O criado

The Servant

Direção

Joseph Losey

Informações

Reino Unido
1963. 116min. 14 anos

Formato de exibição

DCP

Programação paralela

O aristocrata Tony se muda para Londres e contrata Hugo Barrett para realizar todos os serviços domésticos. Barrett parece ser um empregado leal e competente, mas Susan, namorada de Tony, pede que ele seja demitido.

Além de retratar a tensão de classes, O criado encenava uma forte tensão sexual entre os personagens de Tony e Hugo. O roteiro foi escrito por Harold Pinter a partir do romance homônimo de Robin Maugham. Pinter, que em 2005 receberia o Nobel de Literatura, comenta sobre o início de sua longa parceria com Joseph Losey, em entrevista à revista Time Out:

“Eu estava escrevendo peças de teatro à época e tinha começado a ter textos montados por Peter Hall na Royal Shakespeare Company. De todo modo, Joe me pediu para vê-lo e disse: ‘Eu gosto do seu roteiro’. Eu disse: ‘Oh, obrigado’. E ele disse: ‘Mas tem algumas coisas que eu não gosto nele’. E eu disse: ‘Que coisas?’. E ele me contou. Então eu disse: ‘Está bem, então, por que você só não vai lá e faz mais um filme?’ E fui embora. Dois dias depois, ele me ligou e disse: ‘Olha, por que não tentamos começar de novo?’. E eu disse: ‘Está bem’. Trabalhamos juntos por cerca de 30 anos, e nunca mais tivemos outro desentendimento.”

Sobre o roteirista, Losey teria comentado: "As palavras de Pinter são poucas, econômicas, precisas... Pinter também apreciava a utilidade da frase acidental, que se ouve por acaso, o diálogo como efeito sonoro. Ele entende com que frequência seres humanos usam as palavras para atravancar a comunicação."

Leia a íntegra da entrevista de Harold Pinter, em inglês

[A citação de Joseph Losey foi retirada do livro Joseph Losey: A Revenge on Life, de David Caute. Oxford University Press, 1994, p. 5]

O criado acompanha as exibições de Roma, de Alfonso Cuarón, no Cinema do IMS. Nas palavras de Kleber Mendonça Filho, tratam-se "essencialmente dois estudos em preto e branco sobre personagens que trabalham servindo em sociedades totalmente distintas."


Programação

O criado

Reino Unido, 116 min., Joseph Losey

17/02 domingo 17h45
São Paulo

Avenida Paulista, 2424
São Paulo-SP
CEP 01310-300

(11) 2842-9120
imspaulista@ims.com.br

24/02 domingo 20h
Rio de Janeiro

Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
Rio de Janeiro-RJ
CEP 22451-040

(21) 3284-7400
imsrj@ims.com.br


Ingressos

Os ingressos para as sessões de cinema do IMS são vendidos nas bilheterias dos centros culturais e no site ingresso.com.

As bilheterias vendem ingressos apenas para as sessões do dia. No site, as vendas são semanais: a cada quinta-feira são liberados ingressos para as sessões que acontecem até a quarta-feira seguinte.

IMS Paulista
R$8 (inteira) e R$4 (meia).
Bilheteria: de terça a domingo, das 10h até o início da última sessão de cinema do dia, na Praça, no 5º andar.

IMS Rio
R$8 (inteira) e R$4 (meia).
Bilheteria: de terça a domingo, das 11h até o início da última sessão de cinema do dia, na recepção.