Idioma EN
Contraste

Publicações e DVDs

Cadernos de Fotografia Brasileira – Georges Leuzinger

A publicação reúne fotografias do suíço que realizou um trabalho sistemático de documentação fotográfica do Rio de Janeiro.


  • Páginas: 248 / Formato: 21,4 x 28 cm

Cara de Artista: Carlos Moskovics

um álbum de 50 retratos de pintores e gravadores da arte moderna brasileira, com ensaio de Sergio Miceli. Entre eles, nomes como Lasar Segall, Emiliano Di Cavalcanti, Oswaldo Goeldi, Tomás Santa Rosa, Roberto Burle Marx, Heitor dos Prazeres, Maria Helena Vieira da Silva, José Pancetti e Iberê Camargo.


  • Carlos Moskovics

    Sergio Miceli

    Páginas: 84 / Formato: 15 x 20 cm

Chichico Alkmim, fotógrafo

O catálogo da exposição Chichico Alkmim, fotógrafo traz imagens de Diamantina e arredores produzidas pelo fotógrafo mineiro na primeira metade do século XX.


  • Francisco Augusto Alkmim

    Páginas: 176 / Formato: 28 x 23,5 cm

Claudia Andujar: a luta Yanomami

Mais de 300 imagens compõem o catálogo da mostra homônima. A publicação reúne ainda textos da própria fotógrafa, do curador Thyago Nogueira e do antropólogo Bruce Albert, que se aliou a Claudia Andujar na luta pelos Yanomami.


Claudia Andujar: no lugar do outro

O livro inclui cerca de 230 imagens do período que se estende da chegada da fotógrafa em São Paulo, em 1955, até as primeiras viagens para a Amazônia, no começo dos anos 1970.


  • Claudia Andujar

    Claudia Andujar: no lugar do outro

    A publicação, fartamente ilustrada, acompanha a exposição homônima, fruto de dois anos de pesquisa no arquivo da fotógrafa e primeira grande retrospectiva dedicada à extensa produção de Andujar nas décadas de 1960 e 1970. O livro inclui cerca de 230 imagens do período que se estende da chegada da fotógrafa em São Paulo, em 1955, até as primeiras viagens para a Amazônia, no começo dos anos 1970.

    Assim como a exposição, a publicação lança nova luz sobre a trajetória da fotógrafa ao apresentar trabalhos pouco conhecidos da primeira parte de sua carreira, anterior ao seu envolvimento com os índios Yanomami. São reportagens fotográficas e ensaios pessoais que incluem desde os registros documentais em preto e branco até a experimentação gráfica colorida do final dos anos 1960 e começo dos anos 1970. O livro-catálogo traz 229 imagens, textos sobre cada série e entrevista inédita com Andujar feita por Thyago Nogueira, além de extensa cronologia.

    Com projeto gráfico arrojado e em edição bilíngue, a publicação está dividida em quatro núcleos. O núcleo “Famílias brasileiras”apresenta um dos primeiros trabalhos de fôlego feitos por Andujar no Brasil. Entre 1962 e 1964, a fotógrafa registrou o cotidiano de quatro famílias de contextos muito distintos: uma família baiana dona de uma próspera fazenda de cacau, uma família da classe média paulistana, uma família de pescadores caiçaras isolada em uma praia de Ubatuba (SP) e uma família religiosa do interior mineiro.

    O núcleo “Histórias reais” é formado por reportagens desenvolvidas pela fotógrafa para a revista Realidade, onde trabalhou de 1966 a 1971. Criada em 1966, Realidade foi um marco na imprensa brasileira pela qualidade das matérias e por reunir um time notável de fotógrafos, que incluía nomes como Maureen Bisilliat, George Love e David Drew Zingg. A ousadia editorial de Realidade foi o ambiente perfeito para que Andujar mergulhasse em temas controversos ou poucos vistos na imprensa.

    Para a revista Realidade, Andujar fotografou as polêmicas operações do médico e cirurgião espiritual Zé Arigó, em Congonhas do Campo (MG); a intensa atividade de uma parteira na pacata cidade de Bento Gonçalves (RS); a situação dos pacientes do Hospital Psiquiátrico do Juqueri, em São Paulo; uma sessão de psicodrama; e o famoso “trem baiano”, que levava imigrantes desempregados em São Paulo de volta a seus estados natais. Ainda fazem parte do núcleo uma série sobre relacionamentos homossexuais e um ensaio sobre a natureza dos pesadelos.

    O núcleo “Cidade gráfica” é formado por ensaios experimentais que Claudia desenvolveu em São Paulo a partir de seu interesse pela cidade e pelo corpo humano. Estão nesse núcleo a série Rua Direita, os nus da série A Sônia, fotos aéreas tiradas com filme infravermelho e sobreposições de cenas urbanas.

    O quarto e último núcleo da publicação contém fotografias de natureza feitas durante as primeiras viagens à região da Amazônia, no começo dos anos 1970, especialmente ao longo do rio Jari, no Pará, e em Roraima. Andujar fotografou as cachoeiras de Santo Antônio e o lavrado roraimense com a experimentação e a sensibilidade que marcaram sua produção do período.

    Páginas: 256 / Formato: 21 x 26 x 2 cm

Conflitos

Com curadoria de Heloisa Espada, o catálogo da exposição Conflitos: fotografia e violência política no Brasil 1889-1964 traz imagens de coleções particulares e públicas de todo Brasil, além de fotografias do acervo do IMS.  Vencedor do Prêmio Jabuti 2018 na categoria Projeto Gráfico.


  • Heloisa Espada

    Páginas: 427 / Formato: 27,5 x 22 cm

Corpo a corpo

Com seis capas diferentes, Corpo a corpo: a disputa das imagens, da fotografia à transmissão ao vivo é o catálogo da exposição homônima, com um recorte da produção brasileira contemporânea em fotografia, cinema e vídeo.


  • Bárbara Wagner

    Garapa

    Jonathas de Andrade

    Letícia Ramos

    Mídia Ninja

    Sofia Borges

    Páginas: 26 x 18 cm / Tamanho: 284

Crisálidas

O livro traz ao público fotografias de artistas, travestis, transformistas e personagens do teatro underground paulistano, feitas durante a década de 1970, período repressivo em decorrência do regime militar.


  • Madalena Schwartz

    Páginas: 138 / Formato: 30,8 x 23,5 cm