Por Dentro dos Acervos Veja Mais +

Joias de Haruo Ohara

02 de setembro de 2014

A coordenadora de Literatura do IMS, Elvia Bezerra, faz uma crônica delicada sobre três fotos de Haruo Ohara, o agricultor japonês que, sem pretensão de ser artista, valeu-se de seu cotidiano no campo, no Paraná, para construir um dos conjuntos fotográficos mais relevantes do Brasil do século XX.

 

Ela destaca “Maria” “Ko e filhos desfrutando uma farta safra de caquis” e “Jabuticabas”. As duas primeiras, diz Elvia, são “fotos ruidosas”, como se mantivessem o som das laranjas caindo ou a “suspensão de alvoroço” que faz as crianças pararem de brincar para exibir os caquis.

Mas ela conta ter caído de amores por “Jabuticabas”, imagem que acabou escolhida para o banner da exposição de fotos de Haruo apresentada no IMS em 2013, com curadoria de Sergio Burgi, coordenador de Fotografia do instituto. “O silêncio compõe a delicadeza do tronco bordado de frutos”, ressalta Elvia sobre a impressão que a foto lhe provocou.

O acervo de Haruo Ohara está no IMS. A edição do vídeo é de Laura Liuzzi.

Sobre os acervos

Mais IMS