António um dois três

Direção

Leonardo Mouramateus

Informações

Brasil, Portugal
2017. 95min

Formato de exibição

DCP

Debate

IMS Paulista: 26/03, após a sessão das 20h

Lisboa, Portugal. Após passar a noite fora de casa, António descobre que seu pai recebeu uma carta anônima revelando que o filho abandonou a faculdade há cerca de um ano. Diante da situação, António foge e encontra abrigo na casa de Mariana, a sua ex-namorada. Lá, ele conhece Débora, uma brasileira que alugou um quarto por um único dia, e acaba se envolvendo com ela.

António um dois três estreou no Festival de Roterdã em janeiro de 2017. Em entrevista ao site Cine Festivais, o diretor comenta: “A ideia inicial do António era fazer dele, o personagem, uma espécie de Carlitos ou sr. Hulot. Que as três ou mais histórias que eu filmasse com ele fossem autônomas. Adoro a ideia de que uma história narre uma grande desventura, mas que a seguir nada disso seja lembrado. É mais ou menos o que acontece nos livros de detetive, ou nos 007. Eu não sei em que momento me pareceu interessante essa relação entre continuidade de um personagem e descontinuidade de uma narrativa. [...] Filmamos em três partes, com uma média de seis meses de distância entre elas. Partia de um enredo bem simples, escrevia os diálogos em ‘brasileiro’ e, com os atores nos ensaios, transformávamos o enredo e a língua, filmávamos, editávamos e pensávamos no que viria a seguir, ou antes, porque tínhamos a possibilidade de reestruturar tudo de trás para a frente.”

Leia a íntegra da entrevista.


Programação

António um dois três

Brasil, Portugal, 95 min., Leonardo Mouramateus

19/04 sexta-feira 16h30
20/04 sábado 16h30
21/04 domingo 16h30
23/04 terça-feira 16h30
24/04 quarta-feira 16h30
São Paulo

Avenida Paulista, 2424
São Paulo-SP
CEP 01310-300

(11) 2842-9120
imspaulista@ims.com.br


Debate

Sessão + debate | IMS Paulista
26 de março de 2019, às 20h
Com o diretor Leonardo Mouramateus e o ator Mauro Soares, mediação de Francis Vogner dos Reis.


Leonardo Mouramateus
, nascido em 1991, em Fortaleza, é diretor e roteirista. Mestre em Arte Multimédia pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, graduou-se em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal do Ceará mantendo desde aí contato permanente com as artes performativas e a dramaturgia em dança. Seus filmes, que incluem mais de 10 curtas e uma longa-metragem premiados, foram exibidos em importantes festivais como Locarno, Rotterdam, Cinéma du Réel, Bafici, Festival de Brasília e Indielisboa. E em importantes instituições como o Lincoln Center em Nova York, o Centro Georges Pompidou e a Cinemateca Francesa, onde foi alvo de uma retrospectiva. É sócio e produtor da Praia à Noite.

Mauro Soares nasceu em 1988 (Viseu, Portugal). Em 2006 muda-se para Lisboa onde cursou Mestrado Integrado em Engenharia Química e Bioquímica na FCT/UNL e integrou o Novo Núcleo Teatro (NNT), estrutura cuja direção só abandona em 2016. Em 2012 é convidado a ingressar na direção da Artes e Engenhos - Associação Cultural (A+) onde até hoje apresenta, desenvolve e produz teatro, palestras e exposições em diversas áreas científicas e artísticas. Em Janeiro de 2017, estreia no cinema em António Um Dois Três, dirigido por Leonardo Mouramateus (IFFR - International Film Festival Rotterdam), com o qual ganha o prémio “Revelação Caminhos do Cinema Português 2017”. Nesse mesmo ano co-protagoniza Sol Alegria, do diretor brasileiro Tavinho Teixeira (IFFR, 2018) e Bela Mandil, de Helena Estrela (Viennale, 2018) e participando em A Portuguesa, de Rita Azevedo Gomes (Berlinale, 2019). Selecionando para o Berlinale Talents Acting Studio 2019, atualmente desenvolve os novos projetos cinematográficos do brasileiro Davi Pretto, da alemã Helena Wittmann e de Leonardo Mouramateus com o qual assina o roteiro.

Francis Vogner dos Reis é mestre em Meios e Processos Audiovisuais na ECA-USP, crítico de cinema e foi colaborador de diversas revistas brasileiras e estrangeiras, entre elas a Revista Cinética. Fez parte da equipe de curadoria da Mostra de Cinema de Tiradentes até 2018 e faz a programação de outras mostras da Universo Produção como Mostra Cine Ouro Preto e Mostra Cine BH. Pelo CCBB fez a curadoria das mostras Jacques Rivette - Já Não somos Inocentes, Easy Riders - O Cinema da Nova Hollywood e Jerry Lewis - O rei da Comédia. É roteirista do filme O Jogo das decapitações, de Sergio Bianchi, co-roteirista de O Último Trago, de Pedro Diógenes, Luiz Pretti e Ricardo Pretti e Os Sonâmbulos, de Tiago Mata Machado. Em parceria com Jean-Claude Bernardet lançou o livro O Autor no Cinema, onde escreve ensaios adicionais para o livro que teve sua primeira edição nos anos 90.


Ingressos

Os ingressos para as sessões de cinema do IMS são vendidos nas bilheterias dos centros culturais e no site ingresso.com.

As bilheterias vendem ingressos apenas para as sessões do dia. No site, as vendas são semanais: a cada quinta-feira são liberados ingressos para as sessões que acontecem até a quarta-feira seguinte.

IMS Paulista
Terça a quinta: R$20 (inteira) e R$10 (meia). Sexta a domingo e feriados: R$26 (inteira) e R$13 (meia).
Bilheteria: de terça a domingo, das 10h até o início da última sessão de cinema do dia, na Praça, no 5º andar.

IMS Rio
Terça a quinta: R$22 (inteira) e R$11 (meia). Sexta a domingo e feriados: R$26 (inteira) e R$13 (meia).
Bilheteria: de terça a domingo, das 11h até o início da última sessão de cinema do dia, na recepção.