Linha do tempo do Instituto Moreira Salles

Antes da inauguração de sua sede no Rio em 1999, o Instituto Moreira Salles já existia com esta denominação em Higienópolis, São Paulo (1996), e em Belo Horizonte (1997). Mas essa história começa em 1987 com a criação do Instituto de Artes Moreira Salles e tem continuidade em 1990 com a criação da Casa de Cultura Poços de Caldas.

1987

- Criação do Instituto de Artes Moreira Salles.

1989

- Aquisição do Chalé Cristiano Osório, em Poços de Caldas.

1990

- Criação da Casa de Cultura Poços de Caldas, mantida e administrada pelo Instituto de Artes Moreira Salles.

1991

- A Casa de Cultura Poços de Caldas é incorporada ao Instituto de Artes Moreira Salles, que tem sua denominação alterada para Instituto Moreira Salles.

1992

- Inauguração da Casa de Cultura de Poços de Caldas.

1995

- Aprovação pelo SPHAN e Minc do projeto de restauração arquitetônica da antiga residência da família Moreira Salles no Rio de Janeiro, atual IMS Rio de Janeiro.

1996

- Inauguração do IMS São Paulo (Higienópolis). Início das obras do IMS Rio de Janeiro.

1997

- Inauguração do IMS Belo Horizonte.

1999

- Inauguração do IMS Rio de Janeiro.

2000

- Inauguração da Reserva Técnica Fotográfica (RTF) no IMS Rio de Janeiro.

2002

- Inauguração da Reserva Técnica de Música (RTM) no IMS Rio de Janeiro.

2008

- Inauguração da Reserva Técnica de Acervos (RTA) no IMS Rio de Janeiro.

2009

- Encerramento das atividades do IMS Belo Horizonte.

2013

- Início das obras do IMS Paulista.

2017

- Inauguração do IMS Paulista.


ACERVOS