Computadores

Roda de conversa

Com Pedro Vieira, Paula Perissinotto e Rogerio Rosenfeld
Parte de Ciência em Diálogo: Física e Arte

Quando

13 de setembro de 2019, sexta, das 19h às 21h

Entrada gratuita

Lugares limitados. Mais informações em Como participar

IMS Paulista

Sala de aula - 2º andar
Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP

Pedro Vieira, físico e professor, e Paula Perissinotto, organizadora do FILE e especialista em novas mídias, arte contemporânea e cultural digital, dialogam com o físico Rogerio Rosenfeld sobre computadores. A conversa no IMS Paulista é parte da série Ciência em Diálogo: Física e Arte.

Dois sapos aparecem em ambiente cheio de vegetação. Toda a imagem tem cores vivas que não correspondem à realidade
©️Inside Tumucumaque. Interactive Media Foundation gGmbH e Filmtank GmbH.

Sobre os participantes

Pedro Vieira é físico, coordenador da colaboração Perimeter-ICTP-SAIFR, professor do IFT-Unesp e do Perimeter Institute, no Canadá. Recebeu o prêmio Sackler em 2018 e trabalha nas áreas de integrabilidade e teoria de campos.

Paula Perissinotto é especializada em novas mídias, arte contemporânea e cultural digital. Mestre em poéticas visuais pela ECA-USP, tem especialização em Curadoria e Práticas Culturais em Arte e Novas Mídias pelo MECA/ESDI em Barcelona, Espanha. Desde 2000 é cofundadora e organizadora do FILE - Festival Internacional de Linguagem Eletrônica.

Rogerio Rosenfeld é físico, vice-diretor do ICTP-SAIFR, professor do IFT-Unesp e presidente da Sociedade Brasileira de Física. Desenvolve pesquisas nas áreas de cosmologia e física das partículas e é autor de O cerne da matéria: a aventura científica que levou à descoberta do bóson de Higgs.


Como participar

Quando
13 de setembro de 2019, sexta, das 19h às 21h

Entrada gratuita. 
35 lugares.

Distribuição de senhas 60 minutos antes. Limite de 1 senha por pessoa.


A série Ciência em Diálogo: Física e Arte

Em parceria com o South American Institute for Fundamental Research do International Centre for Theoretical Physics (ICTP-SAIFR), abrigado no Instituto de Física Teórica da Unesp, esta atividade une um físico e um artista, crítico ou pesquisador de artes para dialogar sobre temas comuns a ambas as áreas, sob diferentes abordagens.