de Renato Gaiofato
28:09 – Fala de Renato Gaiofato
56:10 – Perguntas e Respostas: participações de Renato, Patricia e Millard
1:05:42 – Fala de Millard Schisler
1:12:50 – Fala de Joanna Americano Castilho
1:23:29 – Perguntas e respostas: participações de Renato, Patricia, Millard e Joanna
1:43:15 – Encerramento

Slides das apresentações:
Millard Schisler
Joanna Americano Castilho
Renato Gaiofato


Conteúdo relacionado
:

Projeto Memórias Compartilhadas do MIS-Ceará

 

Evento realizado em 26/5/20.

5/6 - Como organizar meus materiais

Uma conversa sobre a organização.

Convidadas/os | Jorge Lira, Marcos Issa e Gabriel Moore (IMS)

Entender os princípios | Millard Schisler e Joanna Americano Castilho (IMS)

00:20 – Introdução
01:15 – Apresentação do Jorge Lira
01:52 – Fala de Jorge Lira
14:16 – Apresentação do Marcos Issa
14:42 – Fala de Marcos Issa
29:19 – Perguntas e respostas
40:44 – Fala de Joanna Americano
54:02 – Fala de Millard Schisler
1:05:17 – Fala de Gabriel Moore
1:19:22 – Perguntas e respostas

Slides das apresentações:
Marcos Issa
Joanna Americano Castilho


Conteúdo relacionado
:

The Best Way to Organize Photos, por Nasim Mansurov

Top 29 Best Photo Organizer Apps in 2020, por Stefano Caioni

Top 25 Photo Organizing Software and Apps of 2020, por Boaz Eapen

Sorting Things Out: Classification and Its Consequences, por Geoffrey C. Bowker & Susan L. Star

Memory Practices in the Sciences, por Geoffrey C. Bowker & Susan L. Star

NOBRADE - Norma brasileira de descrição arquivística, por CONARQ

Recomendações para Digitalização de Documentos Arquivísticos Permanentes, por CONARQ

GUID - Globally Unique Identifier

Google Photos "High quality" vs "Original": What's the difference and should you care?, por Milen Yanachkov

VRA Core

Painel IPTC do Adobe Bridge

6 Free Tools To Change Photo’s Exif Data, Remove Metadata And Hide Dates, por Ngan Tengyuen

Existir em bits: arquivos pessoais nato-digitais e seus desafios à teoria arquivística, por Jorge Phelipe Lira de Abreu

Manual para la gestión de fondos y colecciones fotográficas, por Joan Boadas, Lluís-Esteve Casellas e M. Àngels Suquet

Diretrizes do produtor: a elaboração e a manutenção de materiais digitais: diretrizes para indivíduos, por InterPares 2 Project

PARADIGM PROJECT. Guidance for creators of digital materials

Softwares para fazer pesquisa e busca de arquivos de imagem e pastas duplicadas.

Crie pastas para testes antes de aplicar o software nos arquivos originais.
Na App Store e no Google Play, têm muitas versões, e muitas vezes com nomes muito semelhantes. Algumas gratuitas, outras com valores simbólicos, e algumas em torno de 20 dólares.

1. Duplicate Photos Fixer – versão gratuita
2. Duplicate Photos Fixer Pro – versão paga que permite remover pastas iguais
3. Duplicate File Finder
4. Duplicate Photos Finder
5. Versão Anti-Twin, open source, somente para Windows: http://www.joerg-rosenthal.com/en/antitwin/

Softwares para organizar e editar fotografias

1. Adobe Lightroom (versão paga)
2. Darktable ( versão gartuita)

 

Este evento foi adiado de 2/6 para 5/6/20 em decorrência da participação do IMS no movimento mundial #blackouttuesday.

9/6 - O que guardar

Uma conversa sobre como fazer a seleção do que deve ser preservado.

Convidadas/os Mariana Newlands (IMS) e Carolina Matos

O que a seleção nos ensina | Millard Schisler e Joanna Americano Castilho (IMS)

Introdução: 0:21
Apresentação de Mariana Newlands: 1:47
Fala de Mariana Newlands: 2:08
Apresentação de Carolina Matos: 13:17
Fala de Carolina Matos: 14:00
Perguntas e respostas: com participação de Mariana, Carolina e Joanna: 34:10
Fala de Joanna Americano: 51:32
Comentários de Millard e Joanna: 1:02:31
Fala de Millard Schisler: 1:03:30
Perguntas e repostas: com participação de Mariana, Carolina, Joanna e Millard: 1:17
Fim: 1:39:05

Slides das apresentações:
Mariana Newlands
Millard Schisler

 

Conteúdo relacionado:

The Horse in Motion, de Eadweard Muybridge

Muybridge himself throwing a disk, climbing a step, and walking, de Eadweard Muybridge

Beijing Silvermine

Visualize Memórias no app Fotos do iPhone

Câmera | Samsung Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra

Aby Warburg Mnemosyne Atlas

Museum of the World

Software Adobe Bridge

 

Evento realizado em 9/6/20.

16/6 - Como descrever meus materiais

Como devemos descrever e indexar os materiais digitais para fazerem sentido no futuro e serem localizados.

Convidadas/os | Roberta Zanatta  (IMS)

Metadados, quem vai fazer? | Millard Schisler e Joanna Americano Castilho (IMS)

Apresentação inicial: 0:21 Millard Schisler
Introdução de Roberta Zanatta: 1:30
Fala de Roberta Zanatta: 2:10
Perguntas e Respostas com participação de Roberta, Joanna e Millard: 36:45
Fala de Joanna Americano Castilho: 50:00
Perguntas e Respostas com participação de Joanna e Millard: 1:10:07
Fala de Millard Schisler: 1:13:05
Perguntas e Respostas com participação de Roberta, Joanna e Millard: 1:32:39
Fim: 1:48:10

Slides das apresentações:
Roberta Zanatta
Tese Roberta Zanatta
Millard Schisler

 

Conteúdo relacionado:

Tesauro de Objetos do Patrimônio Cultural nos Museus Brasileiros, de Helena Dodd Ferrez

Vocabulário controlado para acervos fotográficos: iniciativa e desenvolvimento no Arquivo Histórico de São Paulo, de Ivany Sevarolli e Ricardo Mendes

Catálogos de Autoridades de nomes/entidades, Terminologia de assuntos e da Sociedade Brasileira de Autores (SBAT) da Biblioteca Nacional

Vocabulário controlado para fotografia da Biblioteca Jenny Klabin Segall / Museu Lasar Segall

Dublin Core Metadata Initiative

Adobe Bridge

Usando a inteligência artificial para ajudar as pessoas cegas a 'ver' o Facebook, de Shaomei Wu, Hermes Pique e Jeffrey Wieland

Cultural Heritage IPTC PANEL para Adobe Bridge

Conjuntos de dados abertos para deep learning com os quais todos os cientistas de dados devem trabalhar, por Pranav Dar

Pesquisa sobre deep learning e reconhecimento de imagens, de Andrej Karpathy e Li Fei-Fei

Fotografia de Canudos com matéria na Brasiliana Fotográfica sobre os 400 jagunços prisioneiros

Questão de pele, de Lorna Roth

Projeto da Google de conjuntos de dados inclusivos

Fotografias da missão Gemini IV em 1965

 

Evento realizado em 16/6/20.

23/6 - Como armazenar meus materiais

As melhores práticas de armazenamento para preservação.

Onde, como guardar e por quanto tempo? | Millard Schisler e Joanna Americano Castilho (IMS)

Apresentação: 0:19
Fala de Millard: 2:01
Perguntas e repostas com participação de Joanna e Millard: 31:30
Fala de Joanna: 38:30
Comentários de Millard e Joanna sobre a fala da Joanna: 53:50
Perguntas e repostas com participação de Joanna e Millard: 57:30
Fala de Millard sobre o descarte: 1:23:53
Fala de Millard demonstrando alguns softwares: 1:27:14
Encerramento com fala da Joanna: 1:45:44

Slides das apresentações:
Millard Schisler
Joanna Americano Castilho

 

Conteúdo relacionado:

As unidades de disco ainda armazenarão mais da metade dos dados do mundo em 2024, de Chris Mellor

Where in the world is storage, por IDC Corporate USA

10 melhores fornecedores de armazenamento em nuvem gratuitos

Os melhores serviços de armazenamento em nuvem para usuários da Apple, de Jason Cross

Disquetes e os códigos para lançamento nuclear nos EUA, de Last Week Tonight with John Oliver (HBO)

File Transfer Calculator

Quanto tempo duram os discos rígidos? Tempo de vida e sinais de falha, de Jeremy S.

Vida útil das SSDs, por SolarWinds MSP

 

Evento realizado em 23/6/20.

30/6 - Acesso online aos meus materiais

Como devemos dar acesso aos materiais preservados para que possam ser disseminados para nossas famílias e nossos amigos.

Convidadas/os | Bruno Buccalon (IMS) e Mariana Valente

Estar visível ou não | Millard Schisler e Joanna Americano Castilho (IMS)

Introdução: 0:18
Introdução de Bruno: 4:10
Fala do Bruno: 4:49
Perguntas e repostas, com participações de Bruno, Joanna e Millard : 24:15
Introdução de Mariana: 32:37
Fala de Mariana: 33:17
Perguntas e respostas, com participações de Mariana, Joanna e Millard: 1:06:55
Fala de Joanna: 1:16:05
Perguntas e respostas finais, com participações de todos: 1:41:17
Fim 1:54:34

Slides das apresentações:
Bruno Buccalon
Mariana Valente
Joanna Americano Castilho

 

Conteúdo Relacionado:

Sobre direitos da imagem e Instagram, em Groups.io

Termos de serviços
Google Fotos
iCloud
Instagram

A história de Richard Prince e sua arte no Instagram de US $ 100.000, por Lizzie Plaugic

Joy Buolamwini

Justiça e algoritmos nos EUA, por Tom Simonite

Sugestões de busca na internet:

Pesquise por Watermark your images, Marca d’água nas fotografias para ver links com inúmeras soluções de programas para inserir imagens e textos na sua imagem.

Pesquise por Digital Watermarking e Steganography para entender a marca d’água digital que é invisível, e lida somente via softwares especializados.

Pesquise sobre Dark Data para entender melhor o que isto significa.

 

Evento realizado em 30/6/20.

7/7 - Do digital ao analógico

A produção de produtos analógicos, fotografias impressas e livros, como forma de preservação de fotografias nativo digitais.

Convidadas/os | João Musa e Celina Yamauchi (IMS)

Materialidade das imagens selecionadas | Millard Schisler e Joanna Americano Castilho (IMS)

Introdução: 0:18
Apresentação de Celina e João: 1:20
Agradecimentos do João: 2:48
Agradecimentos da Celina: 2:56
Fala da Celina: 3:20
Fala do João Musa: 21:05
Fala do Millard: 34:23
Fala da Joanna: 49:23
Perguntas e Respostas com participação de todos: 1:03:58
Encerramento e aviso do próximo programa com a Joanna: 1:33

Slides das apresentações:
Millard Schisler
Joana Americano Castilho

 

Conteúdo relacionado:

Notas sobre a experiência e o saber de experiência, de Jorge Larrosa Bondía

O ensaio e a escrita acadêmica, de Jorge Larrosa

Como fazer um livro de papel

Diferença entre impressão e revelação de fotos: decida até qual geração o seu trabalho vai chegar, de Blog Viacolor.

Glossário do Outsourcing de Impressão: mais de 70 termos para conhecer, por Janaína Colpani

Wilhelm Imaging Research, portal de pesquisas sobre longevidade de materiais

Estudo sobre durabilidade das impressões com impressoras digitais Xerox iGen, de Wilhelm Imaging Research

Estudo sobre durabilidade das impressões com impressoras HP Indigo, de Wilhelm Imaging Research

Pesquisa sobre a permanência da impressão no mercado de impressão digital para consumidores de 4x6 polegadas de 2004 a 2007, de Wilhelm Imaging Research

Estudo sobre a durabilidade das impressoras Epson P7000 e P9000 com tinta de pigmento mineral, de Wilhelm Imaging Research

DNA: A próxima grande novidade para armazenamento de dados?, por Jeff Schmerker

Quanto tempo durarão minhas fotografias impressas?, de Metro Imaging

Piql - protegendo suas informações insubstituíveis

Arrilaser - The Industry Standard in Film Recording

Acervo Hans Gunter Flieg no IMS

Acervo Chichico Alkmim no IMS

Artigo sobre Chichico Alkmim na Brasiliana Fotográfica

Exposição Quebrada, São Paulo na visão dos Cria

Quebrada, São Paulo na visão dos crias, por LeMonde Diplomatique Brasil


Sugestões de busca na internet:

Pesquise por Livros de Artista, Libros de Artista e Artists Books para descobrir um universo fantástico de projetos no Brasil, América Latina e mundo afora.

Pesquise por foto livros e álbum de fotos para encontrar as principais empresas do setor que estão trabalhando com estas soluções. Procure saber mais sobre os processos, tecnologia de impressão utilizada, e a possibilidade de conversar com alguém para entender melhor sobre como preparar seus arquivos, perfis da gráfica e se tem algum tratamento sendo feito nas suas imagens após o envio.

Links extras:

Tremores - Escritos sobre experiência, de Jorge Larrosa Bondía e João Wanderley Geraldi

Pedagogia profana - Danças, piruetas e mascaradas, de Jorge Larrosa Bondía, Fernando Scheibe e Cristina Antunes

A citação sobre “o homem normal”, feita por João Musa é do prefácio do livro  Contos Filosóficos do Mundo Inteiro, de Jean Carriere Claude

Simão, o Mago, de Jean-Claude Carrière

Os Fantasmas de Goya, de Jean-Claude Carrière e Milos Forman

A Linguagem Secreta do Cinema - Col. 40 Anos, de Jean-Claude Carrière

Evento Estética das Periferias no IMS Paulista

Estética das Periferias no IMS Paulista: Roda de Conversa - Periferia e Mercado Editorial

Periferias de São Paulo são retratadas em exposição de fotos, URGENTE NEWS

Prêmio Arcanjo de Cultura: conheça os indicados e homenageados da 1ª edição, Coluna Miguel Arcanjo (UOL)

Prêmio Arcanjo de Cultura é entregue nesta quarta no Theatro Municipal, Coluna Miguel Arcanjo (UOL)

Saiba o que rolou na primeira edição do Prêmio Arcanjo de Cultura, Revista Claudia

Prêmio Arcanjo de Cultura nasce no Municipal em noite histórica das artes, Coluna Miguel Arcanjo (UOL)

 

Evento realizado em 7/7/20.

14/7 - Repensar a captura

Fechando o ciclo, podemos repensar a nossa produção digital para algo mais sustentável?

Convidadas/os | Leonardo Pastor, Marcelo Rocha, Sergio Burgi (IMS), Gabriel Moore, Millard Schisler, Celina Yamauchi (IMS) e Joanna Americano Castilho (IMS)

0:20 - Introdução Joanna
9:11 - Introdução do Sergio Burgi
17:00 - Fala de Leonardo
39:32 - Fala do Marcelo Rocha
1:07:28 - Perguntas e respostas com participação de todos
1:47:53 - Encerramento
1:49:08 - Fala final do Gabriel
1:53:00 - Fala final da Joanna
1:53:45 - Fala final da Celina
1:55:50 - Fala final do Millard
1:57:50 - Fala final do Sergio
2:03:33 - Fala final do Leonardo
2:04:10 - Fala final do Marcelo
2:05:26 - Encerramento Joanna
2:05:46 - Encerramento Sergio
2:06:36 - Encerramento Millard
2:04:45 - Fim


Conteúdo Relacionado:

L’image conversationnelle: les nouveaux usages de la photographie numérique, de André Gunthert

Lo ordinario digital: digitalización de la vida cotidiana como forma de trabajo, de Amparo Lasén

Prática do selfie: experiência e intimidade no cotidiano fotográfico, de Leonardo Pastor

Performatividade algorítmica e experiências fotográficas, de André Lemos e Leonardo Pastor

 

Evento realizado em 14/7/20

Sobre os participantes

André Porto Ancona Lopez é doutor em História Social (USP) e arquivista (USP). Como professor de arquivologia na Universidade de Brasília (UnB) dedica-se à pesquisa, orientação e ensino em temas relacionados aos acervos fotográficos. Foi professor convidado na Espanha (UCM), Colômbia (UdeA, ITM, La Salle) e Argentina (UNLU). Publicou mais de 110 trabalhos completos. É membro do Photographic and Audiovisual Archives Working Group, do Conselho Internacional de Arquivos. Fundou e coordena o Grupo de Pesquisa Acervos Fotográficos e a revista Photo & Documento.

Bruno Buccalon é arquiteto. Assistente técnico na coordenação de fotografia do Instituto Moreira Salles, trabalha com pesquisa e desenvolvimento em patrimônio cultural, atuando em iniciativas de acesso aberto e humanidades digitais. Atualmente coordena o projeto Vistas Situadas do Rio de Janeiro, realizado em parceria com a Universidade de Rice (EUA) com apoio de uma bolsa em história da arte digital da Fundação Getty (EUA). É membro do Comitê Internacional de Documentação do Conselho Internacional de Museus (CIDOC/ICOM).

Carolina Matos tem 15 anos de experiência no campo cultural, elaborando projetos expositivos e educativos em colaboração com instituições como Itaú Cultural, Oi Futuro, Matadero e La Casa Encendida (Madri). Doutoranda em História da Arte pela UCM (Madri), com tese sobre transformação digital em instituições culturais. Presta consultoria para coleções privadas com diferentes perfis de aquisição. Atualmente coordena o projeto Abre-te Código (Goethe-Institut SP) e é produtora digital na Feelscience.

Celina Yamauchi é artista visual e professora. Graduou-se na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo e obteve a titulação de Mestre em Artes (2001) e de Doutora em Artes (2013) pela mesma instituição. Atualmente integra o corpo docente da Fundação Armando Álvares Penteado. No IMS Paulista atua como curadora de programação das oficinas de fotografia. Expôs as imagens fotográficas da tese intitulada De prata e de tinta na Biblioteca Mário de Andrade, que passaram a integrar o acervo municipal.

Gabriel Moore é gestor de acervos do IMS. É historiador, arquivista e especialista em documentação de acervos museológicos. Atua no Comitê Internacional de Documentação do Conselho Internacional de Museus (CIDOC-ICOM) e no conselho do ICOM Brasil.

Giselle Beiguelman é artista e professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Suas obras integram acervos de museus no Brasil e no exterior. É autora de Memória da amnésia: políticas do esquecimento (Ed. Sesc, 2019), entre outros, colunista da Rádio USP e da Revista Zum.

Joanna Americano Castilho é especializada em digitalização de acervos fotográficos, tratamento digital de imagens e impressões digitais fine-art. Atua desde 2002 no campo da fotografia e arte contemporânea, trabalhando no Instituto Moreira Salles com produção de impressões, exposições, livros de arte e acervos digitais. Desde 2015 coordena o Núcleo de Digitalização do IMS, supervisionando diretamente a digitalização dos acervos da instituição, o tratamento digital das imagens para as exposições e publicações, bem como a produção de impressões digitais fine-art. Na área editorial, além de acompanhar a produção de provas de referência para uso em gráficas, contribui na definição dos processos de impressão offset dos livros e catálogos produzidos pelo IMS.

João Musa é graduado em engenharia na Poli USP (1974), com mestrado em Artes (1990) e doutorado em Artes em (1999). Atualmente é professor no Departamento de Artes da ECA USP. Em 2010, teve editados os livros de ensaios fotográficos  Um inverno e Depois do inverno, e, em 2012, Vila Prudente e  24x36, este com imagens digitais. Responde pela coordenação do grupo de pesquisa sobre impressão fotográfica, ligado ao Departamento de Artes, fundado em 2010.

Jorge Lira é mestre em Gestão de Documentos e Arquivos pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Especialista em Arquivos e Direitos Humanos pela Universidade Autônoma de Barcelona. Bacharel em Arquivologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Autor do livro Existir em bits: arquivos pessoais nato-digitais e seus desafios à teoria arquivística, publicado pela Associação de Arquivistas de São Paulo. Atualmente é analista de documentação da Federação Brasileira de Bancos.

Leonardo Pastor é fotógrafo, doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia e pesquisador do Lab404 (Laboratório de Pesquisa em Mídias Digitais, Redes e Espaço). Entre 2018 e 2019 atuou como pesquisador visitante da Facultad de Ciencias Políticas y Sociología, na Universidad Complutense de Madrid, desenvolvendo parte de uma pesquisa sobre a prática de selfie na relação com plataformas digitais. Dedica-se atualmente a investigações sobre cultura digital e práticas fotográficas cotidianas.

Marcelo Rocha é fotógrafo, ativista em educação, negritude e mudanças climáticas. Cofundador do Movimento NÓS e ex-conselheiro municipal de Juventude de Mauá (SP), participou das Ocupações Estudantis em 2015-16, representando os estudantes na relatoria da ONU e Conselho Nacional do Ministério Público. Trabalhou com adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa na organização Ação Educativa. 

Marcos Issa é fotojornalista, trabalhou em grandes jornais e revistas. Fundou a Agência Argosfoto em 1995, onde desenvolveu o banco de imagens online, com participação de diversos fotógrafos. Migrou muito cedo para o digital e logo começou sua preocupação com a organização e preservação digital. Desde 2007 ministra cursos de Lightroom. Fundou a PrataPixel, especializada em digitalização de fotografias. Em 2015 graduou-se em Biblioteconomia e Ciências da Informação, na FESPSP.

Mariana Giorgetti Valente é diretora do InternetLab e professora do Insper, onde coordena a Certificação em Direito e Tecnologia. Coordenadora do Creative Commons Brasil. Advogada e doutora em sociologia jurídica pela USP. Foi pesquisadora visitante na UC Berkeley, e é pesquisadora no Núcleo Direito e Democracia do CEBRAP.

Mariana Newlands é designer gráfica de livros, ilustradora e curadora no departamento de Fotografia do Instituto Moreira Salles.

Michel Laub é escritor e jornalista. Foi editor-chefe da revista Bravo, coordenador de publicações do Instituto Moreira Salles e colunista da Folha de S.Paulo e do Globo. Hoje é colunista do Valor Econômico e colaborador de diversas editoras e veículos. Publicou sete romances, todos pela Companhia das Letra, entre eles Diário da queda (2011) e O tribunal da quinta-feira. Seus livros saíram em 13 países e dez idiomas. É um dos integrantes da edição Os melhores jovens escritores brasileiros, da revista inglesa Granta. Recebeu vários prêmios, entre eles o JQ – Wingate (Inglaterra), e Transfuge (França).

Millard Schisler é fotógrafo e educador com mestrado em Artes Visuais no Visual Studies Workshop, Rochester New York. Lecionou no School of Photographic Arts and Sciences e School of Print Media no Rochester Institute of Technology de 1995 a 2006. Também em Rochester, cursou e depois lecionou no curso de preservação fotográfica do George Eastman House de 1996 a 1998. Hoje leciona no Mestrado de Museologia da Johns Hopkins University e trabalha com a preservação de acervos analógicos e digitais, preservação digital, digitalização, tratamento e impressão de imagens.

Patricia de Filippi é formada em arquitetura e atua em preservação, restauração e digitalização de acervos  fotográficos e cinematográficos. Especializou-se em conservação fotográfica no Arquivo Público da Cidade de Nova York, EUA,1990/91 e em preservação cinematográfica na George Eastman Museum, em Rochester, EUA, em 2000/01. Foi docente no curso de Bacharelado em Fotografia na Faculdade Senac de Comunicação e Artes, de 1999 a 2004, coordenou o laboratório de restauração da Cinemateca Brasileira/MinC por 13 anos e foi diretora adjunta da Cinemateca de 2007 a 2013.

Renato Gaiofato é formado em Administração de Empresas. Estudou fotografia na Focus e no ICP – International Center of Photography NY, e atua há 25 anos na fotografia, com materiais publicados em jornais e revistas como Folha de S. Paulo, Folha da Tarde, Fluir, Trip, Hardcore, Boa Forma, Inside, Bike Action, Golf. Ganhou os prêmios Red Bull Photography (2014), MIRA Mobile Prize (2015), e menção honrosa no Mobile Photo Awards (2016).  Participou de diversas exposições no Brasil e no exterior, dedicando-se atualmente à produção autoral e audiovisual.

Roberta Zanatta coordena o Núcleo de Catalogação e Indexação da Coordenadoria de Fotografia do Instituto Moreira Salles. Atua na área de pesquisa, catalogação, gestão de banco de dados e difusão de acervos há 18 anos. É graduada, mestre e doutora em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Coordenou o Setor Iconográfico do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro (MIS-RJ), trabalhou também no Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC-FGV) e no Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz (Coc-Fiocruz).

Sérgio Burgi é formado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP) em 1981, ano em que ingressou no curso de Mestrado em Conservação Fotográfica da School of Photographic Arts and Sciences, do Rochester Institute of Technology (EUA) onde obteve em 1984 os diplomas de Master of Fine Arts in Photography e Associate in Photographic Science pelo Rochester Institute of Technology. Foi coordenador do Centro de Conservação e Preservação Fotográfica da Funarte entre 1984 e 1991. É membro do Grupo de Preservação Fotográfica do Comitê de Conservação do Conselho Internacional de Museus (ICOM) e desde 1999 coordena a área de fotografia do Instituto Moreira Salles

Como participar

Quando
19 de maio a 14 de julho de 2020, terças-feiras, das 17h30 às 19h
9 encontros
Evento online e gratuito.
Não é necessário se inscrever antecipadamente.