Idioma EN
Contraste

Slam das Minas RJ

Slam das Minas RJ é um coletivo artístico que organiza uma batalha lúdico poética itinerante no estado do Rio de Janeiro, dando visibilidade a mulheres [héteras, lésbicas, bis, ou trans], pessoas queer, agender, não bináries e homens trans. Formado pelas poetas Andrea Bak, Moto Tai, Genesis, Tom Grito e Rainha do Verso, e ainda Débora Ambrósia (produção), Lian Tai (vídeos) e DJ Bieta (sonorização).

Instagram
/slamdasminasrj

Quarentena Poética

Vídeo poemas de artistas convidadas.


Patrícia Naia

eu já perdi as contas
de quantas pontas eu tentei juntar
pra minha história se encaixar na sua
eu já perdi a conta de quantas pontas
becks, cervejas, insónias, raps
" pagodinhos de amor" eu gastei
Caetano disse que quando a gente gosta
a gente cuida
e eu vou te dizer:
quando a gente quer faz um corre
se vc tá querendo me mostre
ou então, tá de boa, deixa isso se perder... lembrei hoje do cheiro do teu dendê
sei pouco sobre sentir
mas sei tudo sobre o que acende
quando encosto em você.
do dia da roda gigante
no ponto mais alto
meu rosto encadeado com teu riso brilhante
como é que eu vou esquecer?
imunes ao isolamento, as lembranças são.
recebi tua mensagem, nem acreditei
achei que tu tinha esquecido
e eu tão boa, suave, esse tempo todo
você falando coisas que eu nunca pensei:
sobre como os tempos são loucos
sobre corre que fizesse essa semana
e a música que tem ouvido
sobre as bobagens que me faziam rir
ixi, juro que eu não entendi
e aí , você começou
dizendo que já tinha perdido as contas
de quantas pontas tinha tentado juntar
pra sua história se encaixar com a minha
que já tinha perdido a contas de quantas pontas,
lundus, toadas, cervejas, becks e
pagodinhos de amor gastou
dizendo pra mim que
lembrou hoje do gosto do meu dendê
e que não entende muita coisa sobre o que sente
mas sabe que encostar em mim
faz teu corpo acender
mandando um sinal de fumaça
eu na brisa, chapada
enquanto você piava que não sabia direito,
mas tava aqui e não queria perder.
e que só tinha falado agora, morrendo de medo
mas o desejo já tava maior que você.
se pá, você disse ainda,
juntando suas pontas com as minhas,
um beck a gente vai ter.

Nascida em São Paulo, escorpiana, hoje residente em Recife. É educadora, professora de língua portuguesa, estudante, poeta e, em suas palavras, "sapatona". Há três anos vem construindo o Slam das Minas PE. Publicou O punho fechado no fio da navalha (2017). É autora do zine Poemargem, que circula na rua há quase três anos.

instagram.com/pr3tanaia

Eventos ao vivo

Instagram @slamdasminasrj

Quarentena poética ao vivo
Lives com a coletiva e convidadas
Domingos, 15h

17 e 31/5
7, 14 e 21/6
Slam das minas RJ
A tradicional competição valendo vaga para a final anual
24/5 e 28/6
Pocket Show com DJ Bieta e Slam das Minas RJ
Música e poesia
30/6

Mais sobre o Programa Convida
Artistas e coletivos convidados pelo IMS desenvolvem projetos durante a quarentena. Conheça os participantes:

A · B · C · D · E · F · G · H · I · J · K · L · M · N · O · P · Q · R · S · T · U · V · W · X · Y · Z