Curso Elas Tudo: Quatro escritoras, quatro escritas

Curso

4 aulas

Quando

Dias 6, 13, 20 e 27 de junho de 2018
Às 19h

Inscrição

R$ 200 (inteira) e R$ 100 (meia). Vendas pelo Eventbrite.

IMS Rio

Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea - Rio de Janeiro/RJ

Em junho, acontece no IMS Rio o curso Elas Tudo. As aulas abordam quatro importantes escritoras que fundaram escritas próprias, interpretando e reinventando o mundo contemporâneo na filosofia, na poesia, na ficção e no ensaio: Hannah Arendt, Ana Cristina Cesar, Clarice Lispector e Susan Sontag.


Inscrição

R$ 200 (inteira) e R$ 100 (meia). Estudantes, professores e maiores de 60 anos têm 50% de desconto em todos os cursos.

Inscrições somente através do site Eventbrite.


Aulas

1. Hannah Arendt

Quando

6 de junho, quarta, às 19h

Ministrada por

Eduardo Jardim

O temor e a esperança – sentimentos que atravessam o pensamento de Hannah Arendt – servem como ponto de partida para Eduardo Jardim apresentar as principais ideias da filósofa: o totalitarismo como sinal de uma crise, em Origens do totalitarismo (1951), a refundação da política em A condição humana (1958) e o estatuto do pensar, do querer e do julgar em A vida do espírito (1978).

Eduardo Jardim
Professor de filosofia da PUC-Rio, é autor de, entre outros, o premiado Mário de Andrade: Eu sou trezentos: Vida e obra (2015), ganhador do Prêmio Jabuti em 2016, Tudo em volta está deserto (2017), A duas vozes – Hannah Arendt e Octavio Paz (2007) e Hannah Arendt – Pensadora da crise e de um novo início (2011).

2: Ana Cristina Cesar

Quando

13 de junho, quarta, às 19h

Ministrada por

Heloisa Buarque de Hollanda

Com base na leitura e discussão da obra crítica da poeta, reunidos no volume Crítica e tradução (2016), a professora e amiga Heloisa Buarque de Hollanda tenta responder à pergunta “Era Ana Cristina feminista?”.

Heloisa Buarque de Hollanda
Professora da Escola de Comunicação da UFRJ, seu campo de pesquisa privilegia a relação entre cultura e desenvolvimento, dedicando-se às áreas de poesia, relações de gênero e étnicas, culturas marginalizadas e cultural digital. Escreveu e organizou diversos livros, entre eles, 26 poetas hoje (1998), Cultura e participação nos anos 60(1982) e Ana Cristina César – Correspondência incompleta (1999).

3: Clarice Lispector

Quando

20 de junho, quarta, às 19h

Ministrada por

José Miguel Wisnik

Os livros Laços de família (1960), A legião estrangeira (1964) e A paixão segundo G.H. (1964) são interpretados por José Miguel Wisnik como uma trilogia que focaliza vertiginosamente a mutação em processo do lugar da mulher na ordem familiar.

José Miguel Wisnik
Ensaísta, músico e cantor, é professor de literatura brasileira na USP. Dentre seus livros publicados estão O som e o sentido (1989), Sem receita: Ensaios e canções (2004) e Veneno remédio: o futebol e o Brasil (2008). Ministrou a aula A matéria Clarice, disponível em claricelispectorims.com.br.

4. Susan Sontag

Quando

27 de junho, quarta, às 19h

Ministrada por

Noemi Jaffe

A escritora Noemi Jaffe debate o livro A vontade radical (1987), que reúne alguns dos principais ensaios de Susan Sontag, dentre eles, “A imaginação pornográfica” e “Viagem a Hanói”, libelo contra a Guerra do Vietnã.

Noemi Jaffe
Escritora, professora e crítica literária. Autora, entre outros, de O que os cegos estão sonhando? (2012), Não está mais aqui quem falou (2017) e A Verdadeira História do Alfabeto, (2012, Prêmio Brasília de Literatura de 2014). Escreve para a Ilustrada (Folha de S.Paulo) desde 2006 e, atualmente, está à frente de Escrevedeira, espaço voltado para o ensino da escrita.


Conteúdo relacionado