Idioma EN
Contraste

Arquivo Peter Scheier

Exposição

Encerrada
13/10 a 8/11/2020

IMS Paulista

Galeria 3
Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP

Visitação

Com agendamento prévio. Mais informações abaixo.

A exposição é resultado de um mergulho no arquivo de aproximadamente 35 mil imagens do fotógrafo alemão Peter Scheier (1908-1979), realizadas entre as décadas de 1940 e 1970, pertencentes ao Instituto Moreira Salles. A mostra, sob a curadoria de Heloisa Espada, destaca a passagem de Scheier pela revista O Cruzeiro, nos anos 1940, seus registros sobre o nascimento de instituições como o Museu de Arte de São Paulo e a Bienal de São Paulo, nos anos 1950, bem como sua colaboração com arquitetos como Rino Levi e Lina Bo Bardi.

Curadoria
Heloisa Espada
Marina Barzon (assistente)
Online
exposcheier.ims.com.br
#exposcheier

Percurso do visitante

Siga o caminho aqui indicado para evitar aglomerações na galeria

Visitação

Exposição encerrada
Entrada gratuita, com agendamento prévio.
Reabertura: 13/10 a 8/11/2020
Etapa inicial: 25/1 a 15/3/2020

Terça a sexta, das 12h às 16h. Sábado e domingo (inclusive feriados, exceto segundas) das 13h às 17h.
Tempo máximo de permanência em cada visita: 2 horas
O centro cultural funcionará com capacidade reduzida, para que o distanciamento seja respeitado.

IMS Paulista
Galeria 3
Avenida Paulista, 2424
São Paulo/SP

Contato
(11) 2842-9120
imspaulista@ims.com.br
Imprensa
(11) 3371-4455
comunicacao@ims.com.br

Obras


Vídeos


Catálogo

Arquivo Peter Scheier

O catálogo da exposição homônima é um mergulho nos cerca de 35 anos de variada atuação de Peter Scheier como fotógrafo no Brasil. Nascido em 1908, deixou a Alemanha em 1937, fugindo da perseguição antissemita. Chegando em São Paulo transformou o hobby da fotografia em profissão.

Páginas: 184
Formato: 20 x 23 cm
ISBN: 9788583460565


Sobre Peter Scheier

Nascido em Glogau, na Alemanha, e de origem judaica, Peter Scheier (1908-1979) mudou-se para o Brasil em 1937, fugindo da ascensão do Partido Nazista em seu país. Morando em São Paulo, o fotógrafo trabalhou num frigorífico antes de se iniciar na profissão pela qual ficaria conhecido. Scheier vendia cúpulas de abajur quando decidiu realizar um catálogo fotográfico que suavizaria o trabalho de carregar as amostras. Acabaria descobrindo que fotografar as mercadorias era mais lucrativo e mais interessante do que vendê-las. O Instituto Moreira Salles tem cerca de 35 mil imagens do artista, a maioria negativos fotográficos de sua trajetória profissional no Brasil. O acervo inclui também um vasto conjunto de documentos – certificados, contratos, cadernos, cartões de visita, carimbos, portfólios, álbuns de família, livros, revistas e jornais – que, junto com as fotos, contam sobre a atuação diversificada do Estúdio Peter Scheier, que funcionou entre o início da década de 1940 e 1975, quando Scheier e sua esposa, Gertrudes Willheim, retornaram para a Alemanha.


Eventos paralelos

Não há novos eventos previstos.


Montagem no IMS Paulista


Bastidores

Uma exposição é o produto de vários setores que trabalham juntos para sua realização. A Equipe de Educação do IMS Paulista propõe neste vídeo uma roda de conversa entre alguns funcionários envolvidos na mostra Arquivo Peter Scheier. A partir de fotografias de Scheier que retratam os bastidores da montagem da 1ª Bienal de São Paulo, profissionais de atendimento, conservação, curadoria, educação, manutenção e produção do IMS discutem sobre os lugares menos visíveis relacionados a uma exposição e seu cotidiano.


Conteúdo relacionado


Na loja do IMS


Sobre os acervos

Mais IMS