Idioma EN
Contraste

Slam das Minas RJ

Slam das Minas RJ é um coletivo artístico que organiza uma batalha lúdico poética itinerante no estado do Rio de Janeiro, dando visibilidade a mulheres [héteras, lésbicas, bis, ou trans], pessoas queer, agender, não bináries e homens trans. Formado pelas poetas Andrea Bak, Moto Tai, Genesis, Tom Grito e Rainha do Verso, e ainda Débora Ambrósia (produção), Lian Tai (vídeos) e DJ Bieta (sonorização).

Instagram
/slamdasminasrj

Quarentena Poética

Vídeo poemas de artistas convidadas.


Lucianna Gomes

Eu sou egoísta

A gente ta tão acostumado a falar do outro e das dores que eles nos causaram
Que o exercício de falar de si em primeira pessoa não existe.
Minto, até existe.
Mas só se for pra falar das coisas boas. Da produtividade ou do quanto se é desconstruído
E tudo isso, pra ser aceito dentro da própria bolha e assim não é preciso lidar com a dor de quem não ta a sua vista.
Só que eu cansei de falar do outro e vim falar de mim,
Hoje me indaguei quantas vezes já não me disseram que fui egoísta
E ao me lembrar, eu ressenti.
Daí me fiz chamar atenção pra um pássaro voando e foi então que enfim eu pude me ouvir dizer que sim
Eu sou egoísta.
E ao assumir isso, na mesma hora eu repreendi e disse: não! não é egoísmo , é modo de sobrevivência.
Essa afirmação carrega tanta decadência, que eu ri da minha própria cara
Me fiz encarar as vezes que eu poderia ter feito pelo outro, mas escolhi fazer só por mim
Reconheci que egoísmo não tem nada a ver com sobrevivência se a essência de viver é sobre compartilhar e sentir
Doeu quando me apontaram, mas foi exatamente isso que me fez questionar como que eu machuquei quem tava do outro lado?
Se colocar em primeiro lugar em certas situações, não ta errado
Mas já parou pra perguntar se esse lugar já não tava ocupado?
Se no espaço que você fincou e bateu pé só habita tu e o teu querer?
Então hoje, eu afirmo que sim, eu sou egoísta e com isso
Reverencio tudo que existe dentro, numa profundidade que ainda não possui luz.
Porque pra mim, sabedoria consiste mesmo em enxergar como se conduz a própria vida.
Conseguir olhar pro lado e se compadecer com a dor do teu semelhante.
João Pedro foi morto pela polícia e essa mesma policia fugiu do seu próprio flagrante.
"Ah mas se ele tivesse dentro de casa, isso não acontecia"
É, mas aconteceu, e adivinha: foi dentro de casa!
Já pensou como deve tá cabeça das outras crianças que estavam na sala quando ele foi assassinado? Quando o corpo dele foi sequestrado? Isso tudo é autorizado pelo estado pra encobrir as falhas de quem segue matando preto todo dia
Demétrio se foi. Não tem mais cor, não tem mais alegria, não tem mais close não tem corre, não tem sorriso pra família que ta tentando seguir com esse luto da forma que pode.
E é mais uma vida preta que se esvai.
E a opressão na realidade desse país, cresce cada vez mais
E eu? Eu fiz silêncio.
Na verdade, o máximo que fiz foi postar nas redes a minha indignação
Sendo que pra mim, militância de internet é o mesmo que ser rico no banco imobiliário
De nada te serve porque não gera ação.
E sem ação não se tem mudança.
Então o que você tem feito pra confortar teu peito com a certeza de que você também não é uma pessoa egoísta?
Além de militância na internet, ao ler todas essas as manchetes sobre mortes, com o que de fato você se sensibiliza? De verdade?
Hoje pratiquei o exercício de me despir do meu ego e da minha vaidade
E se tu quer realmente que a sua realidade mude
E eu digo em todos os sentidos,
Assuma que a mudança mora e começa contigo.
Tenha humildade pra se reconhecer um ser não perfeito e aí talvez você comece a fazer não só por você, mas também por todos os pretos.

Faz poesia desde os 14 anos mas nunca acreditou ser poeta. Hoje, ao se reconhecer como minoria – mulher preta LGBT+ numa sociedade deturpada – sentiu necessidade de dar voz à sua fala e poder à sua poesia. Busca caminhos internos para falar sobre si e sobre o externo, na tentativa de começar a revolucionar a única coisa que está em suas mãos: a própria consciência!

instagram.com/luciannagmz

Eventos ao vivo

Instagram @slamdasminasrj

Quarentena poética ao vivo
Lives com a coletiva e convidadas
Domingos, 15h

17 e 31/5
7, 14 e 21/6
Slam das minas RJ
A tradicional competição valendo vaga para a final anual
24/5 e 28/6
Pocket Show com DJ Bieta e Slam das Minas RJ
Música e poesia
30/6

Mais sobre o Programa Convida
Artistas e coletivos convidados pelo IMS desenvolvem projetos durante a quarentena. Conheça os participantes:

A · B · C · D · E · F · G · H · I · J · K · L · M · N · O · P · Q · R · S · T · U · V · W · X · Y · Z