A fábrica de nada

Direção

Pedro Pinho

Informações

Portugal
2017. 177min

Formato de exibição

DCP

Em uma fábrica portuguesa, um grupo de funcionários começa a notar um esquisito padrão: a cada dia, mais e mais máquinas e matérias-primas somem do complexo industrial. Logo, eles descobrem que seus próprios patrões são os responsáveis pelos roubos. Determinados a mudar a situação, eles decidem adotar uma postura drástica: permanecer na fábrica até os roubos cessarem.

Durante a pré-produção de A fábrica de nada, Pedro Pinho e uma parte de sua equipe mudaram-se para Póvoa de Santa Irina, uma cidade que cresceu durante os anos 1980 como um grande polo industrial português. “Decidimos que o filme se passaria naquela zona e estivemos lá, quatro de nós da produtora Terratreme, a escrever, durante uns meses. Íamos procurando os locais e fazendo castings entre operários desempregados a viver situações complicadas e, à medida que íamos ouvindo as histórias, íamos escrevendo e incluindo essas histórias no filme.

Isso foi em 2014, mesmo no pico da neurose coletiva que se abateu sobre Portugal. Apanhamos um sentimento de frustração, de impotência, de humilhação, e com consequências terríveis do ponto de vista íntimo: pessoas sem dinheiro, sem trabalho, a desatinar com os seus queridos, pessoas a suicidarem-se, a terem ataques cardíacos... Obviamente, o filme foi bastante contaminado por esse ambiente, e a escrita foi muito no sentido de procurar uma luz possível no meio desse momento sombrio.” – conta o diretor.

Leia, na íntegra, o artigo sobre A fábrica de nada no site do Jornal de Negócios.


Programação

Não há sessões previstas para esse filme no momento.


Ingressos

Os ingressos para as sessões de cinema do IMS são vendidos nas bilheterias dos centros culturais e no site ingresso.com.

As bilheterias vendem ingressos apenas para as sessões do dia. No site, as vendas são semanais: a cada quinta-feira são liberados ingressos para as sessões que acontecem até a quarta-feira seguinte.

IMS Paulista
Terça a quinta: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Sexta a domingo e feriados: R$ 26 (inteira) e R$ 13 (meia).
Bilheteria: de terça a domingo, das 10h até o início da última sessão de cinema do dia, na Praça, no 5º andar.