Idioma EN
Contraste

Sobre o IMS

IMS Paulista

IMS Poços

Não é necessário agendar.

PROTOCOLOS DE VISITA ►


Centros culturais


História

O Instituto Moreira Salles é uma instituição singular na paisagem cultural brasileira. Tem importantes patrimônios em quatro áreas: Fotografia, em mais larga escala, Música, Literatura e Iconografia. Notabiliza-se também por promover exposições de artes plásticas de artistas brasileiros e estrangeiros. E gosta de Cinema. Suas atividades são sustentadas por uma dotação, constituída inicialmente pelo Unibanco e ampliada posteriormente pela família Moreira Salles. Presente em três cidades – Poços de Caldas, no sudeste de Minas Gerais, onde nasceu em 1992, Rio de Janeiro e São Paulo – o IMS, além de catálogos de exposições, livros de fotografia, literatura e música, publica regularmente as revistas ZUM, sobre fotografia contemporânea do Brasil e do mundo, de frequência semestral, e serrote, de ensaios e ideias, quadrimestral.

Na conservação, organização e difusão de seus acervos, o IMS tem imensas tarefas. A Fotografia cuida de cerca de 2 milhões de imagens, dos mais importantes testemunhos do século XIX – e aqui despontam as esplêndidas imagens de Marc Ferrez – a relevantes coleções que abarcam quase todo o século XX. Nessas últimas, convém registrar nomes como os de Marcel Gautherot, José Medeiros, Maureen Bisilliat, Thomaz Farkas, Hans Gunter Flieg e Otto Stupakoff, entre outros. Em 2016, foi adquirida a coleção dos jornais do grupo Diários Associados no Rio de Janeiro, com cerca de 1 milhão de itens, e é prioridade do Instituto incorporar a seus acervos imagens do século XXI. Este formidável conjunto de coleções e obras completas dos artistas credencia o IMS como a mais importante instituição de fotografia do país.

A Música dá conta dos primórdios das gravações de canções brasileiras. A coleção está abarrotada de discos em 78 rpm, um repositório de 21 mil fonogramas, que tem como sustentáculos os inestimáveis acervos de José Ramos Tinhorão e Humberto Franceschi. Mas há também acervos de três seminais compositores que fecundam a fortuna musical brasileira – Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth e Pixinguinha.

Cartas, papéis, documentos diversos e livros compõem os acervos de Literatura. Arquivos pessoais de Otto Lara Resende, Erico Verissimo, Clarice Lispector, Carlos Drummond de Andrade, Rachel de Queiroz, Lygia Fagundes Telles, Paulo Mendes Campos, entre outros, merecem a atenção de pesquisadores e enriquecem com informações valiosas o conhecimento sobre a atividade literária no país.

Pré-história da Fotografia, a Iconografia do IMS, toda ela expressa em papel (aquarelas, gravuras, desenhos), é precioso registro – 1.800 imagens – feito sobretudo por artistas viajantes que vieram para o Brasil a bordo de expedições diplomáticas ou especificamente culturais no século XIX. São destaques desta coleção as belas aquarelas do inglês Charles Landseer, que aportou aqui em 1825, e os desenhos do alemão Von Martius (Carl Friedrich Philipp), que desbravou a natureza brasileira entre 1817 e 1820.

O objetivo fundamental do IMS é difundir esses acervos da maneira mais ampla. Isso requer um ingente trabalho prévio de higienização e digitalização de imagens e sons, e sua melhor catalogação, para servir a exposições e a publicações e atender pesquisadores e outros consulentes. Mas vai além. O IMS tem aperfeiçoado e renovado seu endereço na internet (ims.com.br) para propagar de forma ágil e gratuita seus acervos e sua programação.

Além do site institucional, o IMS abriga também mais de uma dezena de endereços virtuais, como a Rádio Batuta, com programas especiais e streaming 24h, os sites dedicados a Pixinguinha, Clarice Lispector e Ernesto Nazareth, o Correio IMS, com cartas de personalidades brasileiras, e o Blog do IMS, uma revista digital de cultura com conteúdo exclusivo. As revistas ZUM e serrote também contam com sites próprios.

A ideia de Walther Moreira Salles de criar uma instituição cultural sem fins lucrativos germinou e tomou corpo em relativamente pouco tempo. Para fincar alicerces e dar fisionomia ao IMS, foi indispensável o trabalho de Antônio Fernando De Franceschi, primeiro superintendente, que dirigiu o IMS por quase 16 anos. Instalado em Poços de Caldas, o primeiro Centro Cultural do IMS conta com um pavilhão com 1.000 m² de área expositiva e um chalé de traço italiano. No Rio, o IMS ocupa a casa que foi residência da família Moreira Salles na Gávea. Marco da arquitetura moderna dos anos 1950, a casa, projetada por Olavo Redig de Campos, é cercada por exuberante jardim planejado pelo paisagista Roberto Burle Marx no terreno de 11 mil metros quadrados.

Agora o IMS projeta-se para o futuro com novos desafios. O primeiro deles foi a inauguração, em setembro de 2017, de uma nova e portentosa unidade do instituto na avenida Paulista, importante corredor cultural de São Paulo. Desenhado pelo escritório de arquitetura Andrade Morettin, o novo centro cultural tem amplos espaços expositivos, um cinema/auditório, além de uma biblioteca de referência em Fotografia, salas de aula, espaços para cursos workshops, restaurante... Além de elevar as ambições do IMS no campo das exposições de Fotografia e Artes Plásticas, o prédio de sete andares leva para São Paulo atividades que já marcam a vida do centro cultural do Rio de Janeiro, como mostras de cinema, palestras, cursos e shows musicais.

Amealhando, organizando e difundindo conhecimento desde sua fundação, o IMS quer também gerar conhecimento a partir de seus acervos. Nesse sentido, tem procurado estabelecer convênios e intercâmbios com universidades, brasileiras e estrangeiras, e com outros museus. Pesquisa é meta a ser seguida. Memória está em quase tudo o que o IMS faz. Ser guardião do passado é missão das mais nobres. De um passado que não fique estagnado, mas que seja também fundamental para entender o presente e enfrentar o futuro. Na melhor inspiração de sua história, o IMS quer construir legados culturais. É a isso que vem se devotando.

Flávio Pinheiro, superintendente executivo


Quem somos

Instituto Moreira Salles

Walther Moreira Salles (1912-2001) - Fundador

Conselho

João Moreira Salles - Presidente
Fernando Moreira Salles - Vice-Presidente
Pedro Moreira Salles - Conselheiro
Walther Moreira Salles Jr - Conselheiro

 

Diretoria

Marcelo Mattos Araújo - Diretor Geral
João Fernandes - Diretor Artístico
Jânio Francisco Ferrugem Gomes - Diretor Executivo

 

Artes Visuais

Heloísa Espada Rodrigues Lima (Coordenação), Marina Barzon Silva.

 

Biblioteca de Fotografia

Miguel Del Castillo (Curadoria), Vania Santos (Supervisão), Bruna Acylina Gallo, Bruna Pacheco Marques, Danny Mathias Lins, Leonardo Vieira.

 

Centro Cultural IMS Paulista e Planejamento de Programação e Eventos

Joana Reiss Fernandes (Coordenação), Daniela Viegas Marcondes, Gabriela Caetano D'Amoreira, Raquel Monteiro Lehn Hashimoto, Roberta Costa Val (Supervisão), Celina Yamauchi, Juliano Matteo Gentile (Consultoria), Amanda Cristina Tamborim, Ana Clara da Costa, Andressa Palomo Balarin, Ariadne Moraes Silva, Beatriz Matuck, Beatriz Pereira dos Santos Magno, Carla Aparecida Carretoni Brandão da Silva, Cauê Guimarães Nascimento, Débora Garcia Ramalho Filgueiras, Elton Virginio da Costa Silva, Fabiana Martins Amorim, Flor Antonieta Avariano Hernandez, Gabriela Costa Lima, Gabriela Lima da Silva, Inácio Jordan de Lisboa Silva, Jackson Santos Pereira, Jonathan Alves da Silva Oliveira, Lilith Torres, Lívia Spósito Biancalana, Lucas Gonçalves de Souza, Luis Miguel Conteras Padron, Marcos de Almeida Messias, Maria Paula Ribeiro Bueno, Marina de Castro Novena Correa, Rafael Francisco Suffi, Raimundo Hermínio dos Santos, Robson Figueiredo da Silva, Sabrine Fernanda Karolline Ferreira, Sebastião Ribeiro da Silva, Stefanni Melanie Silva, Wilson Roberto Lopes dos Santos.

 

Centro Cultural IMS Poços

Haroldo Paes Gessoni (Coordenação), Teodoro Stein Carvalho Dias (Consultoria), Cláudia Maria Cabral, Cristiane Loiola Zanette, Gilmar Tavares, Marcelo Alexandre Faria Leme, Vivaldi Bertozzi.

 

Centro Cultural IMS Rio

Elizabeth Pessoa Teixeira (Coordenação), Lúbia Maria de Souza, Luiz Fernando da Silva Machado, Maria Azevedo Moretto, Vagner Frasão da Silva (Supervisão), Adriano Brito dos Santos, Alain Setúbal Manso, Alexsandro Almeida da Silva, Amanda Fernandes de Barcellos, Bianca Vieira Beserra, Carla de Melo Torres, Carlos Augusto Ferreira de Lima, Cícero Teixeira dos Santos, Davi Barbosa Izidro, Edmar dos Santos de Brito, Eliana Lúcia de Souza, Irinea Aparecida Pires de Brito, Jairo Soares da Silva, Lucas Souza dos Santos, Rafaela Soares de Lima, Reginaldo Pereira do Nascimento, Renata Barcellos de Paula, Robert Gomes Pinto, Rosana Inácio Carneiro Tavares, Sandra Maria de Carvalho da Silva, Tereza Cristina Maximiano Nascimento

 

Cinema

Kleber Mendonça (Coordenação), Bárbara Alves Rangel (Supervisão), Lígia Ribeiro da Costa Gabarra, Thiago Gallego Cunha.

 

Comunicação e Marketing

Marília Scalzo (Coordenação), Bárbara Giacomet de Aguiar, Gustavo Gouveia, Marcela Souza, Mariana Tessitore.

 

Controladoria

Fernando Malics (Coordenação), Adriana Rosa da Silva Rufino, Arnaldo dos Santos de Almeida, Cecília Ribeiro de Carvalho, Rogério Cossero.

 

Editorial

Samuel de Vasconcelos Titan Junior (Coordenação), Acássia Valéria Correia da Silva (Supervisão) Denise Cristina de Pádua, Flávio Cintra do Amaral.

 

Educação

Renata Bittencourt (Coordenação), Ana Luiza de Abreu Cláudio, Janis Pérez Clémen, Maria Emília Tagliari Santos (Supervisão), Anna Clara Monteiro Hokama, Beatriz Abade, Felipe José Ferraro, Isabela Magalhães Santos Brasileiro, Jhonny Medeiros Miranda, José Adilson Rodrigues dos Santos Júnior, Leandro Mizael Duarte Gonçalves, Letícia Pereira de Souza, Marcella Fernandes Camillo, Rafael Braga Lino dos Santos.

 

Financeiro

Antônio Carlos Mezzovilla Gonçalves (Coordenação), Fernando Garcia dos Santos de Paula, Marcos Pereira da Silva, Sergio Luiz Arantes, Silvana Aparecida dos Santos.

 

Fotografia

Sérgio Burgi (Coordenação), Cassio Loredano (Consultoria), Aílton Alexandre da Silva, Alessandra Coutinho Campos, Alexandre Delarue Lopes, Andrea Câmara Tenório Wanderley, Ileana Pradilla Ceron, Joanna Barbosa Balabram, João Gabriel Reis Lemos, Josiene Dias Cunha, Mariana Newlands Silveira, Martim Passos, Pâmela de Oliveira Pereira, Rachel Rezende Miranda, Tatiana Novas de Souza Carvalho, Thaiane do Nascimento Koppe.

 

Fotografia Contemporânea e Revista Zum

Thyago Nogueira (Coordenação), Ângelo Augusto Manjabosco, Carlos Eduardo Sampaio Franco, Daniele Queiroz, Rony Maltz.

 

Gestão de Acervos

Millard Wesley Long Schiler (Coordenação), Sergio Góes (Consultoria), Fabiana Costa Dias, Maria Silvia Pereira Lavieri Gomes.

Núcleo de Digitalização, Tratamento e Impressão
Joanna Americano Castilho (Supervisão), Carolina Filippo do Nascimento, Daniel Sias Veloso, Guilherme Gomes Guimarães, Heliana de Jesus Machado, Marcelo Hein de Andrade e Silva, Nrishinro Vallabha das Mahe, Reginaldo Carvalho da Silva Júnior, Thais Maciel Berlinsky, Wallace Amaral Primo Correa.

Núcleo de Catalogação e Indexação
Roberta Mociaro Zanatta (Supervisão), Ana Clara Ribeiro Campos Maio, Charlyne Scaldini, Vanessa Matheus Cavalcante.

Núcleo de Preservação e Conservação
Ellen Marianne Ropke Ferrando (Supervisão Obras sobre Papel), Gabriella Vieira Moyle (Supervisão Exposições), Maria Clara Ribeiro Mosciaro (Supervisão de Fotografias), Edna Kátia Gaiardoni, Guilherme Zozimo Teixeira Dias, Jéssica Maria da Silva, Luiz Henrique da Silva Soares.

 

Iconografia

Júlia Kovensky (Coordenação), Gustavo Aquino dos Reis, Jovita Santos de Mendonça, Mayra Cristina Lopes Cortês.

 

Internet

Alfredo Ribeiro (Coordenação), Anna Paula de Carvalho Ibrahim, Daniel Pellizzari, Daniela França, Fábio Montarroios, Fernanda Pereira, Laura Klemz, Laura Liuzzi, Maria Clara Villas, Nani Rubin.

 

Jurídico

Ji Hyun Kim (Coordenação), Thais Yamamoto.

 

Literatura

Rachel Valença (Coordenação), Eucanaã Ferraz (Consultoria), Bruno Cosentino, Elizama Almeida de Oliveira, Jane Leite Conceição Silva, Kátya de Sá Leitão Pires de Moraes, Manoela Purcell Daudt D'Oliveira.

 

Logística, Empréstimos e Licenciamentos

Odette Jerônimo Cabral Vieira (Coordenação), Ake Marc Albert Adje, Nadja dos Santos Silva, Vera Lúcia Ferreira da Silva Nascimento.

 

Música

Bia Campello Paes Leme (Coordenação), Miguel Angelo de Azevedo “Nirez” (Consultoria), Elias Silva Leite, Euler Picanço de Araújo Gouvea, Fernando Lyra Krieger, Isadora Cirne.

 

Produção de Exposições

Camila Goulart (Supervisão), Lívia Ferraz, Márcia Vaz, Marina Marchesan.

 

Rádio Batuta

Luiz Fernando Rezende Vianna (Coordenação), Joaquim Ferreira dos Santos (Consultoria), Filipe Di Castro, Mário Tavares.

 

Recursos Humanos

Sirlei Marinho Paulino (Coordenação), Raquel Aparecida Barbosa Santos Correa.

 

Revista Serrote

Paulo Roberto Pires (Coordenação), Guilherme Freitas.

 

Tecnologia da Informação

Eliane de Castro Lima (Coordenação), André Roberto Felipe, Maurício Adriano Oliveira dos Santos.

 

Estagiáries

Alanis Batista dos Reis Santos, Aline da Silva Alves, Ana Clara dos Santos Mesquita, Anna Carolina Pereira Rocha, Carlos Eduardo Silva Marques Ferreira, Cintia Mechler de Carvalho, Danilo de Oliveira Bresciani, Débora Alexandre, Geovanna Santana de Andrade, Gustavo Zeitel Jacoub, Laura Mie de Azevedo Nicida, Luana Rios Mauricio Oliveira, Lucas Esteves Ururahy Rodrigues, Marcia Farias de Souza, Maria Júlia Froes e Costa, Marina Rigoletto, Natállia de Carvalho Santos, Rhuana da Silva Oliveira, Suzane Mayer Varela da Silva, Ywoollyanna Kawanna Santos Souza.

 

Aprendizes

João Carlos de Souza Brito, Késsia Ketlyn Souza de Siqueira.

Fevereiro 2021


Cronologia

Antes da inauguração de sua sede no Rio em 1999, o Instituto Moreira Salles já existia com esta denominação em Higienópolis, São Paulo (1996), e em Belo Horizonte (1997). Mas essa história começa em 1987 com a criação do Instituto de Artes Moreira Salles e tem continuidade em 1990 com a criação da Casa de Cultura Poços de Caldas.


Exposições

Entre 1992 e 2017, foram 380 as exposições promovidas pelo IMS, somadas as mostras das unidades Rio, São Paulo (Higienópolis) e Poços de Caldas. Em setembro de 2017, cinco exposições inauguraram o IMS Paulista, projeto arquitetônico com mais de 1200 metros quadrados de área expositiva. Confira a extensa programação reunindo obras do acervo da casa e de artistas internacionais e brasileiros de outras instituições.


Publicações e DVDs

O Instituto Moreira Salles publica livros e catálogos criados a partir de seus acervos e exposições, além de coeditar publicações com outras instituições. Desde 2012, o IMS edita uma coleção de DVDs, que inclui títulos brasileiros e estrangeiros como Cabra marcado para morrer, de Eduardo Coutinho; São Bernardo e Imagens do Inconsciente, de Leon Hirszman; Shoah, de Claude Lanzmann e Nostalgia da luz, de Patrício Guzmán, entre outros. A loja oferece ainda outros produtos próprios do IMS, além de fotos do acervo.


Trabalhe conosco