Idioma EN
Contraste

O matador de ovelhas

Killer of Sheep

Direção

Charles Burnett

Informações

EUA
1978. 80min. 14 anos

Formato de exibição

DCP

Sessão Cinética com debate

IMS Paulista: 27/6, às 19h30
IMS Rio: 27/6, às 19h30

Uma das mais conhecidas produções do conjunto de filmes que ficou conhecido como L.A. Rebellion, O matador de ovelhas apresenta o cotidiano de uma família negra no bairro de Watts, em Los Angeles, na segunda metade dos anos 1970, em um contexto de crise e ressaca da industrialização. Frustrado por problemas financeiros e sua reverberação na vida familiar, Stan trabalha em um matadouro especializado no preparo de ovelhas para o abate.

“Eu venho de um contexto da classe trabalhadora e queria expressar quais eram essas realidades. As pessoas estavam tentando conseguir trabalhos e, uma vez que conseguiam, estavam preocupadas demais em mantê-los. E elas eram confrontadas com outros problemas, com sérios problemas em casa, por exemplo, o que tornava as coisas muito mais difíceis”, comenta o diretor em depoimento disponível no dossiê de imprensa da distribuidora Milestone Films.

“O que estávamos fazendo era basicamente uma reação a como alguns filmes sobre a classe trabalhadora e os trabalhadores pobres eram feitos, e como os problemas eram sempre tão simples, bem delineados e fáceis de resolver. E eu vim de um ambiente onde não havia uma única solução. Nós filmávamos nossas vidas, as pessoas viam uma parte da vida e discutíamos os problemas e as questões que surgiam. Nunca foi apenas por entretenimento. Era pela discussão.”

Em 1981, O matador de ovelhas recebeu o Prêmio da Crítica no Festival de Berlim. Em 1990, a Biblioteca do Congresso americano declarou o filme um tesouro nacional e o inclui entre os primeiros 50 títulos inscritos no National Film Registry. Em 2002, a Sociedade Nacional de Críticos de Cinema dos EUA o elegeu como um dos 100 filmes essenciais de todos os tempos. Em 2018, Charles Burnett recebeu um Oscar honorário pelo seu trabalho.

Íntegra do dossiê de imprensa.


Programação

Não há sessões previstas para esse filme no momento.


Ingressos

Os ingressos para as sessões de cinema do IMS são vendidos nas bilheterias dos centros culturais e no site ingresso.com.

As bilheterias vendem ingressos apenas para as sessões do dia. No site, as vendas são semanais: a cada quinta-feira são liberados ingressos para as sessões que acontecem até a quarta-feira seguinte.

IMS Paulista
R$8 (inteira) e R$4 (meia).
Bilheteria: de terça a domingo, das 10h até o início da última sessão de cinema do dia, na Praça, no 5º andar.

IMS Rio
R$8 (inteira) e R$4 (meia).
Bilheteria: de terça a domingo, das 11h até o início da última sessão de cinema do dia, na recepção.


Debates

Sessão Cinética com debate
Em junho de 2019, o filme será exibido como parte da Sessão Cinética. Haverá debate com os críticos da revista após algumas das sessões.

IMS Paulista: 27/6, debate após a sessão das 19h30
IMS Rio: 27/6, debate após a sessão das 19h30

Todos os dias e horários de exibição de O matador de ovelhas


Sobre a Sessão Cinética

A revista Cinética e o IMS promovem sessões bimestrais nos cinemas do Instituto, abrindo mais um espaço de reflexão e apreciação de filmes fora do circuito exibidor tradicional. Além disso, críticos da revista produzem textos especiais para as sessões e mediam um debate após algumas das exibições.

Conheça os filmes já exibidos na Sessão Cinética no IMS


Mais cinema

Mais IMS