Conflitos

Fotografia e violência política no Brasil 1889-1964

Exposição

Encerrada
De 25 de novembro de 2017 a
25 de fevereiro de 2018

IMS Rio

Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea - Rio de Janeiro/RJ

Horário

De terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 11h às 20h

Contato

(21) 3284-7400
imsrj@ims.com.br

Apresentação

Curadoria

Heloisa Espada
Tiê Higashi (assistente)

Na Internet

conflitos.ims.com.br
#expoconflitos 

Imprensa

(11) 3371-4455
comunicacao@ims.com.br

Conflitos: fotografia e violência política no Brasil 1889-1964 contradiz a imagem do Brasil como país pacífico e oferece um olhar sobre a história nacional que colabora na compreensão da atual crise política. Com curadoria de Heloisa Espada, a exposição apresenta 338 imagens e fica em cartaz no IMS Rio de 25 de novembro de 2017 a 25 de fevereiro de 2018.

Com um panorama de imagens de guerras civis, revoltas e outros episódios de confronto envolvendo o Estado brasileiro, Conflitos aborda o papel das imagens fotográficas nesses eventos, seu uso político e suas formas de circulação. São trabalhos de autores conhecidos, como Juan Gutierrez e Flávio de Barros, e de inúmeros anônimos, amadores ou profissionais, nos mais diversos suportes, montando um painel heterogêneo sobre as práticas fotográficas no Brasil.

Em 2018, a exposição irá para o IMS Paulista.


Visitação

Entrada gratuita
De 25 de novembro de 2017 a 25 de fevereiro de 2018

Terças a domingos e feriados (exceto segundas), das 11h às 20h.

IMS Rio
Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea - Rio de Janeiro/RJ


Imagens da exposição


A mostra no IMS Rio

Veja as fotos da exposição montada nas galerias do Instituto Moreira Salles na Gávea, no Rio de Janeiro.


Vídeos


Eventos paralelos

Não há eventos programados para o futuro.


Conteúdo relacionado


Catálogo

Conflitos: fotografia e violência política
A publicação apresenta um panorama da fotografia de guerras civis e outros conflitos armados envolvendo o Estado brasileiro, entre a Proclamação da República e o golpe de 1964. Com curadoria de Heloisa Espada, coordenadora de artes visuais do IMS, o livro possui  imagens pertencentes a 30 coleções particulares e públicas de todo Brasil, além de fotografias do acervo do IMS.

Exposição encerrada


Sobre os acervos