Idioma EN
Contraste
Os três centros culturais do IMS (São Paulo, Rio e Poços de Caldas) permanecem fechados ao público por tempo indeterminado. O prolongamento da restrição segue orientações das autoridades sanitárias em virtude do agravamento da pandemia de covid-19. Ficam adiadas – e sem novas datas definidas de abertura – as exposições Mario Cravo Neto: espíritos sem nome (SP), Arquivo Peter Scheier (Rio) e Limercy Forlin (Poços). O IMS seguirá avaliando a situação e, assim que possível, divulgará novas informações.

Palavras cruzadas,

sonhadas, rasgadas, roubadas, usadas, sangradas

Exposição

Entrada gratuita
8/12/2020 a 16/5/2021

IMS Paulista

Galeria 3
Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP

Horário

Temporariamente fechada

Miguel Rio Branco (1946) é um dos nomes mais respeitados da fotografia brasileira contemporânea. A exposição revê sua contribuição original ao usar a fotografia como elemento básico de uma escrita visual, capaz de dar novos sentidos às imagens. Para isso o artista revê seu arquivo de vida inteira, das raras imagens em preto em branco, capturadas na Nova York dos anos 1970, quando iniciava suas experimentações artísticas, até trabalhos recentes. São mais de 200 obras, que investigam temas como a sexualidade, a violência, a dor e a solidão.

Curadoria
Miguel Rio Branco
Thyago Nogueira

 

Online
expomiguelriobranco.ims.com.br
#expoMiguelRioBranco

Percurso do visitante

Siga o caminho aqui indicado para evitar aglomerações na galeria


Visitação

Temporariamente fechada
Reabertura: a definir
Etapa inicial: 8/12/2020 a 5/3/2021

Terça a domingo, das 12h às 18h.
O centro cultural funcionará com capacidade reduzida, para que o distanciamento seja respeitado.

IMS Paulista
Galeria 3
Avenida Paulista, 2424
São Paulo, SP

Contato
(11) 2842-9120
imspaulista@ims.com.br
Imprensa
(11) 3371-4455
comunicacao@ims.com.br

Seleção de obras

Clique na imagem para ampliá-la

Sobre Miguel Rio Branco

Miguel Rio Branco (Las Palmas, 1946) é um artista brasileiro - fotógrafo, pintor, cineasta e criador de instalações multimídia - que vive e trabalha no Rio de Janeiro. Nos anos 1970 trabalhou como cineasta em Nova York, dirigindo longas e curtas-metragens experimentais. Em 1972 começou a exibir suas fotografias, e em 1980 tornou-se correspondente da Magnum Photos. Considera o livro um meio essencial de expressão, sendo autor de Dulce Sudor Amargo, Nakta, Livro Silencioso e Maldicidade, entre outros. Suas obras integram coleções de importantes instituições ao redor do mundo.


Na galeria

Clique na imagem para ampliá-la

Catálogo

Palavras cruzadas, sonhadas, rasgadas, roubadas, usadas, sangradas

Com 208 páginas e mais de 200 imagens, o catálogo da exposição Palavras cruzadas, sonhadas, rasgadas, roubadas, usadas, sangradas, de Miguel Rio Branco, tem narrativa visual editada pelo próprio fotógrafo, além de textos do curador Thyago Nogueira e da crítica de arte Luisa Duarte.

Páginas: 208
Formato: 24 x 18 cm
ISBN: 9786588251010
Idioma: Português / Inglês
Lançamento: Dezembro / 2020


Eventos paralelos

Miguel Rio Branco por Paulo Herkenhoff
Palestra de Paulo Herkenhoff realizada em 25 março de 2021, às 19h.


Vídeos


Montagem da exposição

Clique na imagem para ampliá-la