Leitura dramática de Postais para Charles Lynch

Leitura dramática

Com o coletivo Garapa

Quando

11/11, das 11h às 12h; e 9/12, das 14h30 às 15h30 (dias independentes)

Entrada gratuita

Sujeita à lotação da galeria

IMS Paulista

Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP


Sobre a atividade

O coletivo Garapa realiza uma leitura dramática referente ao trabalho Postais para Charles Lynch, que aborda os linchamentos no Brasil e integra a mostra CORPO A CORPO, em cartaz no IMS Paulista até 30/12.

11/11, das 11h às 12h; e 9/12, das 14h30 às 15h30 (dias independentes)


Sobre o livro

Postais para Charles Lynch é um livro dividido em três partes. Na primeira, fotogramas dos vídeos de linchamento têm seus códigos numéricos manipulados com a inserção dos comentários que os acompanham nas redes sociais. Os comentários destroem o código das imagens e causam uma distorção visual que lembra os antigos ruídos de tevê.

A segunda parte traz o roteiro de vídeo de um linchamento fictício, que será interpretado por atores no evento, para mostrar como o teatro da violência tem uma estrutura conhecida e repetida. Estão ali as cenas e os personagens arquetípicos, incluindo linchadores e instigadores, apaziguadores e espectadores, policiais, câmera e linchado. 

O livro termina com um arquivo de todos os filmes assistidos, reunido num índice e numa fita magnética que permite a conservação de longo prazo e que só pode ser acessada com equipamento específico. É como uma cápsula do tempo terrível, embalada em couro e aço.


Como participar

Entrada gratuita, sujeita à lotação da galeria.


Imagens


Vídeo

Paulo Fehlauer, do coletivo Garapa, fala sobre a elaboração do livro-manifesto Postais para Charles Lynch, obra que discute a violência das imagens de linchamento no Brasil.


Conteúdo relacionado