Narrativa visual fotográfica

A visão Guarani

Oficina

com Alberto Alvares

Quando

6, 7 e 8 de fevereiro, quarta, quinta e sexta, das 19h às 21h30

Inscrições

ESGOTADO (lista de espera disponível). Mais informações em Como participar

IMS Paulista

Estúdio
Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP

Alberto Alvares, professor da oficina Narrativa visual fotográfica: a visão Guarani. Foto de Guilherme Cury

Esta oficina prática, ministrada por Alberto Alvares, professor e cineasta Guarani com experiência na formação de cineastas indígenas,tem como objetivo apresentar e desenvolver noções básicas dos planos fotográficos, após uma apresentação da importância da fotografia como registro etnográfico.

Os participantes devem dispor uma câmera fotográfica que permita ajustes manuais e ter domínio técnico sobre ela.


Como participar

ESGOTADO. Lista de espera disponível no Eventbrite.

R$ 150 por 3 encontros
12 vagas


Sobre Alberto Alvares

É cineasta indígena da etnia Guarani Nhandewa, nascido na aldeia de Porto Lindo, Mato Grosso do Sul. É também ator, professor e tradutor de Guarani. Mora no Rio de Janeiro desde 2010, período em que começou a se dedicar ao audiovisual como realizador e formador. Graduado em licenciatura intercultural para educadores indígenas pela Faculdade de Educação da UFMG, foi professor de audiovisual na formação de cineastas indígenas em Biguaçu (SC), em Paranhos (MS), no projeto da série de tevê Amanajé, o mensageiro do futuro e no projeto Inventar com a Diferença, da UFF.


Programa

1) Apresentação: Fotoetnografia: a importância da fotografia como registro etnográfico.
2) Prática fotográfica: Elementos fotográficos: foco, ponto de vista, planos fotográficos/ Fotografia Documental/ Elementos da Imagem: simetria, cor, profundidade e espaço.
3) Análise das imagens produzidas: Posicionamento da imagem. Profundidade: figura, fundo e perspectiva.


Exposição relacionada