Clarice Lispector

Apresentação

Um dos principais nomes da literatura brasileira e figura literária de estatura internacional, Clarice Lispector esforçou-se para desconstruir o mito em que se cristalizou sua imagem, associada à da mulher triste e solitária.

Clarice Lispector, nome que recebeu no Brasil em substituição a Haia Lispector, nasceu em Tchechelnik, na Ucrânia, em 10 de dezembro de 1920, filha caçula de Pinkhouss Lispector e Mánia Lispector. Fugindo da dominação comunista no país durante a guerra civil (1918-1921) após a Revolução Bolchevique de 1917, o casal foi obrigado a fazer escala na aldeia de Tchechelnik para que nascesse aquela que viria a ser um dos ícones da literatura brasileira. Menos de dois anos depois, com as filhas mais velhas, Tânia e Elisa, e a caçula, os Lispector partiram rumo ao Brasil, desembarcando em Maceió (AL), em 1922.

Veja o site especial de Clarice Lispector.


Vídeos

Confira os vídeos relacionados a Clarice Lispector produzidos pelo IMS.


Por dentro dos acervos


Hora de Clarice

A Hora de Clarice é um evento organizado pelo IMS para celebrar o aniversário de Clarice Lispector, nascida em 10 de dezembro de 1920. O projeto foi lançado em 2011 pelo Instituto Moreira Salles com a proposta de fazer com que a data de nascimento da escritora seja comemorada e faça parte do calendário cultural do país. Todo ano, tanto a programação do IMS como das instituições parceiras ficam disponíveis no site horadeclarice.ims.com.br


CLB Clarice Lispector

A edição dos Cadernos de Literatura Brasileira de Clarice Lispector é uma publicação com ensaios, registros e material de acervo da escritora que traz uma cronologia da vida e da obra da autora, elaborada pela professora Nádia Battella Gotlib, da Universidade de São Paulo, e pela equipe do IMS; os manuscritos de A hora da estrela; ensaios assinados por Carlos Mendes de Sousa, Silviano Santiago, Vilma Arêas, Berta Waldman, Yudith Rosenbaum, Olga de Sá e Benedito Nunes; e mais.


Conteúdo relacionado


Evento paralelo

Curso Elas Tudo
Dias 6, 13, 20 e 27 de junho de 2018, às 19h | IMS Rio
As aulas abordam quatro importantes escritoras que fundaram escritas próprias, interpretando e reinventando o mundo contemporâneo na filosofia, na poesia, na ficção e no ensaio: Hannah Arendt, Ana Cristina CesarClarice Lispector e Susan Sontag.
Vagas esgotadas.


Pesquise no acervo de Literatura

Explore a base de dados, que disponibiliza descrições de itens dos Arquivos, além de imagens com o conforto de zoom até 200%. Você pode ler, nessa resolução, as crônicas de Paulo Mendes Campos publicadas na revista Manchete ou ver fotos de Ana Cristina Cesar, Clarice Lispector e Rachel de Queiroz. Surpreenda-se com as dedicatórias de livros transcritas na base de dados da Biblioteca. 


Atendimento ao pesquisador

IMS Rio de Janeiro

Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea - Rio de Janeiro/RJ
CEP 22451-040

Consulta presencial

Agendamento por e-mail com 72h de antecedência.
De segunda a sexta-feira, das 10h às 12h30, e das 14h às 18h.

Contato

literatura@ims.com.br

A consulta presencial deverá ser agendada com 72h de antecedência.

O número de lugares na Sala de Pesquisa é restrito, portanto é preciso confirmar a presença no tempo previsto. Informe a respeito da vinda de acompanhante. 

Caso não possa comparecer no dia e horário agendado, por favor, comunique.

Mais informações estarão disponíveis no local.

Na Sala de Pesquisa será permitido o uso de folhas soltas, lápis e notebook.
Não será permitido o consumo de bebidas ou alimentos.
Não é permitido fotografar documentos.
Ao lado da sala há um armário destinado à guarda dos pertences.

Os pedidos de reprodução de documentos serão analisados. O IMS não detém os direitos autorais nem de imagem dos documentos do acervo.


Sobre os acervos