Por Dentro dos Acervos Veja Mais +

Orquestra Pixinguinha na Pauta

31 de agosto de 2014

A Orquestra Pixinguinha na Pauta, arregimentada pelo IMS em 2010, subirá ao palco do Teatro João Caetano, no Rio, em 23 de setembro, para apresentar o espetáculo Outras pautas – Pixinguinha em concerto.

Venda de ingressos: online ou na bilheteria do Teatro João Caetano (terça-feira a domingo, de 14h às 18h).

Será apenas uma noite, começando às 21h. Em São Paulo, foram três apresentações, entre 22 e 24 de abril, com o Sesc Vila Mariana lotado. O IMS é depositário dos arquivos de Pixinguinha (1897-1973).

Os vídeos abaixo foram feitos na última noite. Mostram a orquestra regida por Pedro Aragão tocando “Cercando frango” e “Pula sapo”, duas composições de Pixinguinha.

 

Cercando frango

Pula sapo

 

O repertório completo tem 16 temas, nem sempre de autoria de Pixinguinha, mas todos com arranjos assinados por ele. “Carinhoso” e “Lamentos” são duas das músicas interpretadas.

O concerto no João Caetano celebrará o lançamento das caixas de partituras Pixinguinha: outras pautas (com 44 arranjos) e O Carnaval de Pixinguinha (com 25). Editadas pelo IMS em parceria com a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo e o Sesc-SP, elas contam com livretos sobre as composições, os arranjos e as pesquisas feitas em torno desse material.

Foram organizadas por Bia Paes Leme, Marcílio Lopes, Paulo Aragão e Pedro Aragão. Abordam a produção de Pixinguinha para o programa da rádio Tupi O Pessoal da Velha Guarda, comandado pelo cantor e radialista Almirante (Henrique Foréis Domingues) entre 1947 e 1952, e dois discos lançados pela gravadora Sinter na década de 1950: Carnaval da Velha Guarda e Assim é que é.

A Orquestra Pixinguinha na Pauta se apresentou em São Paulo com a seguinte formação:
Pedro Aragão – regente
Alfredo Del Penho – apresentador/cantor
Antonio Rocha e Naomi Kumamoto – flautas
Nailor Proveta e Lena Verani – clarinetes
Rui Alvim e Denize Rodrigues – sax altos
Marcelo Bernardes e Pedro Paes – sax tenores
Alexandre Caldi – sax barítono
Aquiles Moraes, Nailson Simões e Maico Lopes – trompetes
Everson Moraes, Vitor Tosta e Thiago Osório – trombones
Cristóvão Bastos – piano
Jayme Vignoli – cavaquinho
Luiz Flavio Alcofra – violão
Pedro Aune – contrabaixo
Marcus Thadeu – bateria
Magno Júlio e Gabriel Leite – percussão
Bernardo Bessler (spalla), Christine Springel, Ana Catto, Carol Panesi, Luísa Neiva de Castro, Pedro Mibielli, Priscila Plata Rato e Rudá Issa – violinos

* No Rio haverá apenas uma mudança: Marco Catto no lugar de Luísa Neiva de Castro.

E o repertório é o seguinte:
1) Carinhoso (Pixinguinha e João de Barro)
2) Assim é que é (Pixinguinha)
3) Quem é você (Pixinguinha)
4) Minha vez (Pixinguinha)
5) Cercando frango (Pixinguinha)
6) Marreco quer água (Pixinguinha)
7) Pula sapo (Pixinguinha)
8) Passinho de moça (Henriquinho Dourado)
9) Já te digo (Pixinguinha e China)
10) Kananga do Japão (Sinhô)
11) Vou andando (Pixinguinha)
12) Lamentos (Pixinguinha)
13) Seule (Pixinguinha e Vinicius de Moraes)
14) La Mattchiche (Charles Borel-Clerc)
15) Concerto de bateria (Pixinguinha)
16) Yaô/Benguelê (Pixinguinha e Gastão Viana)

 

Mais

Acervo do Pixinguinha no IMS
Pixinguinha por Pixinguinha
A história de “Carinhoso”

Sobre os acervos