Conversa na galeria sobre Letizia Battaglia

com Helena Silvestre, Marcelo Rocha, Maria Teresa Cruz e Tuane Fernandes

Conversa na galeria

Mediação de Amanda Rahra
Relacionado à Letizia Battaglia: Palermo

Quando

30 de agosto de 2019, sexta-feira, às 19h30

Entrada gratuita

Lugares limitados. Mais informações em Como participar

IMS Paulista

Galeria 2 - 7º andar
Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP

O debate, parte da programação da exposição Letizia Battaglia: Palermo, aborda a produção jornalística do Brasil a partir de questões relacionadas a violência urbana, justiça, segurança pública, racismo e gênero, comuns à obra da fotógrafa. 

Menina com a bola, bairro La Cala, Palermo, 1980. Foto de Letizia Battaglia

Sobre os participantes

Tuane Fernandes (Coletivo FARPA). Fotojornalista, iniciou sua carreira em 2016. Seu trabalho está relacionado a temas de política, igualdade de gênero e justiça social. Participou de mostras no Memorial da Resistência e da Mostra SP de Fotografia. Tem fotografias publicadas no jornal Folha de S. Paulo, nas revistas Carta Capital e VICE, entre outros veículos.

Marcelo Rocha (Associação Ação Educativa). Fotojornalista, ativista em educação e negritude e estudante de Ciências Sociais. Participou como educador e curador na exposição Humano Cidade, projeto realizado pela Ação Educativa, com trabalhos de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa. Colabora com o IMS no projeto Estéticas das periferias.

Maria Teresa Cruz (Ponte Jornalismo). Formada em jornalismo e artes cênicas, participou das redações da Editora Globo, Grupo Lance!, Grupo Bandeirantes de Comunicação e BandNews FM, além de atuar como repórter e apresentadora na Rádio Brasil Atual. Foi educadora na Escola de Notícias, projeto de jornalismo comunitário no Campo Limpo, Zona sul de São Paulo, e contribuiu com a Revista Antropositivo, especializada em teatro e produções culturais.

Helena Silvestre (Revista Amazonas). Editora no Brasil da revista Amazonas, ativista do movimento popular urbano e Coletivo Quilombo Invisível, é autora dos livros Do Verbo que o amor não presta (2018), e Notas sobre a fome (2019). Escritora integrante do Sarau do Binho, na Zona Sul de São Paulo, pesquisa feminismo, descolonização e saúde.

Amanda Rahra (Énóis). Co-fundadora da agência de jornalismo Énois. Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina e pós-graduada em gestão da comunicação pela ECA-USP. Atua nas áreas de produção, rede e relacionamento em prol da democratização dos meios jornalísticos, viabilizando o trabalho de jovens jornalistas da Escola de Jornalismo.


Vídeo


Como participar

Quando
30 de agosto de 2019, sexta-feira, às 19h30

40 lugares

Entrada gratuita

Distribuição de senhas 60 minutos antes do evento

Limite de 1 senha por pessoa


Sobre a série Conversas na galeria

A série Conversas na galeria promove o encontro de críticos, professores e especialistas com o público nos espaços expositivos do IMS, estimulando o debate em contato direto com as obras de arte. 


Exposição relacionada