Idioma EN
Contraste

Francisco du Bocage

bocage.ims.com.br

Apresentação

Considerado o mais importante fotógrafo a atuar em Pernambuco na virada do século XIX para o XX, Francisco du Bocage (1860-1919), que se intitulava fotógrafo artista, evidenciando a preocupação com o valor estético de sua produção, ainda tem muitas lacunas e pontos de interrogação em sua biografia. Nascido em Portugal, embora alguns jornais pernambucanos tenham se referido a ele como francês, foi autor de uma importante documentação de Olinda e também do Recife. Seus registros, muitos dos quais editados como cartões-postais, revelaram a capital pernambucana, chamada de Veneza brasileira, no auge de sua beleza. Eram tempos de profunda transformação no cenário urbanístico da capital, e Du Bocage documentou com qualidade técnica e senso artístico as extensas obras de modernização da zona portuária do Recife, a cargo da Societé de Construction du Port de Pernambuco, durante as administrações dos governadores Herculano Bandeira de Melo (1850-1916), Emídio Dantas Barreto (1850-1931) e Manuel Borba (1864-1928), no período entre 1908 e 1919.

Bocage foi correspondente, no Recife, do Jornal do Brasil e da Revista da Semana, e também foi dono de uma oficina de chapéus para senhoras e crianças.

Além da coleção abrigada no IMS, em que se destaca a documentação das obras portuárias, há trabalhos de Du Bocage na Biblioteca Nacional, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e na Fundação Joaquim Nabuco, do Recife.


Seleção de obras

VISUALIZAR POR

Rua São Jorge

Estação Estrada de Ferro

Recife Antigo

Igreja do Corpo Santo – Bairro do Recife

×
<
>

Rua São Jorge

Francisco du Bocage

Recife - PE - Brasil - 1910 circa

Estação Estrada de Ferro

Francisco du Bocage

Recife - PE - Brasil - 1910 circa

Recife Antigo

Francisco du Bocage

Recife - PE - Brasil - 1910 circa

Igreja do Corpo Santo – Bairro do Recife

Francisco du Bocage

Recife - PE - Brasil - 1913 circa


Pesquise no acervo de Fotografia

Estão disponíveis cerca de 12.000 imagens para pesquisas online. Você pode realizar buscas, cadastrar-se para salvá-las ou enviar sua seleção de imagens, caso deseje utilizá-las. Na base de dados a visualização das imagens é de até 200% de ampliação. As alternativas de ação são busca livre; busca avançada; solicitação de uso de imagens e opções de visualização.

Detalhes de fotos de Marc Ferrez, Maureen Bisilliat, Thomaz Farkas e Chico Albuquerque / Acervo IMS

Atendimento ao pesquisador

IMS Rio de Janeiro

Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea - Rio de Janeiro/RJ
CEP 22451-040

Consulta presencial

Agendamento por e-mail com 72h de antecedência.
De segunda a sexta-feira, das 10h às 12h30, e das 14h às 18h.

Contato

fotografia.ims@ims.com.br

A consulta presencial será realizada através de um banco de imagens digital, sem o manuseio dos itens originais do acervo, visando a conservação e preservação dos mesmos.

A sala de pesquisa possui número restrito de lugares, portanto solicitamos que nos seja avisado com antecedência a vinda de acompanhante. Caso não possa comparecer no dia e horário agendado, por favor, comunique.

Para o melhor aproveitamento de todos os pesquisadores, não será permitido na sala: uso de celular, notebook, caderno ou similares, consumo de bebidas ou alimentos. Ao lado da sala há um armário destinado para a guarda dos pertences.

O processo de liberação de imagens possui etapas, dentre elas, autorização, elaboração de termo de responsabilidade e custos (dependendo da finalidade de uso). O prazo para conclusão dos pedidos é de até 10 dias úteis porém este limite pode se estender conforme o quantidade de itens solicitados e/ou demanda interna.


Outros acervos

Mais IMS