The Clock, de Christian Marclay

IMS Paulista

Avenida Paulista, 2424

São Paulo/SP

Galeria 1

Visitação

Entrada gratuita

De 20 de setembro a 19 de novembro

Horário

Terças a domingos, das 10h às 20h. Quintas, das 10h às 22h. Projeções especiais das 10h de sábado às 20h de domingo

Contato

(11) 2842-9120

imspaulista@ims.com.br

Apresentação

Curadoria

Instituto Moreira Salles

Na Internet

theclock.ims.com.br

#theclockims

Imprensa

(11) 3371-4455
comunicacao@ims.com.br

The Clock, do artista suíço-americano Christian Marclayé uma videoinstalação com 24 horas de duração, composta por milhares de cenas de cinema e tevê que fazem referência ao horário do dia. A obra recebeu o Leão de Ouro na 54ª Bienal de Veneza, em 2011, e desde então tem levado milhares de visitantes a dezenas de museus ao redor do mundo.  Durante o período de exibição no IMS Paulista, The Clock terá nove apresentações de 24 horas, sempre de sábado para domingo, permitindo ao público experimentar a obra na íntegra. Nessas ocasiões o centro cultural ficará aberto durante as madrugadas, pois a obra será projetada ininterruptamente, das 10h do sábado às 20h do domingo.

Imagens da exposição


Sobre o artista

Desde o final da década de 1970, Christian Marclay (San Rafael, EUA, 1955) vem explorando as conexões entre o visual e o audível, criando trabalhos em uma ampla gama de mídia, incluindo escultura, vídeo, fotografia, colagem, música e performance. Tendo estreado em Londres, em 2010, The Clock já foi exibida em mais de vinte locais pelo mundo, incluindo o Centro Pompidou, Paris (2011); o Museu de Arte Moderna, Nova York (2012); o Museu de Arte Moderna de São Francisco (2013); e o Guggenheim Bilbao (2014).

O trabalho de Marclay tem sido exibido em museus e galerias pelo mundo inteiro. As exposições individuais internacionais incluem a Staatsgalerie, em Stuttgart (2015); o Museu de Arte Moderno e Contemporâneo, em Genebra (2008); o Hammer Museum na UCLA, em Los Angeles (2003); o Museu de Arte Moderna de São Francisco (2002); o Museu de Arte Contemporânea, em Chicago (2001); o Kunsthaus Zürich (1997); o Museu de Arte e de História, em Genebra (1995); e o Hirshhorn Museum and Sculpture Garden, em Washington (1990).

DJ pioneiro no uso de vinis e toca-discos como instrumentos musicais para criar colagens sonoras, desde 1979 Marclay tem gravado tanto sozinho como em colaboração com diversos músicos, incluindo John Zorn, Elliott Sharp, Otomo Yoshihide, Butch Morris, Shelley Hirsch, Okkyung Lee, Mats Gustafsson e Lee Ranaldo.


Vídeo

Pensar sobre o tempo: o artista Christian Marclay e a coordenadora de artes visuais do IMS, Heloisa Espada, falam sobre The Clock.


Áudios

Inspirado em The Clock, o canal do IMS no Spotify tem uma playlist com 25 músicas brasileiras, uma para cada hora do dia (existe uma para "zero hora" e outra para "meia-noite"). A seleção é de Joaquim Ferreira dos Santos.


Eventos paralelos

Quadrinhos, colagem, começo, meio e fim!
19 de novembro, sábado, das 11 às 13h.
A atividade faz parte do Família em Foco, um programa de ações para grupos familiares que exploram as exposições em cartaz. Nessa atividade os participantes serão convidados a pensar no processo de pesquisa, produção e edição da obra por meio de uma atividade prática de colagem. Serão utilizados quadrinhos e gibis para construir e desconstruir estórias.


Sobre os acervos

Mais IMS