Idioma EN
Contraste
Edital 2022

Plataforma ESCUTA

Residência Artística Laboratório de Imagens

Este edital é uma convocatória para o processo seletivo de participação na residência artística Laboratório de Imagens, desenvolvida em parceria pelo Instituto Moreira Salles e o Observatório de Favelas, a partir do programa Imagens do Povo. São quatro vagas para jovens de 18 a 30 anos, com atuação iniciante no campo da fotografia, oriundos da cidade do Rio de Janeiro e sua região metropolitana.

Esta é a terceira edição da residência que, neste ano, tem como objetivo incentivar a ampliação de repertório e o aperfeiçoamento de portfólio dos artistas. Serão selecionadas quatro candidaturas, sendo possível se inscrever individualmente ou como dupla artística. As pessoas contempladas terão acesso a uma formação de quatro meses, ministrada entre julho e outubro de 2022. Também receberão uma bolsa de R$ 8 mil, paga em parcelas mensais de R$ 2 mil ao longo dos 4 meses de formação.

Em 2022 a residência passa a fazer parte da Plataforma Escuta, programa da Ação Social do IMS que busca promover formação artística, residência e realização do Escuta Festival. O resultado do processo seletivo será divulgado em junho nas plataformas das duas instituições.

 Ativação educativa na exposição Claudia Andujar: a luta Yanomami, 2019 (Laura Liuzzi/IMS)

A Residência

A residência de 2022 é fruto do projeto de residência e pesquisa nos acervos do IMS denominado Laboratório de Imagens. A partir deste ano, o programa passa a centrar-se no desenvolvimento do portfólio das pessoas fotógrafas participantes, buscando promover trocas e reflexões entre profissionais do campo cultural e pessoas fotógrafas para contribuir no processo de desenvolvimento da produção artística-fotográfica periférica da região metropolitana do Rio de Janeiro. Com um formato híbrido, contará com encontros presenciais e virtuais, mediados por educadoras/es, artistas e curadoras/es, entre outras/os agentes dos campos da arte e da cultura. Ao final da vivência, os resultados do processo irão compor um e-book, a ser publicado no primeiro semestre de 2023.

Quem pode participar?
  • Jovens de 18 a 30 anos, oriundos de periferias da metrópole do Rio de Janeiro, iniciando suas pesquisas em fotografia.
  • Individualidades e/ou representantes de coletivos artísticos de fotografia, até duplas.

Como participar

As inscrições são gratuitas e serão realizadas a partir de 26 de abril através do formulário Residência Escuta 2022, com o envio de todas as informações listadas abaixo para o e-mail acao.social@ims.com.br até as 23h59 do dia 29 de maio de 2022. Não serão aceitas inscrições efetuadas fora do período indicado.

Entre as informações exigidas no formulário, destacamos:

1. Portfólio digital em formato PDF ou apresentação visual da trajetória profissional/artística ou experimental em formato PDF, de 3 (três) até no máximo 10 (dez) páginas, ou vídeo com duração máxima de até 3 (três) minutos.

2. Minibio, atualizada e resumida, da/o artista individual e/ou representante de coletivos artísticos participantes, destacando pontos importantes da trajetória de sujeita/o e artista, espaços formativos e artísticos pelos quais passou.

No campo assunto e no nome dos arquivos enviados por e-mail é obrigatório indicar o nome Residência Laboratório de Imagens e, entre parênteses, o nome e o sobrenome informados no formulário. Exemplo: Residência Laboratório de Imagens (Carolina de Jesus)

As pessoas participantes devem concordar em frequentar as atividades propostas e, ao final do processo, em publicar seus portfólios no e-book previsto para ser lançado em março de 2023. Devem estar cientes de que, uma vez selecionadas/os, as/os artistas-bolsistas assinarão um Termo de Responsabilidade para pactuar a participação na residência.

Para o recebimento das bolsas e das ajudas de custo, as pessoas selecionadas precisarão apresentar cópia do RG e CNPJ em nome da/o artista (MEI ou empresa) a partir do qual serão emitidas as notas fiscais.

O que é oferecido

Formação ao longo de quatro meses, com até três encontros semanais síncronos de 2 horas cada, com conversas, palestras com profissionais do Instituto Moreira Salles, do Observatório de Favelas e convidados externos, especialmente fotógrafos/as e profissionais especialistas na área visual.

1. A residência terá formato híbrido, com encontros virtuais e presenciais.

2. Aulas semanais, realizadas com temas envolvendo a fotografia, a fim de contribuir para o desenvolvimento conceitual e prático do fazer fotográfico dos/as residentes, além da criação de seus portfólios.

3. Conversas com artistas e/ou agentes do campo cultural sobre temas específicos relacionados à sua atuação.

4. Encontros com profissionais do IMS e do OF.

5. Acompanhamento das pesquisas pessoais pelos docentes e pela coordenação da residência (Educação IMS e OF/Imagens do Povo).

6. Encontros para trocas e compartilhamentos sobre os encaminhamentos e processos entre os residentes.

7. Encontros presenciais para trocas com as equipes do Laboratório de Imagens (IMS + OF).

 

Bolsa: R$ 2.000 (dois mil) reais líquidos por mês, ao longo de quatro (4) meses. O valor da bolsa contempla transporte, alimentação e outros custos relacionados ao processo artístico de cada participante.

 

E-book com publicação prevista para o 1o semestre de 2023, disponível nas redes sociais das instituições parceiras (IMS e OF). O material do e-book será resultado da culminância do processo da residência, para organizar e difundir o percurso de cada residente participante.

Comprometimento

Os selecionados devem se comprometer em participar 20 horas por semana, ao longo de quatro meses, de todas as atividades relacionadas à residência.

Vale mencionar que, das 20 horas semanais de dedicação, até 6 horas serão dedicadas aos encontros síncronos com os docentes e convidados. As demais horas serão destinadas a leituras, pesquisas e produção pessoal de cada residente, relacionadas às práticas e às trocas entre os residentes.

REGRAS

“Parágrafo Único: Caso o/a bolsista desista da residência ou não cumpra a participação mínima exigida ou deixe de entregar os resultados finais, estará sujeito à interrupção dos repasses financeiros mensais, conforme constará especificamente do termo de compromisso a ser assinado por cada participante. Será exigido 75% de presença mensal na residência. Exceções, como problemas médicos e outras justificativas, serão analisadas pela coordenação."

Cronograma

Inscrições e seleção

26/4/2022: Lançamento da chamada pública
29/5/2022: Encerramento das inscrições
17/6/2022: Divulgação dos selecionados

 

Residência

20/6/2022 a 4/7/2022: Contrato com residentes selecionados
4/7/2022 a 31/10/2022: Atividades da residência (aulas, palestras, pesquisas)

 

Publicação

Março de 2023: Lançamento de e-book

Observatório de Favelas

A residência Laboratório de Imagens é fruto de um parceria do Instituto Moreira Salles com Observatório de Favelas/Imagens do Povo, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público sediada no Conjunto de Favelas da Maré, na cidade do Rio de Janeiro, e dedicada à produção de conhecimento e metodologias visando incidir em políticas públicas sobre as favelas e periferias e promover o direito à cidade.