Idioma EN
Contraste

Agência de Redes para Juventude (RJ)

A Agência de Redes para Juventude difunde a metodologia A Prática da Potência para jovens nas periferias do Rio de Janeiro, Londres, Manchester e Belfast. Projetos, movimentos, organizações e pequenos negócios protagonizados por esses jovens são resultados conhecidos e estudados em universidades como Stanford e London School of Economics.

O fio da periferia

Que fios a cultura de periferia está tecendo para encarar a pandemia do coronavírus? O que artistas, ativistas e comunicadores de periferias urbanas estão criando, e quais de suas formas de ação podem servir de guia para a sociedade brasileira? O fio da periferia é uma série de 6 webinários, em formato de entrevista, com a participação de realizadores convidados.

Nossas vidas não são silenciosas

Publicado em 24/7/20

Webinários

Sobre o mediador
Marcus Faustini é cineasta, escritor, diretor teatral e fundador da Agência de Redes para Juventude e da Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu. Escreveu o livro Guia afetivo da periferia e dirigiu o longa Vende-se esta moto.

6) Big Jaum e Juliana Carmo

Big Jaum e Juliana Carmo fazem parte de uma novíssima geração de ativistas, que atuam em seus territórios e fora deles em várias frentes, dentre elas o campo da arte e da política. Para além de suas atuações pessoais e junto com mais integrantes do ciclo Geração que Move da Agência de Redes para Juventude, eles estão criando uma rede de voluntários e produzindo conteúdos online para 1000 famílias chefiadas por jovens nas periferias e favelas do Rio.

Big Jaum é realizador audiovisual com especialidade em produção de clipes musicais, comediante e ativista social. Atualmente é jovem líder na Agência de Redes para Juventude.

Juliana Carmo é ativista social e graduanda em Engenharia de Alimentos. Já participou de diversos programas de aceleração e formação para jovens lideranças e atualmente é jovem líder na Agência de Redes para Juventude.

Veruska Delfino é atriz, ativista social e produtora cultural. Contribui com grupos de arte e cultura no Rio de Janeiro e coordena a Agência de Redes para Juventude.

Comentarista convidada: Veruska Delfino
Mediação: Marcus Faustini
Gravado em 25/6/2020

Publicado em 15/7/20


5) Bianca Simãozinho e Vagner de Alencar

Vagner de Alencar e Bianca Simãozinho refletiram sobre ações de comunicação e apoio comunitário durante a pandemia na periferia de São Paulo e na Baixada Fluminense. Os dois falaram sobre as ações que já realizavam antes da pandemia e como o trabalho desenvolvido precisou ser reorganizado para atender às demandas deste momento. "Desigualdade social agravada em momentos de crise no Brasil" foi novamente um tema amplamente debatido, que atravessou toda a nossa série de webinários.

Bianca Simãozinho é empreendedora e assistente social, especialista em gestão e elaboração de projetos e mestre em gestão da economia criativa. Aos 16 anos fundou o Instituto Mundo Novo, que beneficia crianças e adolescentes através de programas de educação e cultura na Chatuba, comunidade localizada em Mesquita, na Baixada Fluminense.

Vagner de Alencar é jornalista, mestre e doutorando em Educação. É cofundador e diretor da Agência Mural de Jornalismo das Periferias primeira agência de notícias, informação e inteligência sobre as periferias de São Paulo. É autor do livro Cidade do Paraíso - Há vida na maior favela de São Paulo.

Miguel Jost é antropólogo, pesquisador especializado em políticas públicas para cultura, mestre e doutor em Estudos de Literatura e Cultura e professor do Departamento de Letras da PUC-Rio.

Comentarista convidado: Miguel Jost
Mediação: Marcus Faustini
Gravado em 23/6/2020

Publicado em 30/6/20


4) Eliana Sousa Silva e Henrique Silveira

Eliana Sousa Silva e Henrique Silveira protagonizaram uma conversa imprescindível sobre a atuação institucional em territórios como o Complexo da Maré e a Baixada Fluminense, refletindo sobre o impacto social da pandemia no Rio de Janeiro. Foram pontos altos no debate o tema do agravamento da desigualdade social em momentos de crise e como os números e pesquisas que as instituições nas quais eles atuam promovem são fundamentais para direcionar qualitativamente as ações desenvolvidas.

Eliana Sousa e Silva é doutora em Serviço Social e criadora da Redes da Maré. Atualmente, presta consultoria para diversas outras organizações no campo da educação, desenvolvimento territorial e segurança pública. É autora de dois livros e curadora da primeira edição do Festival Mulheres do Mundo - WOW (festivalwowrio) em um país latino-americano.

Henrique Silveira é geógrafo e mestre em Cultura e Comunicação. Atualmente é coordenador executivo da Casa Fluminense, um espaço permanente para o debate e a construção de políticas públicas na metrópole do Rio de Janeiro.

Sinara Rúbia é educadora social, mestranda em Relações Étnico-Raciais e contadora de histórias. É criadora do Cultura e Arte Griô, que atua através da literatura infantojuvenil negra, cursos e contação de histórias de inspiração griô, por uma educação antirracista. Atualmente também integra a equipe da Agência de Redes para Juventude.

Comentarista convidada: Sinara Rubia
Mediação: Marcus Faustini
Gravado em 16/6/20

Publicado em 23/6/20


3) Ana Paula Lisboa e Jessé Andarilho

Ana Paula Lisboa e Jessé Andarilho refletiram sobre os desafios de mobilizar pessoas por meio da escrita e da leitura. Falaram sobre suas trajetórias em projetos no campo do terceiro setor e a relação construída com suas escritas. Foram abordados também temas como racismo, oportunidades vividas pela sua geração – em um momento ímpar para a cultura no Brasil da última década – e como estão se preparando para reconstruir junto com seus pares o pós pandemia.

Ana Paula Lisboa é artista textual. Atualmente divide a vida entre o Rio de Janeiro e Luanda, onde dirige a produtora Aláfia e a Casa Rede, espaços de produção de arte e cultura na capital angolana. Escreve periodicamente na newsletter Cabeça de Sardinha e para o Segundo Caderno do jornal O Globo.

Jessé Andarilho é escritor e autor dos livros Fiel e Efetivo variável. Além disso, é fundador do Marginow, para dar visibilidade à arte na periferia.

Julio Ludemir é jornalista e escritor, com dez livros publicados, a maioria dos quais ambientada nas favelas cariocas. É um dos idealizadores da FLUP, a festa literária das periferias, e da Batalha do Passinho, além de criador do espetáculo Na batalha, primeiro grupo de funk a se apresentar no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Comentarista convidado: Julio Ludemir
Mediação: Marcus Faustini
Gravado em 16/6/20

Publicado em 23/6/20


2) Rene Silva e Raull Santiago

Rene Silva e Raull Santiago, ativistas do Complexo do Alemão, refletiram sobre o desafio de atuar num contexto de violações de direitos. Os dois falaram sobre o Gabinete de Crise do Alemão, grupo criado pelos dois em conjunto com outros parceiros e organizado para pensar e agir sobre o Covid19 nas favelas do Complexo do Alemão. Apontaram a ausência de suporte do Estado, além de refletirem sobre suas trajetórias e as de tantos outros ativistas da mesma geração.

Rene Silva é jornalista e ativista, fundador e editor-chefe do jornal Voz das comunidades, que atua em nove favelas do Rio de Janeiro, em especial o Complexo do Alemão.

Raull Santiago é empreendedor social, comunicador independente e ativista, fundador dos coletivos Papo Reto e Movimentos.

Edu Carvalho é jornalista, repórter e ativista social. Atuou como integrante da equipe de criação do Conversa com Bial e foi repórter na CNN Brasil.

Comentarista convidado: Edu Carvalho
Mediação: Marcus Faustini
Gravado em 11/6/20

Publicado em 18/6/20


1) Sérgio Vaz e Taísa Machado

Taísa Machado e Sérgio Vaz foram convidados a refletirem sobre suas ações digitais desde o começo da pandemia. Os convidados falaram sobre saúde física e mental, racismo, corpo, empoderamento feminino, criação de arte na periferia e pós pandemia. Juliana França falou sobre o movimento Pela Vida de Nossas Mães, que criou durante a pandemia junto com outros filhos e filhas de domésticas e diaristas em favor da quarentena remunerada, e comentou as ações dos convidados, ampliando o debate.

Taísa Machado é atriz, dançarina, roteirista e fundadora do Afrofunk Rio, uma fábrica de ações e conteúdos para o movimento funk carioca, que atua principalmente em dança.

Sérgio Vaz é poeta e agitador cultural, autor de oito livros e cofundador do Sarau da Cooperifa, movimento cultural que transformou um bar, na periferia de São Paulo, em centro cultural e que ajudou a deflagrar a literatura periférica.

Juliana França é atriz, professora e mestra em Filosofia. Integra o Grupo Código, um dos grupos articuladores da Rede Baixada em Cena.

Comentarista convidada: Juliana França
Mediação: Marcus Faustini
Gravado em 9/6/20

Publicado em 15/6/20


Ficha técnica
Realização: Agência de Redes para Juventude
Produção: Luana Pinheiro
Curadoria: Marcus Faustini e Valquiria Oliveira

Mais sobre o Programa Convida
Artistas e coletivos convidados pelo IMS desenvolvem projetos durante a quarentena. Conheça os participantes:

A · B · C · D · E · F · G · H · I · J · K · L · M · N · O · P · Q · R · S · T · U · V · W · X · Y · Z