A nova sede do Instituto Moreira Salles na Avenida Paulista, inaugurada em 20 de setembro deste ano, foi uma das vencedoras da categoria Arquitetura e Urbanismo do prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Artes (APCA) 2017. O projeto de Vinicius Andrade e Marcelo Morettin, desenvolvido pelo escritório Andrade Morettin Arquitetos, foi premiado como a melhor obra de arquitetura em São Paulo. A APCA também concede outros sete prêmios na área: Urbanidade, Obra de arquitetura no Brasil, Obras referenciais, Fronteiras da Arquitetura, Resistência Urbana e Difusão Cultural.

O IMS Paulista, construído entre novembro de 2013 e setembro de 2017 – veja imagens de Bruno Fernandes sobre todo o processo – oferece, em sete andares, mais de 1.200 metros quadrados na área de exposições, além de um cineteatro, uma biblioteca de fotografia, salas de aula, o café-restaurante Balaio e a livraria IMS por Travessa. Com grandes espaços de circulação, e fachada de vidro translúcido que equilibra a iluminação interna, o centro cultural foi realizado a partir de conceitos sustentáveis e pensado para se integrar totalmente à paisagem urbana.

Prédio do IMS Paulista. Foto de Bruno Fernandes.

Entre as soluções arquitetônicas que privilegiam esta integração, está o acesso do público por escadas rolantes que ligam diretamente o vão livre da calçada até o quarto pavimento, onde se localiza a Praça IMS, ponto de encontro e convívio dos visitantes. Em seu primeiro mês, o IMS Paulista recebeu aproximadamente 107 mil visitas, marca que vem sendo alcançada nos meses seguintes.

A premiação da APCA é dividida em dez categorias: artes visuais, cinema, literatura, moda, música popular, rádio, teatro, teatro infantil, televisão e arquitetura, incorporada em 2010.


Outros acervos