Idioma EN
Contraste

Aventuras amorosas de um padeiro

Direção

Waldyr Onofre

Informações

Brasil
1975. 109min. 14 anos

Formato de exibição

35mm

Sessão Cinética com debate

IMS Rio: 29/11, após a sessão das 19h10

Rita está desiludida com a vida de recém-casada. Estimulada pelas colegas, passa a levar uma vida mais livre e aceita uma aventura com o português Marques, dono de uma padaria, e, mais tarde, conhece Saul, artista de quem também se torna amante.

Waldyr Onofre foi um ator e cineasta brasileiro nascido no ano de 1934. Estreou profissionalmente no teatro com uma montagem de O contato, em 1960. Logo estrearia no cinema, em episódio dirigido por Miguel Borges no longa-metragem Cinco vezes favela. Trabalhou em diversos filmes de Nelson Pereira dos Santos, que o incentivou a realizar seu próprio longa. Em 1975, lançou As aventuras amorosas de um padeiro e tornou-se um dos diretores negros pioneiros no cinema brasileiro. Nos anos seguintes, realizou curtas que também retratavam o cotidiano do subúrbio carioca. Na década de 1980, idealizou um projeto de uma agência de figuração dedicada exclusivamente a atores negros. Onofre morreu aos 80 anos, em 2015.


Debate

IMS Rio
Após a sessão dupla de 29/11, com exibição de As aventuras amorosas de um padeiro e Histórias que o nosso cinema (não) contava, haverá debate com os críticos da revista Cinética. O segundo filme começa às 19h10.


Programação

Não há sessões previstas para esse filme no momento.


Ingressos

No dia 29/11, o mesmo ingresso é válido para as sessões de As aventuras amorosas de um padeiro, Histórias que o nosso cinema (não) contava e para o debate após essas sessões.

Os ingressos para as sessões de cinema do IMS são vendidos nas bilheterias dos centros culturais e no site ingresso.com.
 
As bilheterias vendem ingressos apenas para as sessões do dia. No site, as vendas são semanais: a cada quinta-feira são liberados ingressos para as sessões que acontecem até a quarta-feira seguinte.
 
IMS Rio
R$ 22 (inteira) e R$ 11 (meia)
Bilheteria: de terça a domingo, das 11h até o início da última sessão de cinema do dia, na recepção.

Sobre a Sessão Cinética

A revista Cinética e o IMS promovem sessões mensais nos cinemas do Instituto, abrindo mais um espaço de reflexão e apreciação de filmes fora do circuito exibidor tradicional. Além disso, críticos da revista produzem textos especiais para as sessões e mediam um debate após algumas das exibições.


Mais cinema

Mais IMS