Idioma EN
Contraste

Arquivo Peter Scheier


BRASÍLIA

Em 1958, Peter Scheier viajou a Brasília para fotografar o primeiro casamento ocorrido na cidade. Na ocasião, também registrou a futura capital em obras, atentando para as características da arquitetura e para o perfil dos trabalhadores envolvidos na construção. Dois anos depois, ele viajou a Brasília de Kombi com a família para fotografar a inauguração e o dia a dia da nova capital. O resultado foi divulgado internacionalmente pela agência norte-americana Pix Incorporated e, em conjunto com as fotos realizadas na viagem de 1958, foi publicado no livro Brasília vive!. Lançado pela Livraria Kosmos Editora, o objetivo da publicação foi mostrar que a nova capital já não era um lugar inóspito no interior do país.

Desde o início dos anos 1940, Scheier fotografou obras de arquitetos modernos baseados em São Paulo, como Lina Bo Bardi, Gregori Warchavchik, Rino Levi e Oswaldo Bratke. No eixo monumental de Brasília, ele investiu numa visão intermediada pelas amplas fachadas de vidro das obras de Oscar Niemeyer, explorando a integração entre o interior e o espaço público proposta por aquela arquitetura. Nas fotos do eixo residencial, o elemento humano é protagonista. Scheier mostra crianças indo para a escola em meio aos prédios em construção, pessoas nos supermercados e passeando pelas ruas de comércio. Em consonância com o discurso desenvolvimentista da época, a Brasília de Scheier representa a promessa de modernidade e de tempos melhores para o país.

Clique na imagem para ampliá-la

Programação

Nenhum evento encontrado.