Revolta premiada

Nesta quinta-feira, dia 7, o Instituto Moreira Salles recebe do Programa Memória do Mundo um certificado de inscrição de acervo no Registro Nacional do Brasil e no Registro Regional da América Latina e do Caribe. A cerimônia acontece às 18h no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, no Rio de Janeiro.

O acervo que agora passa a fazer parte do patrimônio documental reconhecido pela UNESCO é Os registros iconográficos da Revolta da Armada (1893–1894), inscrito em conjunto com o Museu Histórico Nacional e o Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro. O IMS participa da coleção premiada com as 85 fotografias do álbum de Juan Gutierrez sobre o conflito.