Idioma EN
Contraste

Por Dentro dos Acervos Veja Mais +

Visite (de casa) nossa biblioteca

30 de março de 2020
Cinco livros digitais do acervo da Biblioteca de Fotografia para ler nesta quarentena

 

Para colaborar com uma quarentena de qualidade, estamos publicando no Instagram da Biblioteca de Fotografia (@bibliotecadefotografiaims) links para alguns livros que temos em versão digital no acervo e que podem ser acessados online.

São títulos que existem também ou apenas nesse formato, ou que, por estarem esgotados, foram assim disponibilizados por editores ou autores – e, portanto, as leis de direito autoral estão respeitadas. Entre esses, faço aqui um recorte de cinco publicações cuja leitura nos transporta para outros tempos e espaços.

 

Picture ahead: a Kodak e a construção do turista-fotógrafo (Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia, 2016), de Lívia Aquino

Nesta pesquisa criteriosa e ricamente ilustrada, a professora e pesquisadora Lívia Aquino analisa a maneira como a Kodak e sua publicidade catalisaram a fotografia amadora e sua presença histórica no campo do turismo, contribuindo decisivamente para a popularização da fotografia.

 

Belém da saudade: a memória da Belém do início do século XX em cartões-postais (Secult, 2014)

Uma boa maneira de viajar para a Belém do começo do século passado através de seus cartões-postais, pesquisados e recuperados em diversos acervos no Brasil.

 

Fotografía en Uruguay: historia y usos sociales 1840-1930 (CdF, 2012), org. Magdalena Broquetas

Catálogo do CdF (Centro de Fotografia de Montevidéu), instituição muito atuante no meio, digitalizou e criou uma exposição a partir de seu acervo e dos arquivos da Biblioteca Nacional e do Museu Histórico Nacional do Uruguai, e que percorre a primeira etapa da história da fotografia em nosso país vizinho – desde 1840, quando chega ao paisito pouco após o anúncio público da descoberta do daguerreótipo, até 1930.

 

Fotopinturas: coleção Titus Riedl (Galeria Estação, 2011), org. Eder Chiodetto

Parte da coleção do sociólogo Titus Reidl, as fotopinturas – técnica praticamente extinta hoje, que consiste em fazer retratos pintados a partir de fotografias – presentes neste catálogo nos remetem ao universo estético do sertanejo nordestino.

 

From the Picture Press (MoMA, 1973), org. John Szarkowski

Hoje nos acostumamos a ver imagens saltarem dos jornais para as galerias de arte, mas em 1973, quando John Szarkowski, diretor do departamento de fotografia do MoMA de Nova York, propôs essa exposição, isso não era tão comum assim. O curador selecionou imagens a partir do que identificava como grandes temas do fotojornalismo, como cerimônias, vencedores e perdedores, heróis, boas-novas, confrontações e tragédias.

 

PS: Caso queira que seu livro fotográfico esteja disponível em formato digital em nosso acervo, ainda que já haja um exemplar físico aqui (ou mesmo que não), escreva para biblioteca.fotografia@ims.com.br.

 

 

Miguel del Castillo é escritor e curador da Biblioteca de Fotografia do IMS Paulista. (Foto: Carolina Ribeiro)

Sobre os acervos

Mais IMS