1984

Direção

Michael Radford

Informações

Reino Unido
1984. 115min. 14 anos

Formato de exibição

35mm

Sinopse

A Inglaterra se tornou uma sociedade totalitária, controlada pelo olhar onipresente do Grande Irmão. Wiston Smith (John Hurt) é um funcionário do governo encarregado de transcrever antigas notícias de jornais de acordo com a ideologia do partido. Ele passa a questionar as obrigações impostas à sua rotina quando conhece Julia, e arrisca sua liberdade para viver um romance, uma distração proibida no universo desta ficção.

Baseado no romance de George Orwell, o filme fez parte do projeto United States of Cinema [Estados Unidos do Cinema], que coordenou a exibição do longa em mais de 200 cinemas nos EUA, no dia 4 de abril deste ano. Um dos objetivos do evento era promover a reflexão sobre liberdade de expressão, direitos humanos e fatos alternativos, meses após Donald Trump assumir a presidência do país.


Programação

Não há sessões previstas para esse filme no momento.


Debate

No dia 4 de outubro (quarta-feira), às 20h, após a exibição de 1984, acontecerá um debate sobre manipulação factual, versões, pontos de vista e pós-verdade entre o jornalista João Paulo Charleaux e a pesquisadora Ilana Feldman, e com mediação do crítico de cinema Paulo Santos Lima.

Debatedores:
João Paulo Charleaux é repórter especial no Nexo Jornal. Como jornalista escreveu para Folha, Estado e O Globo. Foi corresponde no Brasil para jornais estrangeiros, e foi correspondente de jornais brasileiros no exterior. Cobre temas de política nacional e internacional, segurança pública, direitos humanos e defesa.

Ilana Feldman é pesquisadora, crítica e professora. Doutora em Cinema pela ECA/USP​ e mestre em Comunicação e Imagem pela UFF​, realiza pós-doutorado em Teoria Literária na UNICAMP, com pesquisa sobre cinema, testemunho e autobiografia, a partir da obra do cineasta brasileiro-israelense David Perlov.

Mediador:
Paulo Santos Lima é crítico, jornalista e professor de cinema. Escreve na Revista Cinética, foi redator, repórter e crítico de cinema em jornais como Folha de S. Paulo e Valor Econômico e em revistas como Bravo! e Monet.


Ingressos

R$8 (inteira) e R$4 (meia). Vendas na recepção do IMS Paulista apenas no dia da sessão, a partir as 10h.