Apresentação

Principal fotógrafo brasileiro do século XIX, dono de uma obra que se equipara à dos maiores nomes da fotografia em todo o mundo, Marc Ferrez é o mais significativo fotógrafo do período no acervo do Instituto Moreira Salles. Preservados por seu neto, o pesquisador Gilberto Ferrez, os negativos de vidro e as tiragens produzidas pelo próprio fotógrafo compõem a maior parte da Coleção Gilberto Ferrez, reunião de 15 mil imagens que não tem rival entre os acervos privados de fotografia brasileira do século XIX, adquirida pelo IMS em maio de 1998.

Mais conhecido do grande público por suas paisagens – sobretudo as fotografias panorâmicas da cidade do Rio de Janeiro e arredores, feitas com câmeras especiais em negativos de grande formato, técnica praticada por poucos fotógrafos do mundo e à qual ele dedicou toda a sua inventividade técnica –, o Ferrez que emerge da coleção é um artista plural e inquieto. Como fotógrafo, foi, ao sabor dos trabalhos que lhe eram encomendados, versátil nos temas. Como pesquisador de técnicas e processos, num momento em que a fotografia passava por acelerada evolução, perseguiu e desenvolveu projetos pioneiros.


Seleção de obras

VISUALIZAR POR

Entrada do Rio de Janeiro, vendo-se o cais Pharoux e adjacências

Vista panorâmica da enseada de Botafogo, a partir do topo do Corcovado

Vista panorâmica da enseada de Botafogo

Charles F. Hartt, com a cidade do Recife ao fundo, durante levantamento da Comissão Geológica do Império

D. Pedro de Alcântara, D. Antônio Gastão e D. Luís Maria em carroça puxada por carneiro

Porto de Santos

×
<
>

Entrada do Rio de Janeiro, vendo-se o cais Pharoux e adjacências

Vista panorâmica da enseada de Botafogo, a partir do topo do Corcovado

Vista panorâmica da enseada de Botafogo

Charles F. Hartt, com a cidade do Recife ao fundo, durante levantamento da Comissão Geológica do Império

D. Pedro de Alcântara, D. Antônio Gastão e D. Luís Maria em carroça puxada por carneiro

Porto de Santos


Cronologia

Filho de franceses, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 07 de dezembro de 1843. Participou de várias Exposições Universais em Paris, Filadélfia e Amsterdã, onde teve seu trabalho premiado em diversas ocasiões. Como fotógrafo da Marinha Imperial, retratou as comemorações do fim da guerra do Paraguai, Revolta da Armada, entre outros eventos. Ficou conhecido por retratar as mudanças urbanísticas no Rio de Janeiro, paisagens e tipos urbanos e por ser pioneiro da fotografia em cores no Brasil. Produziu diversos filmes, entre eles, Nhô Anastácio chegou de viagem, considerada a primeira comédia cinematográfica brasileira. Após a morte de sua esposa, em 1914, se muda para Paris, só voltando para o Brasil em 1920. Já doente, morre no dia 12 de janeiro de 1923.


Por dentro dos acervos


Conteúdo relacionado


Exposições anteriores


Loja IMS


Pesquise no acervo de Fotografia

Estão disponíveis cerca de 12.000 imagens para pesquisas online. Você pode realizar buscas, cadastrar-se para salvá-las ou enviar sua seleção de imagens, caso deseje utilizá-las. Na base de dados a visualização das imagens é de até 200% de ampliação. As alternativas de ação são busca livre; busca avançada; solicitação de uso de imagens e opções de visualização.


Atendimento ao pesquisador

IMS Rio de Janeiro

Rua Marquês de São Vicente, 476
Gávea - Rio de Janeiro/RJ
CEP 22451-040

Consulta presencial

Agendamento por e-mail com 72h de antecedência.
De segunda a sexta-feira, das 10h às 12h30, e das 14h às 18h.

Contato

fotografia@ims.com.br

A consulta presencial será realizada através de um banco de imagens digital, sem o manuseio dos itens originais do acervo, visando a conservação e preservação dos mesmos.

A sala de pesquisa possui número restrito de lugares, portanto solicitamos que nos seja avisado com antecedência a vinda de acompanhante. Caso não possa comparecer no dia e horário agendado, por favor, comunique.

Para o melhor aproveitamento de todos os pesquisadores, não será permitido na sala: uso de celular, notebook, caderno ou similares, consumo de bebidas ou alimentos. Ao lado da sala há um armário destinado para a guarda dos pertences.

O processo de liberação de imagens possui etapas, dentre elas, autorização, elaboração de termo de responsabilidade e custos (dependendo da finalidade de uso). O prazo para conclusão dos pedidos é de até 10 dias úteis porém este limite pode se estender conforme o quantidade de itens solicitados e/ou demanda interna.


Sobre os acervos