Relação entre o pensamento e a técnica

Evento de lançamento do site Artepensamento

Debate

Com Adauto Novaes, Eugênio Bucci, Franklin Leopoldo e Silva e Marcelo Coelho

Quando

22 de setembro de 2018, sábado
Às 11h

Entrada gratuita

Distribuição de senhas 60 minutos antes do evento. Limite de 1 senha por pessoa.

IMS Paulista

Cineteatro
Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP

O site Artepensamento (no ar a partir de 22/9), feito com o apoio do Instituto Moreira Salles, reúne ensaios e entrevistas desenvolvidos para os ciclos comandados por Adauto Novaes desde 1986, que debateram temas como a ética, o desejo, o olhar, a crise do Estado-Nação, entre muitos outros.

A nova plataforma digital deverá ter, quando finalizada, cerca de 800 ensaios filosóficos e políticos. Nesta primeira fase, apresentará 318 ensaios e a versão integral dos filmes produzidos para as séries de tevê Ética e O silêncio dos intelectuais.

No evento de lançamento, que acontece no sábado, 22/9, às 11h, no cineteatro do IMS Paulista, haverá a apresentação da plataforma, seguida de debate. A relação entre o pensamento e a técnica será tema da conversa do filósofo Franklin Leopoldo e Silva e dos jornalistas Eugênio Bucci e Marcelo Coelho, mediada por Adauto Novaes.

Na plateia, também para contribuir na conversa, estarão os intelectuais Maria Rita Kehl, Oswaldo Giacoia Jr., Renato Janine Ribeiro, Sérgio Cardoso, Renato Mezan, Marilena Chauí, Newton Bignotto, Vladimir Safatle, José Miguel Wisnik, Nelson Brissac Peixoto, Guilherme Wisnik, Leyla Perrone-Moisés, Laymert Garcia dos Santos, Moacyr Novaes, Celso Lafer, Francisco Foot Hardman, Willi Bolle, João Adolfo Hansen, Luiz Renato Martins, Francisco de Oliveira, Antonio Cicero, Márcio Suzuki, Luiz Alberto Oliveira, Arthur Nestrovski, Paulo Morelli e Lorenzo Mammì, todos envolvidos nos ciclos coordenados por Novaes.


Como participar

Evento gratuito com distribuição de senhas 60 minutos antes do evento. Limite de 1 senha por pessoa.

145 lugares.


Sobre os participantes

Adauto Novaes
Ganhador do prêmio Faz Diferença do jornal O Globo e do título de Chévalier des Arts et Lettres (do governo francês), foi jornalista, professor, e, por 20 anos, diretor do Centro de Estudos e Pesquisas da Funarte. Em 2000, fundou a empresa de produção cultural Artepensamento. Os ciclos de conferências que organizou resultaram nos seguintes livros de ensaios: Os sentidos da paixão, O olhar, O desejo, Ética, Tempo e história (ganhador do prêmio Jabuti), Rede imaginária: televisão e democracia, Artepensamento, A crise da razão, Libertinos/libertários, A descoberta do homem e do mundo, A outra margem do Ocidente, O avesso da liberdade, Poetas que pensaram o mundo, O homem-máquina, Civilização e barbárie, O silêncio dos intelectuais, Muito além do espetáculo, A crise do Estado-nação, Oito visões da América Latina, Ensaios sobre o medo, O esquecimento da política, Mutações: ensaios sobre as novas configurações do mundo, Vida, vício, virtude, Mutações: a condição humana, Mutações: a experiência do pensamento, Mutações: a invenção das crenças, Mutações: elogio à preguiça (ganhador do prêmio Jabuti), Mutações: o futuro não é mais o que era e Mutações: fontes passionais da violência (ganhador do prêmio Jabuti), Mutações: entre dois mundos.

Eugênio Bucci
Graduado em direito, jornalista e doutor em ciências da comunicação. Foi editor da revista Teoria e debate e diretor de redação das revistas Set, Superinteressante e Quatro rodas. Diretor de redação da Editora Abril, foi colunista de O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, Jornal do Brasil e Veja. Presidiu a Radiobrás de 2003 a 2007. Publicou: Sobre ética na imprensa e Do B. É, atualmente, professor do Instituto de Estudos Avançados da USP.
Participou das seguintes coletâneas: Libertinos libertários, Civilização e barbárie, Muito além do espetáculo, Vida Vício Virtude, Mutações: a condição humana, Mutações: o novo espírito utópico, Mutações: fontes passionais da violência.

Franklin Leopoldo e Silva
Professor aposentado do Departamento de Filosofia da USP e professor-visitante da UFSCar.
Escreveu os seguintes livros: Descartes, metafísica da modernidade, Bergson: intuição e discurso filosófico, Ética e literatura em Sartree Felicidade, dos pré-socráticos aos contemporâneos. Participou das seguintes coletâneas: A crise da razão, Tempo e história, O avesso da liberdade, Muito além do espetáculo, O silêncio dos intelectuais, O esquecimento da política, Vida, vício, virtude, Mutações: ensaios sobre as novas configurações do mundo, Mutações: A condição humana, Mutações: a experiência do pensamento, Mutações: a invenção das crenças, Mutações: a experiência do pensamento, Mutações: elogio à preguiça, Mutações: o futuro não é mais o que era e Mutações: o silêncio e a prosa do mundo, Mutações: fontes passionais da violência, Mutações: o novo espírito utópico e Mutações: entre dois mundos.

Marcelo Coelho
Mestre em sociologia pela USP e membro do Conselho Editorial da Folha de São Paulo, jornal para o qual contribui regularmente. Escreveu: Patópolis, Montaigne, Trivial variado, A professora de desenho, Gosto se discute e Noturno. Participou das seguintes coletâneas: A crise da razão, O silêncio dos intelectuais, Ensaios sobre o medo, O esquecimento da política, Vida, vício, virtude, Mutações: a invenção das crenças e Mutações: fontes passionais da violência e Mutações: o novo espírito utópico.