Walther Moreira Salles: 1941-1950

1941

- Viaja pela segunda vez aos Estados Unidos, onde se casa com Hélène Marie Blanche Tourtois.

Hélène era francesa, filha do representante da Perfumaria Coty em Nova York. Em carta a um amigo, João Moreira Salles se regozija com o noivado do filho com “uma moça francesa de boa família e rígida educação católica”.

- O Banco Moreira Salles abre uma sucursal no Rio de Janeiro.

Com esse passo, o banco deixava de ser apenas regional, mas não perdia a importância crescente que tinha no Sul de Minas Gerais e no noroeste de São Paulo. A festa de inauguração, que reuniu a elite econômica e política da capital federal, mostrou o prestígio de que já desfrutavam os Moreira Salles.

- É constituída a Sotreq - Sociedade de Tratores e Equipamentos Ltda.

Foi o primeiro negócio internacional da família que não era diretamente ligado ao café. A firma representava a Caterpillar em Minas Gerais e no Rio de Janeiro e importava equipamentos pesados para a construção civil. Faria parte do grupo por muitas décadas.

- O Banco Moreira Salles abre uma sucursal na cidade de São Paulo.
Embora com sede em Poços de Caldas, o banco passou a ser dirigido de São Paulo por João Moreira Salles e Pedro di Perna. Apresentou crescimento extraordinário: em menos de cinco anos, tinha 34 agências, e seu capital se multiplicara por dez em termos nominais.

1944

- O Banco Moreira Salles adquire o controle da Scipa - Sociedade de Comércio e Importação de Produtos Americanos.

A Scipa, com sede no Rio de Janeiro, representava a Sharp & Dohme no Brasil, comercializando medicamentos e produtos alimentícios. A aquisição aponta para a diversificação dos negócios do grupo, nessa época fortemente dedicado ao comércio internacional.

1946

- Fernando Roberto Moreira Salles, único filho de Walther e Hélène, nasce no Rio de Janeiro no dia 26 de maio.

- O Banco Moreira Salles adquire a totalidade das ações da Sofibraz.

A Sofibraz, criada no Rio de Janeiro em 1942, era uma das primeiras holding do Brasil. A opção de gerir capitais distintos por meio desse tipo de empresa demonstra tanto conhecimento das melhores práticas quanto a diversidade de suas iniciativas empresariais, que iam além das aqui citadas. A Sofibraz tornou-se um instrumento cada vez mais importante na organização do grupo.

- Nomeado pelo presidente Eurico Gaspar Dutra para o cargo de diretor da Carteira de Crédito Geral do Banco do Brasil.

Além de banco comercial, o Banco do Brasil também era um instrumento de política econômica. A escolha do jovem banqueiro de 36 anos demonstrava seu prestígio pessoal e profissional. Foi o início de uma trajetória que se dividiria, por boa parte de sua vida, entre funções privadas e públicas.

- Adquire o terreno onde construiria sua residência, na rua Marquês de São Vicente, 476.

Com projeto arquitetônico de Olavo Redig de Campos, que seria responsável por mais de um prédio do grupo, e projeto paisagístico e um belo painel de azulejos azuis e brancos de Roberto Burle Marx, a residência destacava-se pela modernidade das propostas e pela inusitada escolha do local, então um bucólico arrabalde rural, embora não muito distante de Copacabana, que era na época o bairro preferido pela elite carioca. Entre a compra do terreno, a definição do projeto e a construção da casa, passaram-se três anos – três anos de muito trabalho para seu dono, que se preocupou com todos os detalhes, até com as maçanetas, modeladas no formato de sua mão direita. A inauguração foi celebrada com uma grande festa, no réveillon de 1952.

A casa desempenharia nos anos seguintes múltiplas funções, sendo um local de reuniões políticas e econômicas, palco para festas que reuniam representantes da elite econômica do Brasil e do mundo, hospedaria para visitantes célebres, como Henry Ford IV, Nelson Rockefeller, Aristóteles Onassis e os Rolling Stones, recebendo até convidados tão improváveis quanto os jogadores da seleção brasileira de futebol de 1970.

1950

- O Grupo Moreira Salles adquire a Brazilian Warrant.

A Brazilian Warrant era uma holding inglesa com ativos muito importantes no Brasil, destacando-se a E. Johnston & Cia., grande exportadora criada em 1840, e a fazenda Cambuhy, em Matão (SP), com 57 mil hectares e na época 2,5 milhões de pés de café e 15 mil cabeças de gado. A compra foi feita na Bolsa de Valores de Londres e resultou na aquisição de 90% do capital, exigindo o contato direto com centenas de pequenos acionistas ingleses. A negociação notável envolveu uma delicada operação de compra de libras esterlinas em diversos países, aproveitando as diferentes taxas de câmbio então vigentes. O custo final foi de um terço do valor dos ativos. A Brazilian Warrant, com o nome de Brasil Warrant, BW, é até hoje empresa do Grupo Moreira Salles.

- O Grupo Moreira Salles adquire a fazenda Bodoquena.

A fazenda Bodoquena era uma propriedade com mais de 400 mil hectares, cortada em seu auge por 150 km de estradas de ferro, com 11 campos de pouso e 80 mil cabeças de gado, situada na fronteira entre Mato Grosso, Paraguai e Bolívia. Foi adquirida da Companhia Industrial Franco-Brasileira. A paisagem do Pantanal agradava a família e a seus amigos, e a fazenda foi visitada por personagens famosos, como os Rolling Stones e o príncipe de Luxemburgo. Em 1956, Nelson Rockefeller, encantado com a fazenda, propôs se associar ao empreendimento junto com os irmãos, o que foi acertado. Em 1980, a propriedade foi vendida para um consórcio do qual faziam parte os grupos Ometto, Bradesco e Votorantim.

- Participa da Comissão Mista Brasil-Estados Unidos.

A Comissão Mista Brasil-Estados Unidos foi a primeira tentativa de formular um plano econômico para o Brasil, especialmente no que dizia respeito à infraestrutura. Um de seus resultados foi a criação, em 1952, do BNDE (hoje BNDES). Em 1951, Walther Moreira Salles participaria de outra importante atividade diplomática: a Quarta Reunião de Consulta dos Chanceleres Americanos.

OUTROS ACERVOS