Idioma EN
Contraste

Antonio D'Auria

dauria.ims.com.br

Apresentação

O acervo do músico Antonio D’Auria, líder do Conjunto Atlântico e referência do choro paulista entre os anos 1950 e 1980, foi adquirido pelo Instituto Moreira Salles de seu neto, Altair D’Auria Miranda, em agosto de 2001. Nas nove caixas recebidas destaca-se – entre centenas de discos, fotografias, partituras e recortes de jornais e revistas – um grande número de fitas de rolo com as gravações das rodas de choro que D’Auria realizava no estúdio improvisado na garagem de sua casa, no bairro de Casa Verde, às quais compareciam músicos de todo o Brasil.

Mergulhado no universo do choro paulista desde a infância, quando acompanhava as rodas de música que costumavam ocorrer no armazém de seu pai, no bairro do Bom Retiro, D’Auria dedicou-se ao violão de sete cordas e à promoção do gênero: as reuniões em sua casa começaram a ocorrer nos anos 1950. Desses encontros, nasceu o Conjunto Atlântico (nome inspirado no tango brasileiro Atlântico, de Ernesto Nazareth), que teve diversas formações. Pelo grupo passaram, além dele próprio, figuras importantes da cena musical de São Paulo, como os violonistas João da Mata e Juracy Wei (Barão), o cavaquista Jayme Soares (que também tocava bandolim e violão tenor), os bandolinistas Amador Pinho, Agostinho Garcia, Walter Veloso e Izaías Bueno de Almeida e o pandeirista Oswaldo Bitelli. A primeira apresentação do Atlântico deu-se num festival de violões na igreja Nª. Sra. da Anunciação, em 18 de setembro de 1952. Foi o primeiro cachê que D’Auria recebeu na vida.


Eventos

Não há eventos previstos.


Pesquise no acervo de Música

A Reserva Técnica Musical do IMS tem sob sua guarda 20 acervos de compositores, instrumentistas, pesquisadores e colecionadores, todos disponíveis para consulta e pesquisa. São nomes como Chiquinha Gonzaga, Baden Powell, Elizeth Cardoso e José Ramos Tinhorão, entre outros, além dos sites especiais que abrigam toda vida & obra de Ernesto Nazareth e Pixinguinha.

Detalhe da coleção de discos de Humberto Franceschi na Reserva técnica de Acervos do IMS

Atendimento ao pesquisador

IMS Rio de Janeiro

Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea - Rio de Janeiro/RJ
CEP 22451-040

Consulta presencial

Agendamento por e-mail com 72h de antecedência.
De segunda a sexta-feira, das 10h às 12h30, e das 14h às 18h.

Contato

musica@ims.com.br

Os interessados em tirar dúvidas ou agendar consultas devem enviar um e-mail para o setor de Música.

É importante especificar no e-mail os dados dos arquivos de áudio sobre os quais há interesse em obter informações. Esses dados estão no Acervo de Música do IMS. 

A Sala de Pesquisa possui número restrito de lugares, portanto solicitamos que nos seja avisado com antecedência a vinda de acompanhante. Caso não possa comparecer no dia e horário agendado, por favor, comunique.

Para o melhor aproveitamento de todos os pesquisadores, não será permitido na sala: uso de celular, notebook, caderno ou similares, consumo de bebidas ou alimentos. Ao lado da sala há um armário destinado para a guarda dos pertences.


Sobre os acervos

Mais IMS