Jogo da Onça e histórias Guarani

Oficina de férias

Com Alberto Alvares
Relacionada à Claudia Andujar: a luta Yanomami

Quando

24, 25 e 26 de julho de 2019, das 14h às 17h (dias independentes)

Entrada gratuita

Lugares limitados. Mais informações em Como participar

IMS Rio

Ateliê
Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea – Rio de Janeiro - RJ

Neste ateliê de férias, os participantes terão oportunidade de vivenciar experiências através dos jogos, brincadeiras e histórias, com um representante do povo Guarani. Nos encontros, Alberto Álvares transmitirá as regras do Jogo da Onça, contando histórias da tradição Guarani.

O Jogo foi encontrado entre diversos povos indígenas da região amazônica, do centro-oeste ao litoral do sudeste.

Esta oficina acontece em parceria entre o IMS e o Museu do Índio.

Jogo da Onça / Divulgação

Sobre Alberto Alvares

É cineasta indígena da etnia Guarani Nhandewa, nascido na aldeia de Porto Lindo, Mato Grosso do Sul. É também ator, professor e tradutor de Guarani. Mora no Rio de Janeiro desde 2010, período em que começou a se dedicar ao audiovisual como realizador e formador. Graduado em licenciatura intercultural para educadores indígenas pela Faculdade de Educação da UFMG, foi professor de audiovisual na formação de cineastas indígenas em Biguaçu (SC), em Paranhos (MS), no projeto da série de tevê Amanajé, o mensageiro do futuro e no projeto Inventar com a Diferença, da UFF. Atua como mediador em atividades educativas e culturais do Museu do Índio e promove cursos e oficinas de língua e cultura Guarani.


Como participar

Quando
24, 25 e 26 de julho de 2019, das 14h às 17h.
Cada encontro é independente e possui o mesmo conteúdo.

Entrada gratuita. Lugares limitados.

Atividade para adultos e crianças a partir de 6 anos.

Distribuição de senhas 30 minutos antes do evento. Limite de 1 senha por pessoa.


Exposição relacionada


Mais eventos