Idioma EN
Contraste

Slam das Minas RJ

Slam das Minas RJ é um coletivo artístico que organiza uma batalha lúdico poética itinerante no estado do Rio de Janeiro, dando visibilidade a mulheres [héteras, lésbicas, bis, ou trans], pessoas queer, agender, não bináries e homens trans. Formado pelas poetas Andrea Bak, Moto Tai, Genesis, Tom Grito e Rainha do Verso, e ainda Débora Ambrósia (produção), Lian Tai (vídeos) e DJ Bieta (sonorização).

Instagram
/slamdasminasrj

Quarentena Poética

Vídeo poemas de artistas convidadas.


Tawane Theodoro

"Eu sei o quanto te incomoda um preto revoltado
Nem todos são racistas ne?
Mas cês tbm não perguntaram quem queria ser escravo"
Valeu por tanto Mulambo
Com o meu corre eu sei que faço vários me odia
Mas quem ta ficando bravinho pra mim é apenas meta cumprida
E não me ofende me chamar de revoltada
Quer fazer isso? Me chama de acomodada
Queremos paz a todo custo pq nois não é bobo e sabemos do nosso poder
011 é o DDD
Zona Sul ,Capão Redondo pra vcs pegarem o proceder
Terra dos racionais
Então enfrenta pra ver
E se for cobrar? Pode pa
Só tenha certeza que vai ter argumento pra poder trocá Tamo ligado
que se o assunto não for grana e suas propagandas nem olham pro nosso lado
E ainda tem a cara de pau de me olhar e pedir humildade ?
Quando tamo no fundo do poço, cês vem oferecer felicidade ?
Cês só dão a pá pra gente cavar ainda mais pra baixo
Nois não é otário
Eu escrevo pra dar forças pros meus e acabar com rivalidade
Pra racista não tem empatia ou sororidade
Que eles se explodam vendo a gente crescer
A mente ta blindada pra não me deixar abater
Me pediram pra ser didática,e o é papo reto
Não vim com a missão de ser google ou dicionário Aurélio
É só vc seguir aqui a explicação da tia:
Aula 1 : Tenha noção
Aula 2 : Volte a primeira opção
Síndrome de branco salvador vai ser cortada
Suas perguntinhas sobre meu sofrimento não me levam a nada.
A minha poesia é sobre o que a minha alma grita
Vcs vão ficar sabendo os meus desabafos tristes e tbm o meu sonho de ser a tia rica
E eu vou derrubar gente cínica
Até geral entender
Que não é da boca pra fora quando digo: pretos no poder
Nois portando os kit e vivendo bem é a melhor reparação histórica que vcs vão ver
E eu faço meu corre com a consciência de erro mínimo
Minha irmã se inspira em mim e eu quero ela sempre sorrino
E é papo de futuro
Pra ela e meus filhos viverem em um mundo menos obscuro
Pros meus pais trazer orgulho
Então
Vê se me erra
Que nois ta pronto pra guerra
Se vc vacilar vc se ferra
Se não tiver escutando a gente berra
Pro nosso povo gritei acorde
Por mais que vc se incomode
As nossas rimas explode
Pq a gente sabe que pode

Nascida e criada no bairro do Capão Redondo, Zona Sul de SP, encontrou-se na poesia no fim de 2016. É uma das organizadoras do Sarau do Capão e do Slam do Bronks, e uma das poetas formadoras do Slam Interescolar. Foi campeã do Slam SP 2018 e ficou em terceiro lugar em 2019, conseguindo a vaga para o Slam BR nos dois anos. Em 2019, lançou o livro Afrofênix: A fúria na quebrada (editora Quirino).

instagram.com/pretata_

Eventos ao vivo

Instagram @slamdasminasrj

Quarentena poética ao vivo
Lives com a coletiva e convidadas
Domingos, 15h

17 e 31/5
7, 14 e 21/6
Slam das minas RJ
A tradicional competição valendo vaga para a final anual
24/5 e 28/6
Pocket Show com DJ Bieta e Slam das Minas RJ
Música e poesia
30/6

Mais sobre o Programa Convida
Artistas e coletivos convidados pelo IMS desenvolvem projetos durante a quarentena. Conheça os participantes:

A · B · C · D · E · F · G · H · I · J · K · L · M · N · O · P · Q · R · S · T · U · V · W · X · Y · Z