Idioma EN
Contraste

IMS Rio - Casa e jardim

Exposição permanente

Desde 1º de outubro de 2019
Sala de azulejos

IMS Rio

Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea - Rio de Janeiro/RJ

Horário

Terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 11h às 20h

Contato

(21) 3284-7400
imsrj@ims.com.br

A mostra permanente é composta por 30 imagens da casa da Gávea feitas pelos fotógrafos Marcel Gautherot (em 1954), Carlos Moskovics (em 1985), Cristiano Mascaro (em 1999) e Robert Polidori (em 2009).

A exposição conta com recursos acessíveis, como textos em braile e para baixa visão.

Na mesma sala está a maquete tátil do IMS Rio, inaugurada em junho de 2019.

Online

#IMSRioCasaJardim

Imprensa

+55 21 3371-4455
comunicacao@ims.com.br


Imagens


Quem projetou a casa da Gávea?

Situada no alto da Gávea, em um terreno com aproximadamente 10 mil metros quadrados, a casa foi projetada em 1948 por Olavo Redig de Campos. O projeto paisagístico ficou a cargo de Roberto Burle Marx.

 

Croqui do IMS Rio feito por Olavo Redig de Campos / Acervo IMS
Croqui do IMS Rio feito por Olavo Redig de Campos / Acervo IMS

 
Olavo Redig de Campos nasceu no Rio de Janeiro em 1906. Filho de diplomatas, estudou arquitetura na Universidade de Roma e, em 1946, já de volta ao Brasil, assumiu o Departamento de Conservação do Patrimônio do Itamaraty por algumas décadas. No período, foi responsável pelo projeto das embaixadas brasileiras em Washington, Lima e Buenos Aires, além do monumento em Pistoia em memória da Força Aérea Brasileira. Dedicou-se também a projetos no Paraná e desenhou algumas residências. Olavo utilizava-se dos conceitos do movimento modernista e pertencia ao grupo da Nova Arquitetura Brasileira. Morreu no Rio de Janeiro, em 1984.
 
Mapa do jardim do IMS Rio, 1951. Pintura de Roberto Burle Marx
Mapa do jardim do IMS Rio, 1951. Pintura de Roberto Burle Marx

 
Roberto Burle Marx nasceu em São Paulo em 4 de agosto de 1909, de pai alemão e mãe pernambucana. A família se mudou em 1913 para o Rio de Janeiro, e, ainda criança, Roberto logo criou gosto por jardinagem. Mas foi em Berlim, em 1928, que percebeu a riqueza artística das plantas brasileiras. Em 1932, a convite do arquiteto Lucio Costa, projetou seu primeiro jardim. Foi o início de uma rica trajetória de criação, que durou até sua morte, em 4 de junho de 1994.


Eventos paralelos

Celebração dos 20 anos de IMS Rio
1 a 26 de outubro de 2019, verificar dias e horários das atividades


Conteúdo relacionado


Sobre os acervos

Mais IMS