Idioma EN
Contraste

Mario Cravo Neto

mariocravoneto.ims.com.br

Apresentação

Fotógrafo, desenhista, escultor e cineasta, o baiano Mario Cravo Neto (1947-2009) circulou com desenvoltura em todas essas áreas, mas foi com sua produção fotográfica que mais se destacou no cenário das artes visuais. Artista rigoroso e sistemático, encontrou em temas como a natureza, o povo da Bahia, o candomblé e a religiosidade o material de que se nutriu para produzir fotografias que o tornaram conhecido internacionalmente. Possui obras em diversas coleções de fotografia e de arte contemporânea, de instituições como o MoMA — Museu de Arte Moderna de Nova York —, o Stedelijk Museum, em Amsterdã, o Museo Reina Sofía, em Madri. Parte do acervo do artista — cerca de 100 mil imagens — está desde 2015 sob a guarda do Instituto Moreira Salles, em regime de comodato.


Seleção de obras

VISUALIZAR POR
×
<
>
Mesa que foi do Barão de Jeremoabo, na Fazenda Santo Antônio do Camaciatá (BA), 1980. Foto de Mario Cravo Neto / Acervo IMS

[Mesa do Barão de Jeremoabo]

Mario Cravo Neto

- Bahia - Brasil - 1980

Odé. Série “Eterno agora”, 1988. Foto de Mario Cravo Neto. Acervo Instituto Mario Cravo Neto/ IMS

Odé

Mario Cravo Neto

Salvador - Bahia - Brasil - 1988

Foto de Mario Cravo Neto / Acervo IMS

[tinho]

Mario Cravo Neto

Salvador - Bahia - Brasil -

Mario Cravo Júnior. Foto de Mario Cravo Neto/ Acervo IMS

Mario Cravo Júnior

Mario Cravo Neto

Salvador - Bahia - Brasil -

Foto de Mario Cravo Neto / Acervo IMS

[carnaval]

Mario Cravo Neto

Salvador - Bahia - Brasil -

Foto de Mario Cravo Neto / Acervo IMS

[carnaval]

Mario Cravo Neto

Salvador - Bahia - Brasil -

Foto de Mario Cravo Neto / Acervo IMS

[carnaval]

Mario Cravo Neto

Salvador - Bahia - Brasil -

Lavagem do Bonfim, Bahia, 1994. Foto de Mario Cravo Neto. Acervo Instituto Mario Cravo Neto/ IMS

Lavagem do Bonfim

Mario Cravo Neto

Salvador - Bahia - Brasil - 1994

Foto de Mario Cravo Neto / Acervo IMS

[carnaval]

Mario Cravo Neto

- - -

O deus da cabeça, 1995. Salvador, Bahia. Foto de Mario Cravo Neto / Acervo IMS

O deus da cabeça

Mario Cravo Neto

Salvador - Bahia - Brasil - 1995


Cronologia

Mario Cravo Neto nasceu em Salvador, em 20 de abril de 1947, e ao longo de sua vida diria se sentir muito mais baiano do que brasileiro. A capital da Bahia, com suas cores, a forte espiritualidade, dos ritos católicos e do candomblé, influenciou sua obra — a princípio esculturas, como o pai, Mario Cravo Júnior, o maior nome do modernismo baiano nas artes visuais, e em seguida na fotografia, em que se destacou com reconhecimento internacional, inédito até então para um fotógrafo brasileiro. Fez exposições em diversos países e tem obras em algumas das principais coleções do mundo. Morreu em 2009, aos 62 anos.


Vídeos


Por dentro dos acervos


Conteúdo relacionado


Eventos paralelos

Abertura da exposição Mario Cravo Neto: espírito sem nome, no IMS Rio
20 de junho de 2020 (adiado para data a ser confirmada após a pandemia de covid-19)


Exposições

Mario Cravo Neto: espírito sem nome
Rio de Janeiro, Brasil
IMS Rio
De 20 de junho a 4 de outubro de 2020 (adiado para data a ser confirmada após a pandemia de covid-19)


Na loja do IMS



Pesquise no acervo de Fotografia

Estão disponíveis cerca de 40 mil imagens para pesquisas online. Você pode realizar buscas, cadastrar-se para salvá-las ou enviar sua seleção de imagens, caso deseje utilizá-las. Na base de dados a visualização das imagens é de até 200% de ampliação. As alternativas de ação são busca livre; busca avançada; solicitação de uso de imagens e opções de visualização.

Fotos de Marc Ferrez, Maureen Bisilliat, Thomaz Farkas e Chico Albuquerque / Acervo IMS

Atendimento ao pesquisador

IMS Rio

Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea - Rio de Janeiro/RJ
CEP 22451-040

Consulta presencial

Agendamento por e-mail com 72h de antecedência. De segunda a sexta-feira, das 10h às 12h30, e das 14h às 18h.

Contato

fotografia.ims@ims.com.br

A consulta presencial será realizada através de um banco de imagens digital, sem o manuseio dos itens originais do acervo, visando a conservação e preservação dos mesmos.

A sala de pesquisa possui número restrito de lugares, portanto solicitamos que nos seja avisado com antecedência a vinda de acompanhante. Caso não possa comparecer no dia e horário agendado, por favor, comunique.

Para o melhor aproveitamento de todos os pesquisadores, não será permitido na sala: uso de celular, notebook, caderno ou similares, consumo de bebidas ou alimentos. Ao lado da sala há um armário destinado para a guarda dos pertences.

O processo de liberação de imagens possui etapas, dentre elas, autorização, elaboração de termo de responsabilidade e custos (dependendo da finalidade de uso). O prazo para conclusão dos pedidos é de até 10 dias úteis porém este limite pode se estender conforme o quantidade de itens solicitados e/ou demanda interna.


Outros acervos

Mais IMS