Idioma EN
Contraste
quintana.ims.com.br

Apresentação

Poeta que apostava na sua “imortalidadezinha”, Mario de Miranda Quintana nasceu em Alegrete (RS), em 30 de julho de 1906, o caçula dos três filhos de Celso de Oliveira Quintana e Virgínia de Oliveira Quintana. Adolescente, trocava o estudo de desenho pela leitura de Dostoiévski, o que justifica a reprovação na matéria, em 1921. Álgebra e geografia estavam longe de ser sua predileção, mas as notas altas em francês eram prenúncio do tradutor que ele seria no futuro. Em 1924, Mario Quintana começou a trabalhar na Livraria do Globo, em Porto Alegre. Inicialmente na função de desempacotador de livros, anos depois ele compôs, com Henrique Bertaso, Erico Verissimo e Mauricio Rosenblatt, o quarteto que transformaria a livraria, até então modesta, na lendária Editora Globo, fundada pela família Bertaso e responsável pela publicação de grandes nomes da literatura universal no Brasil. Não tardou que, de editor, Quintana passasse a colaborador da Revista do Globo, que circulou de 1929 a 1967 e impulsionou aquela casa editorial.


Por dentro dos acervos


Pesquise no acervo de Literatura

Explore a base de dados, que disponibiliza descrições de itens dos Arquivos, além de imagens com o conforto de zoom até 200%. Você pode ler, nessa resolução, as crônicas de Paulo Mendes Campos publicadas na revista Manchete ou ver fotos de Ana Cristina Cesar, Clarice Lispector e Rachel de Queiroz. Surpreenda-se com as dedicatórias de livros transcritas na base de dados da Biblioteca. 

Ana Cristina Cesar, Otto Lara Resende, Clarice Lispector e Carlos Drummond de Andrade

Atendimento ao pesquisador

A consulta presencial deverá ser agendada com 72h de antecedência.

O número de lugares na Sala de Pesquisa é restrito, portanto é preciso confirmar a presença no tempo previsto. Informe a respeito da vinda de acompanhante. 

Caso não possa comparecer no dia e horário agendado, por favor, comunique.

Mais informações estarão disponíveis no local.

Na Sala de Pesquisa será permitido o uso de folhas soltas, lápis e notebook.
Não será permitido o consumo de bebidas ou alimentos.
Não é permitido fotografar documentos.
Ao lado da sala há um armário destinado à guarda dos pertences.

Os pedidos de reprodução de documentos serão analisados. O IMS não detém os direitos autorais nem de imagem dos documentos do acervo.


Outros acervos

Mais IMS