Idioma EN
Contraste

Confraria Carnaval

As marchinhas de São Luiz do Paraitinga

Suzana Salles, Paulo Padilha, Galvão Frade e família. Foto de Maria Paula Menecucci

Para celebrar as canções carnavalescas de São Luiz do Paraitinga, cidade do interior de São Paulo famosa por seu festival de marchinhas, a cantora Suzana Salles convida diferentes gerações da família Frade, uma das mais atuantes no carnaval de São Luiz de Paraitinga. O compositor Paulo Padilha, parceiro no show Carnaval de Bolso, também apresenta-se com o grupo. Suzana Salles é expoente da chamada Vanguarda Paulista, tendo participado das bandas Sabor de Veneno e Isca de Polícia, que acompanharam Arrigo Barnabé e Itamar Assumpção, respectivamente. Mantém uma estreita ligação com a cidade de São Luiz do Paraitinga, motivo pelo qual recebeu o título de cidadã luizense.

Sobre os participantes

Galvão Frade
É natural de São Luiz do Paraitinga, músico e compositor autodidata. Atua no carnaval luisense desde 1981, quando foi retomado o carnaval de rua da cidade e produziu nesses quase 40 anos várias edições do tradicional Festival de Marchinhas local.

Nhô Frade
Natural de São Luiz do Paraitinga, é membro fundador do Grupo Paranga e atuante músico em várias bandas da região, como a Estrambelhados.

Paulo Padilha
Ex-baixista do Grupo Aquilo Del Nisso, cantor e compositor com quatro CDs gravados e canções nas vozes de Simone, Daúde, Suzana Salles, Juçara Marçal, Palavra Cantada, Marcos Sacramento, entre outros. Suas marchinhas Áio no Ôio e Fucei seu Feice estão entre as top 3 no Concurso de Marchinhas do Fantástico nos anos de 2013 e 2015. Acaba de voltar de turnê de 80 dias nos EUA, lançando seu mais recente trabalho Na Lojinha de Um Real Eu me Sinto Milionário. Fundador do Bloco TODOMUNDO.

Camilo Frade
Lançou seu primeiro álbum aos quinze anos de idade, Por Que Nós? (2013), disco produzido por Mau, que contou com composições inéditas de Karina Buhr, Carlos Rennó e Teresa Cristina. No hiato entre o primeiro e segundo trabalho o artista passou a se firmar no terreno da composição, vencendo por duas vezes o tradicional Festival de Marchinhas Carnavalescas de São Luiz do Paraitinga, além de se apresentar ao lado de artistas como Chico César, Ceumar, Zeca Baleiro e Fafá de Belém. Em 2019 lançou o álbum autoral Dente de Leão e em maio do mesmo ano inaugurou o selo Brocal Musical, criado pelos irmãos Gustavo e Tulipa Ruiz, com a gravação da canção Bicho-Bicho, composição sua que foi produzida por Gustavo e contou com a participação de Biel Basile (O Terno) na bateria e Tulipa Ruiz nos vocais.

Tomás Frade
Compositor, cantor e instrumentista, atua no cenário musical da região e capital. Estuda Teoria Musical na Corporação Musical de São Luís de Tolosa e é um dos fundadores da banda Los Cunhados, grupo que acumula diversos shows pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, SESCSP, unidades da capital e interior, eventos realizados pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo, que contaram com a presença de artistas consagrados como O Terno e Ava Rocha, entre outros; e festivais internacionais, como o Festival Internacional Imagine Brazil, no qual a banda foi finalista. Em 2017, a banda lançou o EP digital Los Cunhados com produção dos músicos João Gaspar (Paranga) e Léo Couto (Estrambelhados), e coprodução do multi-instrumentista Betão Aguiar. O álbum obteve inúmeros elogios da crítica, nos principais veículos de comunicação do Vale do Paraíba e da capital e de importantes veículos como as revistas Metrópole, Meon e Vitti e o jornal carioca GGN. O jovem participa assiduamente de festivais em São Luiz do Paraitinga, na região e também na gravação, como músico e compositor, de álbuns de importantes bandas e artistas regionais, como Camilo Frade (Dente de Leão) e a Banda Estrambelhados (Além dos 4 cantos). Recentemente, sua composição Deu Branco classificou-se como finalista do 3º Festival Nacional Celly Campello de MPB, em Taubaté.

Caio Frade
Compositor e músico, participa da banda Los Cunhados e acompanha o irmão Camilo Frade como guitarrista e arranjador. Finalista do Festival de Marchinhas de São Luiz do Paraitinga, prepara-se para gravar o primeiro trabalho solo.

Suzana Salles
Cantora e compositora, é paulistana e também cidadã luizense; fez parte da chamada Vanguarda Paulista, tendo trabalhado nas bandas Sabor de Veneno e Isca de Polícia. Idealizadora e curadora da Semana da Canção Brasileira, evento sediado na cidade de São Luiz do Paraitinga, em seis edições; tem alguns CDs gravados, dentre eles: Suzana Salles, As Sílabas, Caipira, Mais Caipira, Jogos da Noite.

Repertório

1 - Juca Teles (Galvão Frade e Marco Rio Branco)
2 - Saudade da Serra/ Raios de Luz (Marco Rio Branco/Galvão Frade)
3 - Helena (Galvão Frade)
4 - Maria Rita (Galvão Frade)
5 - Arritmia (Galvão Frade)
6 - Paixão de Praia (Galvão Frade)
7 - Maricota (Galvão Frade)
8 - Bico do Corvo (Galvão Frade)
9 - Áio no Ôio (Paulo Padilha)
10 - Fucei seu Face (Paulo Padilha)
11 - Corra e Olhe o Bloco (Camilo Frade/Caio Frade/Tomás Frade)
12 - Pra Ver o Carnaval Chegar (Camilo Frade/ Caio Frade/ Tomás Frade)
13 - Bicho-Bicho (Camilo Frade)
14 - Princesa Cósmica da Ilha de um Cometa (Camilo Frade)
15 - Samaritana (Galvão Frade)
16 - Sou Carnaval (Galvão Frade)

Como participar

Quando
16 de fevereiro de 2020, domingo, às 11h

Entrada gratuita. Evento sujeito à lotação do espaço. 

Ordem de chegada, sem distribuição de senhas.

150 lugares em pé + 30 lugares sentados (público preferencial).

Vídeo

 


Mais eventos

Mais IMS