Negativo preto e branco: pesquisa tonal

Oficina

com Celina Yamauchi

Quando

Turma A: 12, 19, 26/2 e 12, 19 e 26/3
Turma B: 14, 21, 28/2 e 14, 21 e 28/3
Horário: das 19h às 21h30

Inscrições

ESGOTADA (lista de espera disponível). Mais informações em Como participar

IMS Paulista

Estúdio
Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP

Jorge e Lise, 1974. Foto de Madalena Schwartz

Introdução ao controle de tons na fotografia preto e branco com a revelação alterada de negativos e uso de filtros de contraste no processo de ampliação das imagens em laboratório PB. Percepção da relação entre critérios técnicos e necessidades expressivas. Apresentação dos paralelos dentro do sistema digital a partir de negativos digitalizados, tratamento em software e impressões de provas em papel com qualidade fotográfica.

Pré-requisitos

O aluno deverá dispor de uma câmera analógica com ajustes manuais, ter domínio sobre ela e conhecer os procedimentos de laboratório para revelação de filmes e papéis fotográficos preto e branco.

Material necessário

um filme fotográfico preto e branco.


Como participar

R$ 300, por 6 encontros
6 vagas por turma

Turma A, terças: 12, 19, 26/2 e 12, 19 e 26/3 - ESGOTADA (lista de espera disponível)
Turma B, quintas: 14, 21, 28/2 e 14, 21 e 28/3 - ESGOTADA (lista de espera disponível)
Horário: das 19h às 21h30

Vendas pelo Eventbrite e na bilheteria do IMS Paulista.
Bilheteria: de terça a domingo, das 10h até o início da última sessão de cinema do dia, na Praça, no 5º andar.


Sobre Celina Yamauchi

É artista e professora de fotografia na Faap e na Belas Artes. É responsável pela organização das atividades dos ateliês do IMS Paulista.


Programa

1) Breve histórico da visualidade e materialidade fotográfica. Revisão dos procedimentos de captação e revelação alterada de filmes preto e branco.
2) Revelação de filmes.
3) Contato fotográfico. Digitalização de negativos e impressão de contact sheet.
4) Ampliação com uso de filtros de contraste no laboratório preto e branco. Impressão de testes de tratamento da fotografia digital com ajustes a partir dos resultados em papel.
5) Impressão de testes de tratamento da fotografia digital com ajustes a partir dos resultados em papel. Ampliação com uso de filtros de contraste no laboratório preto e branco.
6) Apreciação das imagens, iniciação ao processo de seleção e de síntese.