Publicações e DVDs

Chiquinha Gonzaga – uma história de vida

Biografia da compositora e maestrina que abriu caminhos e ajudou a definir os rumos da música brasileira. O livro de Edinha Diniz traz cerca de 90 imagens que convidam o leitor a conhecer o Rio de Janeiro da virada do século, além de fotos do acervo da família da artista.


  • Edinha Diniz

    Páginas: 316 / Formato: 16x 23 cm

O Carnaval de Pixinguinha

A caixa de partituras reúne 25 arranjos do compositor e um livreto especial.


  • Pixinguinha

    Páginas: 28 páginas / Formato: 22,8 x 16 cm

O enigma do homem célebre: ambição e vocação de Ernesto Nazareth

Cacá Machado apresenta uma análise dos elementos musicológicos, históricos e literários que envolvem a obra do compositor Ernesto Nazareth.


  • Cacá Machado

    Páginas: 272 / Formato: 17 x 24,5 cm

Pixinguinha – Inéditas e redescobertas

A publicação reúne 20 partituras do compositor, dentre elas nove inéditas e outras 11 há muito tempo inacessíveis ao grande público.


  • Pixinguinha

    Páginas: 64 / Formato: 24 x 30 cm

Pixinguinha na Pauta: 36 arranjos para o programa “O Pessoal da Velha Guarda”

a publicação, já esgotada, consiste de uma caixa especial com 36 partituras mais um livro com textos da organizadora do projeto e coordenadora de música do IMS, Bia Paes Leme, da pesquisadora Anna Paes, do violonista e arranjador Paulo Aragão e do bandolinista e maestro Pedro Aragão.


  • Pixinguinha

    Formato: 31 x 22,3 cm

    Esgotado

Pixinguinha: Outras Pautas

caixa de partituras com 44 arranjos feitos para o programa da rádio Tupi “O Pessoal da Velha Guarda”, inclui livreto especial


  • Pixinguinha

    Páginas: 40 / Formato: 21 x 29,7 cm

Samba de sambar do Estácio – 1928 a 1931

Resultado da pesquisa de Humberto Franceschi sobre o aparecimento do samba batucado, a edição inclui um DVD que reúne 100 músicas, 54 imagens e 21 depoimentos citados na publicação.


  • Humberto M. Franceschi

    Páginas: 232 / Formato: 23 x 15 cm

Sambistas e chorões

Publicado em 1962 e relançado pelo IMS, a obra revela a minúcia do pesquisador Lúcio Rangel (1914-1979) no mapeamento e análise do que considerava as raízes da música popular brasileira. A nova edição atualiza a discografia elaborada por Lúcio, indicando o acesso digital a todo o acervo por ele organizado, e incorpora a Bibliografia da Música Brasileira, compilada por ele na década de 1970.


  • Lúcio Rangel

    Páginas: 200 / Formato: 16 x 23 cm