Sobre os acervos

O Instituto Moreira Salles conta com importantes acervos em quatro áreas: Fotografia, em mais larga escala, Música, Literatura e Iconografia. Na conservação, organização e difusão desse material, aos quais se juntam a Biblioteca de Fotografia do IMS Paulista e a Coleção Walther Moreira Salles, o Instituto busca cumprir seu objetivo fundamental de promover o mais amplo acesso a esse patrimônio.

Fotografia

Com ​cerca de 2 milhões de imagens, reúne o mai​s importante conjunto de fotografias do século XIX no Brasil e a melhor compilação de fotografia nacional das sete primeiras décadas do século XX, além da coleção dos jornais do grupo Diários Associados no Rio de Janeiro. Entre os destaques estão as obra​s de Marc Ferrez e Marcel Gautherot, ao lado de nomes significativos como José Medeiros, Thomas Farkas, Maureen Bisilliat, Otto Stupakoff e David Zingg, entre outros, além de conjuntos relevantes de fotógrafos latino-americanos como o peruano Martín Chambi e o argentino Horacio Coppola.

Saiba mais ►

Iconografia

Com aproximadamente duas mil imagens, é dedicado à pesquisa e à conservação de desenhos, gravuras e arquivos pessoais de artistas gráficos, e traça um panorama histórico da imagem impressa no Brasil desde o início do século XIX, com a vinda da família real portuguesa ao Rio de Janeiro, passando pelos desenhos de Araújo Porto-Alegre, e chegando às ilustrações de J. Carlos, na primeira metade do século XX, e à obra de Millôr Fernandes, na segunda. Teve início com a Coleção Martha e Erico Stickel, brasiliana composta por cerca de 1.500 obras realizadas, em sua maioria, por artistas viajantes que retrataram o Brasil ao longo do século XIX, como Rugendas, Debret e Von Martius, entre outros.

Saiba mais ►

Literatura

O Departamento de Literatura do IMS começa a ser formado em 1994, com a chegada do arquivo do jornalista e escritor Otto Lara Resende. Ao conjunto inaugural somaram-se outros, que oferecem um retalho privilegiado das letras brasileiras, se considerarmos a produção de uma escritora da estatura de Clarice Lispector e de um poeta como Carlos Drummond de Andrade. Com um acervo composto por biblioteca de cerca de 30 mil itens e arquivo de aproximadamente 130 mil, o Departamento de Literatura promove exposições, publica livros com material do acervo, inédito ou não, contribui com estudos para edições mais bem cuidadas de seus autores, além de editar sites como os de Clarice Lispector e o Correio IMS, que reúne cartas notáveis de representantes de diversos segmentos da cultura brasileira.

Saiba mais ►

Música

Inaugurada no início dos anos 2000, a Reserva Técnica Musical do IMS tem hoje sob sua guarda vinte acervos com documentos de compositores, instrumentistas, pesquisadores e colecionadores, entre eles Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Baden Powell, José Ramos Tinhorão, Edinha Diniz e João Máximo. Uma característica comum é a grande diversidade de suportes, que incluem de partituras e gravações até livros, fotografias, documentos e registros de programas de rádio e entrevistas.

Saiba mais ►

Biblioteca de Fotografia

Iniciativa única no Brasil, com capacidade para abrigar 30 mil itens, visa incentivar a pesquisa no campo fotográfico e colaborar para a popularização da fotografia como linguagem. O acervo é composto principalmente por publicações de e sobre fotografia, contemplando também seus desdobramentos em áreas como cinema, moda, artes visuais, ciências humanas e cultura geral. Com ênfase na produção brasileira, mas sem perder de vista a internacional, abrange desde livros, catálogos e revistas de importância histórica até fotolivros e zines recém-saídos das gráficas.

Saiba mais ►

Walther Moreira Salles

O acervo, que reflete a trajetória pessoal e institucional de Walther Moreira Salles, abrange um período de aproximadamente 100 anos (1905-2006) e reúne cerca de 30 mil itens – documentação pessoal e institucional, correspondência, artigos e recortes de jornais, fotografias, áudios e videos. São papéis e objetos que reconstroem o percurso de vida do embaixador, empresário, patrono das artes e da própria história do Brasil. O acervo está em fase de processamento técnico e catalogação.

Saiba mais ►

Pesquise nos acervos

A pesquisa nos acervos do Instituto Moreira Salles é aberta ao público em geral e a profissionais interessados. Ela tem início nas bases de dados do IMS, disponíveis em parte na internet: são mais de 12 mil fotografias, 1800 imagens de iconografia, 60 mil obras da biblioteca e 10 mil fonogramas.  Consultas presenciais no IMS Rio podem ser agendadas conforme a necessidade. Cada área do Instituto tem suas próprias orientações e regras para o processo de pesquisa, que devem ser consultadas nas páginas principais de cada acervo.