Idioma EN
Contraste

Sobre Maria Luiza Kfouri

Maria Luiza nasceu em São Paulo em 1954. Cresceu embalada pelos sons que escutava em casa, ainda na infância. Seu pai era um amante de música popular brasileira, fã de Noel Rosa, Mario Reis, Lamartine Babo. A mãe adorava Gershwin, Ravel e Cole Porter. Maria Luiza foi também influenciada pelos três irmãos mais velhos (entre eles, o jornalista esportivo Juca Kfouri): um levou João Gilberto e Beatles para casa, outro escutava música norte-americana, o terceiro ouvia Elvis Presley. Maria Luiza despertou de vez para a música aos 11 anos, quando escutou Arrastão (Edu Lobo e Vinicius de Moraes) na voz de Elis Regina, vencedora do I Festival de Música Popular Brasileira (TV Excelsior).

Estudou jornalismo, visando a trabalhar no setor de música de algum órgão da imprensa. Nunca chegou a exercer a profissão, mas sua formação foi fundamental para que conseguisse chegar ao rádio, onde acabou se estabelecendo. Trabalhou na Rádio Cultura FM em 1984 e 1985.

Foi coordenadora musical da Rádio Gazeta FM em 1988, ano em que a emissora recebeu o prêmio de melhor programação da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Entre 1989 e 1995, foi diretora da Rádio Cultura AM.

Em 2005, criou na internet a página Discos do Brasil: uma discografia brasileira, em que disponibilizou todo o seu acervo particular (mais de 6 mil títulos), que havia começado a catalogar dez anos antes, quando saiu da Cultura, em 1995. Durante esse trabalho, escutou pacientemente cada um dos álbuns, faixa por faixa, fazendo a identificação de todos os intérpretes em cada uma delas.

Ao lado de Fernando Barcellos Ximenes, criou e desenvolveu em 2006, com o patrocínio da Petrobras, o projeto Músicos do Brasil: uma enciclopédia instrumental, com verbetes sobre os principais nomes da chamada música instrumental brasileira. O projeto está disponível na internet desde dezembro de 2008, no endereço musicosdobrasil.com.br.