A batalha do passinho

Direção

Emílio Domingos

Informações

Brasil
2013. 73min. 10 anos

Formato de exibição

DCP

Conversa + aula de passinho

IMS Rio, 24/6/2018, domingo
Após sessão das 15h30: conversa com o diretor. Às 17h: aula de passinho


Sinopse

No dia 24 de junho, o Cinema, a Educação do IMS e a exposição "CORPO A CORPO,  a disputa das imagens: da fotografia e transmissão ao vivo" realizam uma programação em torno do passinho, dialogando com temas da mostra, em cartaz no IMS Rio até 12 de agosto.

► Van gratuita para o IMS Rio no fim de semana, 23 e 24 de junho. Saídas da Praça Antero de Quental, no Leblon.

Conversa com o diretor + aula de passinho

Às 15h30, será exibido o documentário A batalha do passinho, de Emílio Domingos, seguido por uma breve conversa com o diretor. Em seguida, às 17h, haverá uma ação com improvisos e passo a passo. A partir dos movimentos de seis dançarinos da cena carioca, o público será convidado a dançar e interagir no espaço do centro cultural. As atividades são independentes.

Surgido nas favelas cariocas, o passinho explodiu em 2008 como uma nova forma de dançar o funk. A batalha do passinho se debruça sobre o fenômeno e acompanha a evolução dessa cultura.

“Em A batalha do passinho, vivi uma situação específica, que é fazer um filme de um fenômeno que estava em ebulição”, comenta Emílio Domingos, “e tive eventos inesperados, que foram tomando conta do filme. Se a câmera não é tão íntima em diversos planos, é pelo fato de eu estar observando, conhecendo e, de certa maneira, envolvido no meio daquilo. Ao longo do filme, a câmera vai se tornando mais intimista, e a minha relação com os personagens, os dançarinos do passinho, também. Eu comecei a filmar 15 dias após ter tido a ideia de fazer o filme. Conheci o passinho em 2008, mas fui convidado para ser jurado das provas, e inicialmente desejava fazer um curta-metragem sobre os quatro dias de competição. Então, na sua origem, era um filme que seria simples. Mas, logo no início, eu acabei mudando de ideia e decidi fazer um longa-metragem, porque eu percebi que a relação daqueles garotos com o passinho não era só um hobby de fim de semana, era uma extensão da própria vida.”

O documentário foi o vencedor do prêmio de Melhor Filme de Longa-Metragem da mostra Novos Rumos do Festival do Rio, em 2012.

Íntegra da entrevista de Emílio Domingos a Tatiane Mendes Pinto publicada na revista Doc On-line.


Conversa + Aula de passinho

Após a sessão das 15h30, acontece uma conversa com o diretor, Emílio Domingos.

Às 17h, haverá uma ação com improvisos e passo a passo. A partir dos movimentos de seis dançarinos da cena carioca, o público será convidado a dançar e interagir no espaço do centro cultural.

As atividades possuem entrada gratuita, sujeita à lotação da sala.

Para a sessão de A batalha do passinho, é necessário retirar senha 30 minutos antes.


Programação

A batalha do passinho

Brasil, 73 min., Emílio Domingos

24/06 domingo 15h30 *

* Seguido por conversa com o diretor

Rio de Janeiro

Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
Rio de Janeiro-RJ
CEP 22451-040

(21) 3284-7400
imsrj@ims.com.br


Ingressos

Todas as atividades possuem entrada gratuita, sujeita à lotação da sala.

Para a sessão de A batalha do passinho, é necessário retirar senha 30 minutos antes.

 

Evento relacionado

Aula de passinho
Dia 24/6, às 17h
Ação com improvisos e passo a passo. A partir dos movimentos de seis dançarinos da cena carioca, o público será convidado a dançar e interagir no espaço do IMS Rio
Entrada gratuita, sujeita à lotação


A exposição Corpo a corpo

CORPO A CORPO: a disputa das imagens, da fotografia à transmissão ao vivo exibe um recorte da produção brasileira contemporânea em fotografia, cinema e vídeo por meio de sete trabalhos desenvolvidos por artistas e coletivos – Bárbara Wagner, Jonathas de Andrade, Mídia NINJA, Sofia Borges, Letícia Ramos e Garapa – em parceria com os curadores Thyago Nogueira, coordenador de fotografia contemporânea do IMS e editor da revista ZUM, e Valentina Tong (assistente).