Intervenção Algo sobre nós

Performance

Com Robinho Santana
Parte de Estéticas das Periferias 2019

Quando

20 de agosto a 1 de setembro de 2019

Entrada gratuita

Mais informações em Como participar

IMS Paulista

Térreo
Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP

Nesta performance/atividade, o artista visual Robinho Santana (Diadema, SP) propõe, durante 10 dias, compartilhar com o público seu processo criativo, ampliando a reflexão sobre a desconstrução da identidade periférica. Santana busca uma representação digna da pluralidade da mulher e do homem periférico ("Não somos um, somos varixs"), e torna-os protagonistas de sua arte.

                                                             Robinho Santana. Foto: Divulgação.

Sobre Robinho Santana

Artista visual de Diadema, São Paulo, enxerga a arte como uma arma de luta contra a opressão. Em suas pinturas e ilustrações busca a representação digna da mulher e do homem negro. O trabalho de Robinho Santana é um ato político, uma busca pelo reconhecimento de si mesmo e do próximo, uma ferramenta de luta e denuncia contra o racismo e o genocidio do povo negro brasileiro.


Como participar

Quando
de 20 de agosto a 1 de setembro de 2019

Entrada gratuita, aberta ao público.

Para participar, basta comparecer nos dias informados.

Os visitantes poderão acompanhar o processo de criação do artista visual durante o período da intervenção.


Sobre o Estéticas das Periferias

Idealizado pela Ação Educativa, o Estéticas das Periferias chega à sua nona edição em 2019.
Nos últimos anos, o encontro tem mobilizado inúmeros espaços culturais nas áreas periféricas da capital paulistana, a partir do experimentalismo artístico. Para reafirmar que a produção artística das quebradas não pode ser definida como algo único e homogêneo, o nome do encontro é definido no plural e sua diversidade está expressa em seus eixos curatoriais: produção cultural de mulheres, direitos humanos, culturas negras, direito à cidade, meio ambiente e futebol e cultura. O evento conta com a parceria de 42 entidades culturais em seu núcleo curatorial – entre coletivos, instituições públicas e privadas, além de muitos artistas, programadores e agentes culturais – e nesse ano terá mais de 60 atrações e atividades.


Mais eventos