Idioma EN
Contraste

Biblioteca de Fotografia

IMS Paulista

Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP - CEP 01310-300

Atendimento

Terça a sexta, das 12h às 19h. Sábados e feriados (exceto domingos e segundas), das 10h às 19h. Última entrada às 18h.

Contato

biblioteca.fotografia@ims.com.br

A Biblioteca de Fotografia do IMS Paulista é uma iniciativa única no Brasil. Com capacidade para abrigar 30 mil itens, visa a incentivar a pesquisa no campo fotográfico e a colaborar para a compreensão da fotografia nos seus mais diversos modos de expressão. O acervo é composto por publicações de e sobre fotografia, contemplando também seus desdobramentos em áreas como cinema, moda, artes visuais e ciências humanas. Além do catálogo de obras gerais, selecionadas pela curadoria, há coleções especiais de nomes como Stefania Bril, Thomaz Farkas, Iatã Cannabrava, Vania Toledo e Steidl.

Atendimento ao público

Entrada gratuita, mediante apresentação do comprovante de vacinação e documento oficial com foto.
Terça a sexta, das 12h às 19h. Sábados e feriados (exceto domingos e segundas), das 10h às 19h. Última entrada às 18h.
A ocupação máxima é de 10 pessoas por vez.

Pesquisadores podem garantir seu lugar e solicitar previamente uma pesquisa (mínimo de 24h de antecedência) através do formulário no link abaixo

Guarda-volumes
Só será permitido a entrada nas galerias com mochilas pequenas. Para malas ou volumes maiores use nosso serviço de guarda-volumes localizado no balcão de atendimento no 5º andar.

Em cartaz na Biblioteca

Serviço de alerta

Cadastre-se aqui para receber notificações periódicas quando novos livros com autores, fotógrafos ou assuntos de seu interesse chegarem ao acervo e estiverem disponíveis para consulta.

Periódicos

O IMS disponibiliza para consultas online todo o conteúdo da revista Novidades Fotoptica, um dos mais longevos periódicos de fotografia no Brasil, capitaneado por Thomaz Farkas e editada entre 1953 e 1987. Os 136 números da publicação integram a biblioteca pessoal de Thomaz Farkas, parte da qual está guardada na Biblioteca de Fotografia.

 

Revista Novidades Fotoptica, n. 58, 1972. Capa com ensaio de Maureen Bisilliat. Acervo da Biblioteca de Fotografia/IMS. © Thomaz Farkas Estate Comércio de Obras de Arte Ltda

 

 

O acervo possui outros periódicos recentes e históricos, além de assinaturas das revistas ZUMApertureFOAMExitBritish Journal of PhotographyTransbordeur, 6 Mois e Artforum. Recursos online dos mesmos estão disponíveis para os usuários nos terminais de consulta.

Pesquise no acervo

Pode-se pesquisar de várias maneiras no acervo bibliográfico: título do livro, autor ou fotógrafo, assunto, nacionalidade ou localidade, tipo de publicação, coleção, editora, ano etc. 

Assim, é possível encontrar, por exemplo: livros de e sobre um fotógrafo; títulos sobre fotojornalismo ou história da fotografia; volumes de fotografia de um continente, de um país ou que tematizem uma cidade; catálogos de exposição ou fotolivros; a composição das bibliotecas particulares; a produção de editoras específicas; a safra editorial de determinada década; e muito mais.

Foto de Pedro Vannucchi/IMS
Foto de Pedro Vannucchi/IMS

Palavra do curador

Neste video, o curador Miguel Del Castillo apresenta em linhas gerais o acervo da Biblioteca de Fotografia e as atividades realizadas nesse espaço do IMS Paulista.

Viúva negra

Graças a uma parceria entre o IMS e o IABsp a Biblioteca abrigou entre setembro de 2017 e agosto de 2019 o móbile Viúva Negra, de Alexander Calder (1898-1976).

 

Vitrine da Biblioteca

A Biblioteca de Fotografia do IMS Paulista também promove mini-exposições temáticas de fotolivros, relacionadas ou não às exposições em cartaz no centro cultual.

Encerradas

Fotolivro de cabeceira

O conteúdo das apresentações do Fotolivro de Cabeceira não necessariamente reflete o pensamento institucional do IMS.

Neste último vídeo da série Fotolivro de Cabeceira em 2021, a jornalista e pesquisadora Fabiana Moraes discute O livro do sol (Origem, 2013), do fotógrafo Gilvan Barreto. A obra é fruto de viagens do autor pelo sertão durante o verão de 2013, no auge de uma das maiores secas dos últimos sessenta anos, e traz retratos das paisagens sertanejas com suas contradições. Para Moraes, este é ao mesmo tempo "um sertão da pujança, da destruição, das ruínas, um sertão de possibilidades, plural, mas com certo clima de fim de festa, de algo que poderia ter sido e não foi". "A quem interessam imagens de um povo sertanejo autônomo?", a pesquisadora se pergunta, trazendo a questão para o campo da política e dos usos da imagem na mídia. Pois este fotolivro explicita, segundo ela, uma "capacidade de autonomia que muitas vezes é negada" aos moradores da região.

 

Fabiana Moraes é professora do curso de comunicação social da UFPE, jornalista e doutora em sociologia. Recebeu os prêmios Esso, Petrobras de Jornalismo, Embratel, Cristina Tavares e o da Comissão Europeia de Turismo. Publicou cinco livros, entre eles O nascimento de Joicy (2015). É colunista no The Intercept Brasil.

Foto de Pedro Vannucchi/IMS
Foto de Pedro Vannucchi/IMS

Outros acervos

Mais IMS