ericoverissimo.ims.com.br

Apresentação

Romancista que figura entre os maiores da literatura brasileira, Erico Verissimo, que se definia como um “contador de histórias”, nasceu em Cruz Alta (RS), em 17 de dezembro de 1905, filho de Sebastião Verissimo da Fonseca e Abegahy Lopes Verissimo. Seus primeiros contos, publicados em 1929, fizeram relativo sucesso, o que foi suficiente para que o rapaz decidisse viver de literatura: no ano seguinte, deixou a cidade natal e se mudou para Porto Alegre, onde se aproximou de escritores e poetas, entre os quais Mario Quintana. Na capital gaúcha viveria até o fim da vida, não sem antes voltar a Cruz Alta, em 1931, para se casar com Mafalda Halfen Volpe, a companheira mítica de longos anos.


Por dentro dos acervos


Conteúdo relacionado


Loja IMS


Pesquise no acervo de Literatura

Explore a base de dados, que disponibiliza descrições de itens dos Arquivos, além de imagens com o conforto de zoom até 200%. Você pode ler, nessa resolução, as crônicas de Paulo Mendes Campos publicadas na revista Manchete ou ver fotos de Ana Cristina Cesar, Clarice Lispector e Rachel de Queiroz. Surpreenda-se com as dedicatórias de livros transcritas na base de dados da Biblioteca. 

Ana Cristina Cesar, Otto Lara Resende, Clarice Lispector e Carlos Drummond de Andrade
Ana Cristina Cesar, Otto Lara Resende, Clarice Lispector e Carlos Drummond de Andrade

Atendimento ao pesquisador

IMS Rio de Janeiro

Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea - Rio de Janeiro/RJ
CEP 22451-040

Consulta presencial

Agendamento por e-mail com 72h de antecedência.
De segunda a sexta-feira, das 10h às 12h30, e das 14h às 18h.

Contato

literatura@ims.com.br

A consulta presencial deverá ser agendada com 72h de antecedência.

O número de lugares na Sala de Pesquisa é restrito, portanto é preciso confirmar a presença no tempo previsto. Informe a respeito da vinda de acompanhante. 

Caso não possa comparecer no dia e horário agendado, por favor, comunique.

Mais informações estarão disponíveis no local.

Na Sala de Pesquisa será permitido o uso de folhas soltas, lápis e notebook.
Não será permitido o consumo de bebidas ou alimentos.
Não é permitido fotografar documentos.
Ao lado da sala há um armário destinado à guarda dos pertences.

Os pedidos de reprodução de documentos serão analisados. O IMS não detém os direitos autorais nem de imagem dos documentos do acervo.


Outros acervos